A CONSTRUÇÃO DO CAMPO DA PESQUISA SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

  • Júlio Emílio Diniz-Pereira Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Formação de professores, Pesquisa, Campo

Resumo

O propósito deste artigo é discutir o campo de pesquisa sobre formação de professores. Para tal, o autor procurou responder as seguintes questões: Como se constituiu o campo de pesquisa sobre formação de professores no Brasil e no mundo? Como ele se consolidou como tal? Quais as principais modificações ocorridas nesse campo em termos de temáticas e metodologias de pesquisa? Quais são os atuais focos de investigação desse campo? Quais as principais críticas e os problemas enfrentados por ele desde o seu surgimento? Quais as recomendações para que se aumente a qualidade das pesquisas sobre formação de professores e, por via de consequência, que o campo se fortaleça? Ainda que se trate de um campo de pesquisa relativamente novo na área de Educação, a formação de professores vem se desenvolvendo muito rapidamente. Tal crescimento coloca desafios para esse campo em termos da qualidade de suas produções acadêmicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlio Emílio Diniz-Pereira, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutor em Educação pela Universidade do Estado de Wisconsin. Professor Associado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Membro-fundador de dois núcleos de pesquisa na UFMG: o Núcleo de Pesquisas sobre a Profissão Docente (PRODOC) e o Núcleo de Educação de Jovens e Adultos: Formação e Pesquisa (NEJA)

Referências

AMARAL, Ana Lúcia. A adjetivação do professor: uma identidade perdida? In: VEIGA, I. P. A; AMARAL, Ana Lúcia (Org.). Formação de professores: políticas e debates. Campinas: Papirus, 2002. p. 131-154.

ANDRÉ, Marli (Org.). Formação de professores no Brasil (1990-1998). Brasília: MEC/INEP/Comped, 2006.

______. Desafios da pós-graduação e da pesquisa sobre formação de professores. Educação & Linguagem, n. 15, p. 43-59, jan./jul. 2007.

______. A produção acadêmica sobre formação de professores: um estudo comparativo das dissertações e teses defendidas nos anos 1990 e 2000. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-56, ago./dez. 2009.

ANDRÉ, Marli; ROMANOWSKI, Joana. Estado da arte sobre a formação de professores nas dissertações e teses dos programas de pós-graduação das universidades brasileiras (1990-1996). In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 22., 1999, Caxambu, MG. Anais... Caxambu, MG: ANPEd, 1999. 1 CD-ROM.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: ORTIZ, Renato (Org.). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática, 1983a. p. 122-55.

______. Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983b.

______. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 1990.

BRZEZINSKI, Iria (Org.). Formação de profissionais da educação (1997-2002). Brasília: Ministério da Educação/INEP, 2006.

BRZEZINSKI, Iria; GARRIDO, Elsa. Estado da arte sobre a formação de professores nos trabalhos apresentados no GT 8 da ANPEd (1990-1998). In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 22., 1999, Caxambu, MG. Anais... Caxambu, MG: ANPEd, 1999. 1 CD-ROM.

______. Os trabalhos do GT Formação de Professores, da ANPEd (1994-1998). In: ANDRÉ, Marli (org.). Formação de professores no Brasil (1990-1998). Brasília: MEC/INEP/Comped, 2006. p. 301-328.

CANDAU, Vera Maria. A formação de educadores: uma perspectiva multidimensional. Em Aberto, Brasília, v. 1, n. 8, p. 19-21, ago. 1982.

______ (Coord.). Novos rumos da licenciatura. Brasília: INEP, 1987.

DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. Formação de professores: pesquisas, representações e poder. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

DUBAR, Claude. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Porto, PT: Porto, 1997.

FELDENS, Maria Graça Furtado. Pesquisa em educação de professores: antes, agora e depois? Fórum Educacional, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, p. 26-44, abr./jun. 1983.

______. Educação de professores: tendências, questões e prioridades. Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, v. 13, n. 61, p. 16-26, nov./dez. 1984.

FONTANA, Roseli Cação. Como nos tornamos professoras? Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

GOMES, Nilma Lino. A mulher negra que vi de perto: o processo de construção da identidade racial de professoras negras. Belo Horizonte: Mazza, 1995.

LANIER, Judith; LITTLE, Judith. Research on teacher education. In: Wittrock, Merlin. (Ed.). Handbook of research on teaching. 3th ed. New York: Mcmillian, 1986. p. 527-569.

LELIS, Isabel Alice. Do ensino de conteúdos aos saberes do professor: mudança de idioma pedagógico? Educação & Sociedade, ano XXII, n. 74, p. 43-58, abr. 2001.

LÜDKE, Menga. Avaliação institucional: formação de docentes para o ensino fundamental e médio – as licenciaturas. Série Cadernos CRUB, Rio de Janeiro, v. 1, n. 4, p. 5-96, maio 1994.

MARCELO, Carlos. Lineas de investigación en formación del profesorado. In: ______. Introducción a la formación del profesorado: teoría y métodos. Sevilla: Editorial Universidad de Sevilla, 1989. p. 79-107.

MELLO, Guiomar Namo de. et al. As atuais condições de formação do professor de 1º grau: algumas reflexões e hipóteses de investigação. Em Aberto, Brasília, v. 1, n. 8, p. 1-11, ago. 1982.

NÓVOA, Antonio (Org.). Profissão professor. Porto, PT: Porto, 1991.

______. Vida de professores. Porto, PT: Porto, 1992.

______ (Org.). Os professores e a sua formação. 3. ed. Lisboa, PT: Dom Quixote, 1997a.

______. Diz-me como ensinas, dir-te-ei quem és e vice-versa. In: FAZENDA, Ivani, (Org.). A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento. 2. ed. Campinas: Papirus, 1997b. p. 29-41.

PECK, Robert; TUCKER, James. Research on teacher education. In: TRAVERS, Robert. (Org.). Handbook of research on teaching. 2th ed. Chicago: Rand MacNally, 1973. p. 940-978.

SANTOS, Lucíola Licínio. Problemas e alternativas no campo da formação de professores. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 72, n. 172, p. 318-334, 1991.

______. Formação de professores e qualidade do ensino. In: Escola básica. Campinas: Papirus, 1992. p. 137-146. (Coletânea CBE).

______. Formação do(a) professor(a) e pedagogia crítica. In: FAZENDA, Ivani (Org.). A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento. Campinas: Papirus, 1995. p. 17-27.

SILVA, Tomaz Tadeu da. O que produz e o que reproduz em educação: ensaios de sociologia da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

______. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

ZEICHNER, Keneth. Tendências da pesquisa sobre formação de professores nos Estados Unidos. Revista Brasileira de Educação, n. 9, p. 76-87, set./dez. 1998.

______. The new scholarship in teacher education. Educational Researcher, v. 28, n. 9, p. 4-15, 1999.

______. A research agenda for teacher education. In: COCHRAN-SMITH, Marylin; ZEICHNER, Kenneth (Ed.). Studying teacher education: the report of the AERA panel on research and teacher education. London: Lawrence Erlbaum, 2005. p. 737-759.

______. Uma agenda de pesquisa para a formação docente. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 13-40, ago./dez. 2009.

Publicado
2019-10-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 1481
  • PDF downloads: 1092
Como Citar
DINIZ-PEREIRA, J. E. A CONSTRUÇÃO DO CAMPO DA PESQUISA SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 22, n. 40, p. 145-154, 16 out. 2019.