EDITORIAL

  • Liége Maria Sitja Fornari Universidade do Estado da Bahia-UNEB
  • Tânia Regina Dantas Universidade do Estado da Bahia-UNEB

Resumo

Martin Heidegger elabora uma categoria fundamental para seu pensamento:o cuidado. No âmbito da relação consigo próprio, a escrita aparece como cuidado estruturante na formação da subjetividade. A escrita é compreendida,dessa forma, como um dos eixos centrais em torno do qual gira a percepção e reflexão sobre si mesmo. O acesso à leitura e à escrita determina uma maneira singular de estar no mundo. Michel Foucault, recorrendo a Sêneca, afirma que“a leitura deve ser uma defesa contra a pobreza, a morte e outros flagelos”.Este número trata da reflexão sobre o cuidado com dois temas fundamentais no campo da Educação: a aprendizagem da leitura e da escrita de Jovens e Adultos e a formação docente.A publicação deste número 37 da Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade,centrada na temática da Educação de Jovens e Adultos e Formação de Professores, marca uma significativa conquista para todos aqueles envolvidos com sua história, que foi a obtenção da classificação A2 pelo programa de avaliação de periódicos Qualis da CAPES, ratificando o papel deste periódico na produção, gestão, distribuição e divulgação de conhecimentos científicos,na área educacional, no Brasil.A temática a que se dedica este número entra em cena no momento em que a Educação de Jovens e Adultos (EJA) alcança maior visibilidade no cenário nacional e internacional. Os 33 encontros preparatórios para a IV ConferênciaInternacional de Educação de Adultos (CONFITEA) tiveram papel importantepara ampliar o debate em EJA e compartilhar as ações e experiências que ocorriamnos vários estados do Brasil. A CONFITEA, ocorrida em dezembro de2009, na cidade de Belém, no Brasil, contou com a participação de 156 estadosmembros da UNESCO. Foi a primeira vez que um país da América do Sulsediava um encontro desse porte. Os desdobramentos dessa conferência repercutiramno XII ENEJA (Encontro Nacional da Educação de Jovens e Adultos),promovido em Salvador, Bahia, em 2011, com o propósito de refletir sobre aEJA no cenário nacional e local. Intencionava-se, nesse contexto, identificaravanços, desafios e estratégias de luta, caminhando-se para a reconfiguraçãodo campo da EJA na Educação Popular.Este número resgata e divulga a experiência em EJA da UNEB, principalmente a do Departamento de Educação–Campus I, assim como a de outros departamentos. Experiência essa que se configurou como um marco consolidado nessa área, na Bahia, ao propor e desenvolver, de 1998 a 2003, um cursode especialização em Educação de Jovens e Adultos em duas cidades baianas,Salvador e Juazeiro.Esta edição faz ainda uma homenagem ao grande educador Paulo Freire,ao publicar um artigo de um dos mais eminentes colaboradores e parceiros de sua proposta educativa libertadora, o Prof. Ramón Flecha, da Universidade de Barcelona, na Espanha, além de destacar a palestra do Prof. Bernard Charlot, um dos grandes pensadores da atualidade, sobre a relação entre os saberes e aformação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liége Maria Sitja Fornari, Universidade do Estado da Bahia-UNEB
Graduada em História. Possui Especialização em Filosofia Contemporânea. Possui Especialização em História do Brasil. Possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (1995) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2009). Atualmente é professora Adjunta da Universidade do Estado da Bahia- UNEB. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, memória, experiência, subjetividade, práticas formativas, formação humana, processos formativos e elaboração de artigo.
Tânia Regina Dantas, Universidade do Estado da Bahia-UNEB
Graduada em História. Possui Especialização em Filosofia Contemporânea. Possui Especialização em História do Brasil. Possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (1995) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2009). Atualmente é professora Adjunta da Universidade do Estado da Bahia- UNEB. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, memória, experiência, subjetividade, práticas formativas, formação humana, processos formativos e elaboração de artigo.

Referências

Publicado
2013-08-27