ESTUDOS SOBRE AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INTERDISCIPLINARES: DA ANÁLISE DE CONTEÚDO À REFLEXÃO DO ENSINO DE MATEMÁTICA

Ediênio Vieira Farias

Resumo


Este trabalho discute a interdisciplinaridade como prática pedagógica eficaz na socialização do conhecimento matemático, levando em conta os pressupostos teóricos da investigação em Educação Matemática. Para atingir o objetivo, desenvolveu-se um estudo qualitativo, utilizando da Análise de Conteúdo do tipo temática sobre a produção científica veiculada pela Revista “Educação Matemática Pesquisa (EMP)”. No universo de 608 textos publicados pela EMP, no período de 2004 a 2012, foi feito um levantamento exploratório em 162 artigos, dos quais foram selecionados 9 (nove) que abordavam resultados de pesquisas referentes à prática pedagógica nas aulas de Matemática. Diante da análise temática e dos estudos em Fazenda (1995, 1996, 2003), Japiassu (1976) e Lenoir (1998), identificou-se que, apesar das publicações abrangerem diálogos implícitos entre a Matemática e as demais disciplinas, os aspectos didático-pedagógicos evidentes nos artigos não denotaram uma prática pedagógica interdisciplinar no ensino da Matemática, implicando em nova forma de pensar a Educação Matemática.


Palavras-chave


Prática pedagógica; Interdisciplinaridade; Análise de Conteúdo; Matemática

Texto completo:

PDF ♪Áudio♪

Referências


ALMEIDA, Lourdes Maria Werle; SILVA, André. Por uma Educação Matemática Crítica: a modelagem matemática como alternativa. Educação Matemática Pesquisa - EMP, São Paulo, v.12, n.2, p.221-241, 2010.

ALVES, Adriana. Interdisciplinaridade e Matemática. In: FAZENDA, Ivani (Org.). O que é interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2008.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1997.

BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. A pesquisa interdisciplinar: uma possibilidade de construção do trabalho científico/acadêmico. Educação Matemática Pesquisa – EMP, São Paulo, v.10, n.1, p.137-150, 2008.

BRASIL. Lei nº 5.692 de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1º e 2º e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 12 ago.1971.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 23

dez.1996.

_______. Parecer CEB n. 029 de 03 de dezembro de 2002. Estabelece as diretrizes curriculares gerais para a Educação Tecnológica de Nível Tecnológico. Diário Oficial [da]

União, Brasília, DF, 13 dez. 2002.

_______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRANDT, Célia Finck; MORETTI, Méricles Thadeu. O papel dos registros de representação na compreensão do sistema de numeração decimal. Educação Matemática Pesquisa – EMP, São Paulo, v.7, n.2, p.201–227, 2005.

BROUSSEAU, Ruy. A etnomatemática e a teoria das situações didáticas. Educação Matemática Pesquisa – EMP, São Paulo, v.8, n.2, p. 267-281, 2006.

COSTA, Lucélida de Fátima Maia da; GHEDIN, Evandro; SOUSA FILHO, Erasmo Borges de. A Confecção de cestos e suas possibilidades pedagógicas para o ensino de matemática na

escola indígena Ticuna. Educação Matemática Pesquisa - EMP, São Paulo, v.14, n.1, p.105-125, 2012.

CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro. Interdisciplinaridade: representações sociais de professores de matemática. Natal, RN: EDUFRN – Editora da UFRN, 2009.

D’AMBRÓSIO, Ubiratan. Da realidade à ação: reflexões sobre educação e matemática. São Paulo: Summus, 1986.

D’AMBRÓSIO, Ubiratan. Educação matemática: da teoria à prática. 13.ed. Campinas: Papirus, 2006.

D’AMBRÓSIO, Ubiratan. O programa etnomatemática: história, metodologia e pedagogia. Disponível em: . Acesso em: 11 set. 2013.

FACHIN, Odília. Fundamentos de metodologia. São Paulo: Atlas, 1995.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. (Org.). O que é interdisciplinaridade?. São Paulo: Cortez, 2008.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1996.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Interdisciplinaridade: um projeto em parceria. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1995.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Interdisciplinaridade: qual o sentido?. São Paulo: Paulus, 2003.

FURKOTTER, Mônica; MORELATTI, Maria Raquel Miotto. A articulação entre teoria e prática na formação inicial de professores de matemática. Educação Matemática Pesquisa – EMP, São Paulo, v.9, n.2, p.319-334, 2007.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. São Paulo: Imago, 1976.

LEITE, Francisco Tarciso. Metodologia Científica: métodos e técnicas de pesquisa – monografias, dissertações, teses e livros. Aparecida, SP: Ideias e Letras, 2008.

LENOIR, Ives. Didática e interdisciplinaridade: uma complementaridade necessária e incontornável. In FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. (Org.). Didática e Interdisciplinaridade. Campinas,SP: Papirus, 1998.

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MORIN, Edgar. A Cabeça Bem Feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 8. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

PAVIANI, Jayme. Interdisciplinaridade: conceitos e distinções. 2. ed. Caxias do Sul, RS: Educs, 2008.

PEIXOTO FILHO, José Pereira; MARTINS, Tânia Alves. A etnomatemática e o multiculturalismo no ensino de matemática. Educação Matemática Pesquisa - EMP, São Paulo, v.11, n.2, p.393-409, 2009.

PIRES, Maria Célia Carolina. Formulações basilares e reflexões sobre a inserção da Matemática no currículo, visando a superação do binômio máquina e produtividade. Educação Matemática Pesquisa - EMP, São Paulo, v.6, n.2, p.29-61, 2004.

SILVA, José Eduardo Neves; NACARATO, Adair Mendes. (Re)significando a matemática escolar por meio da resolução de problemas em sala de aula em EJA. Educação Matemática Pesquisa - EMP, São Paulo, v.13, n.1, p.117-140, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2018 Cenas Educacionais

CONTATO

 Programa de Pós-graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade, Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Avenida Contorno, S/N, Bairro São José, Caetité, Bahia, Brasil

CEP: 46.400-000

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435

e-mail: ceduuneb@gmail.com

ISSN: 2595-4881

REDES SOCIAIS:

 

INDEXAÇÕES INTERNACIONAIS:

                            

INDEXAÇÕES NACIONAIS:

     

REVISTA INTEGRANTE:

    

LINKS DE INTERESSE:

                     

Licença:


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Free counters!