SAÚDE MENTAL E EDUCAÇÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EM PROMOÇÃO DE SAÚDE NA REDE EDUCACIONAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA-BA

Palavras-chave: Cartilha, Escolas Promotoras de Saúde, Profissionais da Educação, Saúde Mental

Resumo

Refletir sobre atenção à promoção de saúde, especialmente no meio escolar/educacional, engloba discutir estratégias que potencializem a qualidade de vida dos sujeitos e do coletivo social, dando margem à participação ativa destes atores nesta construção. Com isso, o presente trabalho busca retratar a experiência de um processo de planejamento, organização coletiva, intervenção e constituição de um material no formato de cartilha informativa-explicativa, designada aos profissionais da Educação que compõem a rede pública de ensino básico do município de Vitória da Conquista – BA. Teve como objetivo provocar reflexões e contribuições efetivas acerca da promoção em saúde mental dos profissionais atuantes no contexto educacional do município, tecendo discussões a respeito da amplitude do conceito de saúde, bem como sobre a promoção de saúde no ambiente escolar. Utilizou-se como procedimentos metodológicos a pesquisa bibliográfica sobre os temas abarcados, afim de fundamentar a construção do material. Durante nossa revisão de literaturas tivemos como espaço de interações e debates o componente curricular Psicologia, Saúde e Ambiente Escolar, do curso de Psicologia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).  Assim sendo, tal produto se configurou quanto elemento potencial de intervenção e tensionamento frente aos conceitos reducionistas e higienistas de saúde, afim de instrumentalizar os profissionais da rede pública de educação acerca dos princípios da Escola Promotora de Saúde, na elaboração de estratégias de promoção e prevenção de saúde mental no ambiente escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hortência Pessoa Pereira, Mestranda em Educação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Graduada em Psicologia. Integrante do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Psicologia.

Ana Claudia Rodrigues Pina, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Brasil

Graduada em Psicologia. Integrante do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Psicologia.

Carmem Virgínia Moraes da Silva, Professora no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Federal da Bahia - Brasil

Pós-Doutoranda em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Professora na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Coordenadora do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Psicologia.

Referências

AQUINO, J. G. Transtornos emocionais na escola: da consternação à inclusão. In: Transtornos emocionais na escola: alternativas teóricas e práticas, [S.l: s.n.], 1999.

BASSOLS, A. M. S; CRISTÓVÃO, P. W.; SANTIS, M. de; FORTES, S.; SUKIENNIK, P. B. Saúde Mental na Escola: Consultoria como estratégia de prevenção. Porto Alegre: Mediação, v. 2, 2003.

BRASIL. Ministério da Saúde. HumanizaSUS: gestão e formação nos processos de trabalho. Secretaria Executiva, Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização, Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

CARDOSO, V.; REIS A. P. dos; IERVOLINO, S. A. Escolas Promotoras de Saúde. Ver. Bras. Crescimento Desenvol. Hum. v. 18, n 2, pp. 107-115, 2008. Disponível em:https://pdfs.semanticscholar.org/97ff/b45455ed203426c950e058589ae236f9c077.pdf . Acesso em: 18 mar. 2021.

COLARES, L. A. Clínica Ampliada e Acompanhamento Terapêutico: O Registro de Novas Práticas no Contexto de uma Unidade de Internação Psiquiátrica. Trabalho de conclusão de pós-graduação (Programa de residência multiprofissional). Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15293/TCCE_RMISMSPS_2015_COLLARES_LUCAS.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 23 out. 2021.

CONTINI, M. L. J. Discutindo o conceito de promoção de saúde no trabalho do psicólogo que atua na educação. Psicol. Ciênc. Prof. Brasília, v. 20, n. 2, p. 46-59, 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932000000200008&lng=pt&nrm=iso . Acesso em: 18 mar. 2021.

DIEHL, L.; MARIM, A. H. Adoecimento Mental Em Professores Brasileiros: revisão sistemática da literatura. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, Londrina, v. 7, n. 2, p. 64-85, 2016. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/eip/v7n2/a05.pdf. Acesso em: 22 out. 2021.

LAKATOS, E. M. MARCONI, M. de A. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas e pesquisa, elaboração, análise e interpretação se dados. 7. ed. 8. São Paulo: Atlas 2015.

MARCELO, C. Desenvolvimento Profissional Docente: passado e futuro. Revista de Ciências da Educação, vol. 08, pp. 7-22, 2009. Disponível em: http://www.unitau.br/files/arquivos/category_1/MARCELO___Desenvolvimento_Profissional_Docente_passado_e_futuro_1386180263.pdf. Acesso em: 16 out. 2021.

MINAYO, M. C. de S. (org.); DESLANDES, S. F.; GOMES, R. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 33. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

MOREIRA, D. Z.; RODRIGUES, M. B. “Saúde mental e trabalho docente”. Estudos de Psicologia, vol. 23, n. 3, 2018.

PEREIRA, H. P.; SANTOS, F. V.; MANENTI, M. A. “Saúde Mental de Docentes em Tempos de Pandemia: os impactos das atividades remotas”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 3, n. 9, 2020. Disponível em: file:///C:/Users/55779/Downloads/6701-25564-1-PB%20(4).pdf. Acesso em: 10 mar. 2021.

TOSTES, M. V. et al. “Sofrimento mental de professores do ensino público”. Saúde em Debate, vol. 42, n. 116, 2018.

Publicado
2021-11-24
Métricas
  • Visualizações do Artigo 722
  • ♪Áudio♪ downloads: 10
Como Citar
Pereira, H. P., Pina, A. C. R., & Silva, C. V. M. da. (2021). SAÚDE MENTAL E EDUCAÇÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EM PROMOÇÃO DE SAÚDE NA REDE EDUCACIONAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA-BA. Cenas Educacionais, 4, e12081. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/12081
Seção
Dossiê Temático