Contribuições da residência pedagógica e da escrita autobiográfica na formação de uma professora de física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2022.v7.n21.p324-338

Palavras-chave:

Pesquisa narrativa, Experiências, Autobiografia

Resumo

Elaborar compreensões, a partir da escrita narrativa de uma professora-preceptora, para os modos pelos quais a prática pôde contribuir para seu processo formativo é o objetivo geral deste artigo, cuja questão norteadora foi: de que modo o envolvimento de uma professora-preceptora com o programa de residência pedagógica e seu exercício de escrita autobiográfica podem contribuir para sua formação continuada? Respaldados teórico-metodologicamente na pesquisa narrativa, analisamos fragmentos narrativos de uma professora-preceptora, que tratam de suas vivências e experiências junto ao Programa Residência Pedagógica da Universidade Federal de Uberlândia. A partir da análise narrativa, foi possível compreender que o exercício da escrita era uma dificuldade que, aos poucos, foi sendo superada. Além disso, alguns dos enfrentamentos provocados pela experiência no programa, juntamente com estudos teóricos, escrita e reflexão, contribuíram para que a professora pudesse (re)visitar sua prática docente e promover um processo de transformação (pessoal e profissional)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiana Aparecida Ramos, Universidade Federal de Uberlândia

Mestre em Ensino de Ciências e Matemática, pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Uberlândia, MG. É professora de física da Escola Estadual Prof. José Inácio, em Uberlândia, MG

Ana Cláudia Molina Xavier, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Educação Matemática, pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), campus Rio Claro, São Paulo. É professora Adjunta na Faculdade de Matemática (FAMAT) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em Uberlândia, MG. Membro do Grupo História Oral e Educação Matemática (Ghoem)

Alessandra Riposati Arantes, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP). Professora adjunta no Instituto de Física (INFIS) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). 

Referências

BISHOP, J. L.; VERLEGER, M. A. The Flipped Classroom: A Survey of the Research. In: ASEE ANNUAL CONFERENCE & EXPOSITION, 120., 2013, Atlanta. Anais… local: Washington DC, American Society for Engineering Education, 2013. p. 1-18. Disponível em:. Acesso em: 05 abr. 2015.
CLANDININ, D. J. CONELLY, F. M. Pesquisa narrativa: experiências e história na pesquisa qualitativa. Tradução: Grupo de Pesquisa Narrativa e Educação de Professores ILEEL/UFU. 2ªed. Uberlândia: EDUFU, 2015.
De SOUZA, E. C. Territórios das escritas do eu: pensar a profissão – narrar a vida. Educação, online, v. 34, n.2, p. 213 – 2020, 2011. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/8707. Acesso em: junho de 2022.
FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 17ª Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
FREIRE, P.. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra,1996.
FREIRE, P. Pedagogia da Esperança: reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992. 
GÓMEZ, A. I. P; SACRISTÁN, J. G. Compreender e Transformar o Ensino. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.
JESUS, D. C. C.; TASSONI, E. C. M. Escritas de mim: narrativas e a autoformação docente. EccoS – Rev. Cient., São Paulo, n. 44, p. 225-240, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.5585/eccos.n44.7381. Acesso em: 20/06/2022.
LEITE, L. S. T.; CHALUH, L. N.. Narrativas docentes como reflexão, empoderamento e mudança. Argumentos Pró-Educação, Pouso Alegre, v. 4, n. 10, p. 755-773, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.24280/ape.v4i10.338. Acesso em: 20/06/2022.
MOTTA, T. da C.; BRAGANÇA, I. F. de S. Pesquisa formação: uma opção teórico metodológica de abordagem narrativa (auto)biográfica. Artes de dizer fazer dizer os saberes da experiência. Revista Brasileira De Pesquisa (Auto)biográfica, online, v. 4, n. 12, p. 1034 – 1049, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2019.v4.n12.p1034-1049. Acesso em: 20/06/2022.
OLIVEIRA NETO, B.; PEREIRA, A. G.; PINHEIRO, A. A contribuição do Programa de Residência Pedagógica para o aperfeiçoamento profissional e a formação docente. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 2, n. 2, 1 maio 2020. Disponível em: https://doi.org/10.47149/pemo.v2i2.3669. Acesso em: 20/06/2022.
OLIVEIRA, C. B.; SILVA-FORSBERG, M. C. O uso de narrativas nas pesquisas em formação docente em educação em ciências e matemática. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 22, n. 14867, p. 1-19, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/21172020210102. Acesso em: 20/06/2022.
OLIVEIRA, F. F; VIANNA, D. M; GERBASSI, R. S. Física moderna no ensino médio: o que dizem os professores. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 29, n. 3, p. 447-454, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1806-11172007000300016. Acesso em: 20/06/2022.
OLIVEIRA, L. D. G. de C. Pesquisa narrativa e educação: algumas considerações. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 13., 2017, Curitiba. Anais... Curitiba: Educere, 2017. p. 12146 – 12159.
PAIVA, V. L. M. de O. e. A pesquisa narrativa: uma introdução. Rev. bras. linguist. apl., Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 1 – 5, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1984-63982008000200001. Acesso em: 20/06/2022.
PASSO, E.; BARROS, R. B. de. Por uma política de narratividade. In: PASSO, E.;
KASTRUP, V.; ESCÓSSIA, L. (Org.). Pistas do método da cartografia: pesquisaintervenção e produção de subjetividades. Porto Alegre: Sulina, 2014. p. 151-171.
PASSOS, E.; BARROS, R. B. A cartografia como método de pesquisa-intervenção. In: PASSOS, E.; KASTRUP, V.; ESCÓSSIA, L. da (Org.). Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2014. p. 17-31.
PÉREZ GÓMEZ, Á. I. Funções sociais da escola da reprodução à reconstrução crítica do conhecimento e da experiência. In: SACRISTÁN, J. G.; PÉREZ GÓMEZ, Á.. I. Compreender e transformar e ensino. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. p. 13-26.
RICARDO, E. C.; FREIRE, J. C. A. A concepção dos alunos sobre a física do ensino médio: um estudo exploratório. Revista Brasileira de Ensino de Física, online, v. 29, n. 2, p. 251-266, 2007. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1806-11172007000200010. Acesso em: 20/06/2022.
SAHAGOFF, A. P. Pesquisa narrativa: uma metodologia para compreender a experiência humana. In: SEMANA DE EXTENSÃO, PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, 11., 2015, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: SePesq, 2015. p. 1 – 7.
SARTI, F. M. Parceria intergeracional e formação docente. Educação em Revista [online]. 2009, v. 25, n. 2, pp. 133-152. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-46982009000200006. Epub 28 Set 2009. ISSN 1982-6621. Acesso em: 01/09/2021
SILVA, R. M. O. DA; SITJA, L. M. Q. Narrativas de professoras sobre a pandemia e a educação: um olhar hermenêutico-fenomenológico das experiências docentes. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 5, n. 16, p. 1649-1663, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2020.v5.n16.p1649-1663. Acesso em: 20/06/2022.
SILVA, M. Habitus professoral e habitus estudantil: uma preposição acerca da formação de professores.Educ.Revista/Belo Horizonte/MG,vol.27,n.3/dez.2011. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000300016. Acesso em: 01/09/2021.
STUDART, N. . Inovando a Ensinagem de Física com Metodologias Ativas. Revista do Professor de Física, [S. l.], v. 3, n. 3, p. 1–24, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.26512/rpf.v3i3.28857. Acesso em: 20/06/2022.
VALENTE, José Armando. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em revista, p. 79-97, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-4060.38645. Acesso em: 20/06/2022.
VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.
ZAQUEU-XAVIER, A. C. M.; ROSA, F. M. C. da. Lembranças, reflexões e formações: apontamentos sobre a escrita de memoriais. Revista Brasileira De Pesquisa (Auto)biográfica, online, v. 4, n. 12, p. 1020-1033, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2019.v4.n12.p1020-1033. Acesso em: 20/06/2022.

Downloads

Publicado

2022-11-04

Como Citar

RAMOS, D. A.; XAVIER, A. C. M.; ARANTES, A. R. Contribuições da residência pedagógica e da escrita autobiográfica na formação de uma professora de física. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 7, n. 21, p. 324–338, 2022. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2022.v7.n21.p324-338. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/14623. Acesso em: 19 abr. 2024.