(Auto)biografias de uma professora polivalente: narrativas de vida, trabalho e formação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1140

Palavras-chave:

Narrativa, (Auto)biografia, Formação de profesores, Educação Infantil, Ensino fundamental

Resumo

Este trabalho tem por objetivo investigar como a trajetória de vida acadêmica e profissional constitui os olhares de uma professora. Tem como corpus de análise um relato (auto)biográfico de uma professora (polivalente) formada em Pedagogia a partir da seguinte pergunta: “hoje, com todo conhecimento através dos estudos e da experiência vivida como estudante e como professora, o que você aplicaria para seus alunos e alunas e como os aconselharia fazer diferente baseado nas suas experiências e conhecimento?”. Nas análises, atentou-se para a busca pelos indícios dos fragmentos relatados em acordo com o objetivo elencado e a questão norteadora. A questão levantada e o objetivo proposto permitem inferir que a educação (trans)formadora não é a educação que se baliza pelo sucesso ou fracasso dos educandos, mas pelo processo educativo que está em curso: o que envolve as contradições do saber ou não, do fazer e do aprender. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Azevedo, Universidade Federal de São Carlos

Pedagogia, possui curso de especialização “Da escola pública à Escola Outra: relações com o saber que afetam projetos de vida e do trabalho” pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). É coordenadora pedagógica na Rede Municipal de Ensino de Hortolândia.

Daniel Novaes, Universidade Federal de São Carlos

Doutor em Educação e pós-doutorando em Educação Subjetividade e Cultura pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e em Formação de Professores, Trabalho Docente e Práticas Educativas pela Universidade São Francisco (USF) com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Edital nº 30/2022 do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) no âmbito do Programa Emergencial de Solidariedade Acadêmica. Participa de alguns grupos de pesquisa: Grupo de Pesquisa Relações de Ensino e Trabalho docente (USF); Grupo de Trabalho de Educação Especial da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPed) (GT-15); Grupo de Pesquisa Estado, Políticas Educacionais e Formação de Professores(as) (Epefop) Universidade Estadual de Maringá (UEM) e do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Subjetividade e Cultura (Gepesc-UFSCar). 

Referências

CHARLOT. B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Tradução de Bruno Magne. Porto Alegre: Artmed, 2000.

CHARLOT. B. Da relação com o saber às práticas educativas. Coleção docência em formação: saberes pedagógicos. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

DELORY-MOMBERGER, C. Fundamentos epistemológicos da pesquisa biográfica em educação. Educação em Revista. Belo Horizonte, v. 27, n. 1, p. 333-346, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/xhw4bbpW3HZkPQZhTtWLcbH/. Acesso em: 13 jan. 2023.

DOMINICÉ, P. A formação de adultos confrontada pelo imperativo biográfico. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, p. 345-357, maio/ago. 2006. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/ep/article/view/28014/29805. Acesso em: 13 jan. 2023.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 65. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2020.

MARSIGLIA, A. C. G. A prática pedagógica histórico-crítica na educação infantil e ensino fundamental. Campinas: Autores associados, 2011.

PEREIRA, D. N. G. Por entre olhares, o humano: processos de constituição de uma criança (com autismo) no segundo ano do ensino fundamental. 2022. Tese de doutorado (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação, Universidade São Francisco, Itatiba, 2022.

OLIVEIRA, E. C. de. Prefácio. In: FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 65. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2020.

PORTOCARRERO, V. Instituição escolar e normalização em Foucault e Ganguihem. Educação e Realidade, 29 (1): pag. 169-185. Jan/ 2004. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/25424. Acesso em: 13 jan. 2022.

SAVIANI. D. Escola e democracia. 44. ed. Campinas, SP. Autores associados, 2021.

SOBRAL, A. O ato “responsível”, ou ato ético, em Bakhtin, e a centralidade do agente. Signum: Estudos da Linguagem, v. 11, n. 1, p. 219-235, 2008. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/277794247_O_ato_responsivel_ou_ato_etico_em_Bakhtin_e_a_centralidade_do_agente Acesso em: 21 dez. 2022.

VEIGA-NETO, A. É preciso ir aos porões. Revista Brasileira de Educação, v. 17, n. 50, p. 267-282, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/tqdG7b3B787cXjdYvSfLhhx/ Acesso em: 21 dez. 2022.

VEIGA-NETO, A. Foucault & a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

VEIGA-NETO, A. LOPES, M. C. Para pensar de outros modos a modernidade pedagógica. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, v. 12, n. 1, p. 147-166, jul./dez. 2010. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/846. Acesso em: 13 jan. 2023.

VIGOTSKI, L. S. Manuscrito de 1929. Educação & Sociedade. Ano 21, n. 71, p. 21- 44, 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/hgR8T8mmTkKsNq7TsTK3kfC/ Acesso em: 21 dez. 2022.

VIGOTSKI. L. S. A construção do Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes (p. 194). 2009.

Downloads

Publicado

2023-12-26

Como Citar

AZEVEDO, D.; NOVAES, D. (Auto)biografias de uma professora polivalente: narrativas de vida, trabalho e formação . Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 8, n. 23, p. e1140, 2023. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1140. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/14803. Acesso em: 13 abr. 2024.