PRODUÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS PARA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE AS RELAÇÕES COM OS ANIMAIS DA FAUNA URBANA E SAÚDE

Daiana Kelly Moraes Lisbôa, Islana dos Reis Fonseca, Gabriele Marisco

Resumo


A utilização de metodologias ativas contribui positivamente para a aprendizagem significativa. Os mapas conceituais são esquemas gráficos elaborados para organizar e representar um determinado conhecimento. Eles apresentam conceitos que são ligados entre si por meio de linhas que estabelecem conexões. A elaboração de mapas conceituais por crianças favorece a organização do conhecimento na estrutura cognitiva. O objetivo deste trabalho foi analisar a construção de conhecimento dos estudantes sobre as relações com os animais da fauna urbana e saúde, por meio da produção de mapas conceituais. O trabalho foi desenvolvido em uma escola municipal de Vitória da Conquista, BA, com alunos do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental. Foram realizadas aulas expositivas dialogadas sobre os temas vida animal e zoonoses, e foram elaborados mapas conceituais sobre os assuntos pelos alunos. Os resultados mostraram que o mapa do tipo teia de aranha foi o mais usado, e a partir das informações apresentadas nos mapas conceituais, foi possível observar que os estudantes conseguiram organizar os conhecimentos prévios, assuntos abordados na aula expositiva e estabelecer relações sobre respeito e emoções dos animais da fauna urbana, bem como a influência das zoonoses na saúde humana. Assim, o uso de mapas conceituais como estratégia didática, contribuiu para uma aprendizagem significativa, colocando o aluno como um sujeito ativo na construção de conhecimento.

Palavras-chave


Aprendizagem significativa; metodologias ativas; ensino de ciências

Texto completo:

PDF ♪Áudio♪

Referências


AGUIAR, J. G.; CORREIA, P. R. M. Como fazer bons mapas conceituais? Estabelecendo parâmetros de referências e propondo atividades de treinamento. Revista Brasileira de pesquisa em Educação em Ciências, 13(2), 141-157, 2013.

ANDRADE, L. R. A importância do lúdico na Educação Infantil: um estudo de caso de uma creche pública. 2018. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) Pedagogia à Distância- Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa-PB, 2018. Disponível em: Acesso em: 01/ 02/ 2020.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano, v. 1, 2003.

BALTAZAR, C. et al. Formação de multiplicadores na área de saúde pública e higiene de alimentos. Rev. Ciênc. Ext.v.1, n.1, p.79, 2004.

BORGES, T.S.; ALENCAR, G. Metodologias ativas na promoção da formação crítica do estudante: o uso das metodologias ativas como recurso didático na formação crítica do estudante de ensino superior. Cairu em Revista. n.4, p. 119-143, 2014.

CAMPELO, L. F.; PICONEZ, S. C. B. Os mapas conceituais como metodologia ativa no ensino de geografia. Anais Congresso Internacional de Educação e Tecnologias/ Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância, 2018.

DIESEL, A., BALDEZ, A. L. S.; MARTINS, S. N. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema, 14(1), 268-288, 2017.

FARACO, C. B. Interação humano-animal. Ciência veterinária nos trópicos, v. 11, p. 31-35, 2008.

GALHARDO, L; OLIVEIRA, R, F. Bem-estar animal: um conceito legítimo para peixes. Revista de Etologia, p. 51-61, 2006.

GEMIGNANI, E. Y. M. Y. Formação de professores e metodologias ativas de ensino-aprendizagem: ensinar para a compreensão. Fronteiras da Educação, v. 1, n. 2, 2013.

HEUKELBACH, J.; OLIVEIRA, F. A. S.; FELMEIER, H. Ectoparasitoses e saúde pública: desafios para o controle. Cadernos de Saúde Pública, v. 19, n. 5, p. 1535-1540, set.-out. 2003.

MENDONÇA, C. A. S.; SILVA, A. M.; PALMERO, M. L. R. Uma experiência com mapas conceituais na educação fundamental em uma escola pública municipal. Experiências em Ensino de Ciências, v. 2, n. 2, p. 37-56, 2007.

MENDONÇA, C. A. S.; MOREIRA, M. A. Uma revisão da literatura sobre trabalhos com mapas conceituais no ensino de ciência do pré-escolar às séries iniciais do ensino fundamental. Revista Práxis, v. 4, n. 7, 2012.

MENDONÇA, M.E.F. et al. A terapia assistida por cães no desenvolvimento socioafetivo de crianças com deficiência intelectual. Cad Grad Ciênc Biol Saúde, v.2, p.11-30, 2014.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

MOREIRA, M. A. Mapas conceituais e aprendizagem significativa (concept maps and meaningful learning). Aprendizagem significativa, organizadores prévios, mapas conceituais, digramas V e Unidades de ensino potencialmente significativas, 41, 2012. Disponível em: Acesso em: 20/03/2020.

NOVAK, J. D.; CAÑAS, A. J. A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, v. 5, n. 1, p. 9-29, 2010.

OLIVEIRA, N. A. S. A educação ambiental e a percepção fenomenológica, através de mapas mentais. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 16, 2006.

SÃO PAULO. Prefeitura do município de São Paulo. Secretaria Municipal da Saúde. Gerência de Vigilância Ambiental – Coordenadoria de Vigilância e Saúde. Centro de Controle de Zoonoses. Criando um amigo: manual de prevenção contra agressões por cães e gatos. São Paulo: CCZ, 2004. 30 p. Disponível em: Acesso em: 19/03/2020.

SILVA, A. J. et al. Abandono de cães na América Latina: revisão de literatura. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP, v. 11, n. 2, p. 34-41, 2013.

SILVA, M. R. M.; GELLER, M. O uso de mapas conceituais com crianças: instrumento para aprendizagem de ciências. Anais VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2007.

TAVARES, R. Construindo mapas conceituais. Ciências & Cognição, v.12, p.72-85, 2007.

TORTAJADA, J. F. et al. Introducción: el niño y el medio ambiente. Anales Españoles de Pediatría, v. 56, n. 6, 2002.

VALLA, V. V. Educação, saúde e cidadania: investigação científica e assessoria popular. Cadernos de Saúde Pública, v. 8, n.1, p. 30-40, Jan. /Mar. 1992.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2020 Daiana Kelly Moraes Lisbôa, Islana dos Reis Fonseca, Gabriele Marisco

CONTATO

 Programa de Pós-graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade, Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Avenida Contorno, S/N, Bairro São José, Caetité, Bahia, Brasil

CEP: 46.400-000

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435

e-mail: ceduuneb@gmail.com

ISSN: 2595-4881

REDES SOCIAIS:

 

INDEXAÇÕES INTERNACIONAIS:

                            

INDEXAÇÕES NACIONAIS:

     

REVISTA INTEGRANTE:

    

LINKS DE INTERESSE:

                     

Licença:


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Free counters!