PRESSUPOSTOS PARA EDUCAÇÃO CORPORAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL

Wagner Porto Rego Junior, Rute Estanislava Tolocka

Resumo


Este artigo busca analisar documentos relativos à educação infantil para verificar o que é dito sobre o corpo e como se norteia a educação corporal. Caracterizamos como documental e abordamos documentos legais da área. Os dados mostram a fragmentação do corpo apesar do discurso da totalidade. Portanto, os textos legais que analisamos não apresentam subsídios suficientes para uma educação corporal. Assim, é iminente um melhor encaminhamento dos documentos e a participação de profissionais de Educação Física na Educação Infantil por dispor de elementos essenciais no trato da cultura corporal.

Palavras-chave


Body Education. Early Childhood Education. Physical Education.

Texto completo:

PDF

Referências


AYOUB. E. Reflexões sobre a educação física na educação infantil. Revista Paulista de Educação Física, supl.4, p.53-60, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Curricular Comum. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf

______. Plano Nacional de Educação 2014-2024 [recurso eletrônico]: Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. – Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2014. 86 p. – (Série legislação; n. 125).

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, 2013.

______. Lei nº 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Diário Oficial da União - Seção 1.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. EDUCAÇÃO INFANTIL: Subsídios para construção de uma sistemática de avaliação. Brasília: MEC, SEB, 2012.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasília: MEC, SEB, 2010b.

______. Ministério da Educação. Parecer CNE/CEB nº 20/2009. Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, 2009a.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Política de educação infantil no Brasil: Relatório de avaliação. Brasília: MEC, SEB; Unesco, 2009b.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Indicadores da Qualidade na Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB, 2009c.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Política Nacional de Educação Infantil: pelo direito das crianças de zero a seis anos à educação. Brasília: MEC, SEB, 2006a.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros básicos de infra-estrutura para instituições de educação infantil. Brasília: MEC, SEB, 2006b.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros nacionais de qualidade para a educação infantil/Ministério da Educação. Brasília. DF. v.2; il. 2006c.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros nacionais de qualidade para a educação infantil/Ministério da Educação. Brasília. DF. v.1; il. 2006d.

______. Ministério da Educação. Integração das instituições de educação infantil ao sistema de ensino: um estudo de caso de cinco municípios que assumiram desafios e realizaram e conquistas. – Brasília MEC/SEF, 2002.

______. Lei n° 010172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências.

______. Plano nacional de educação. Brasília: Senado Federal, UNESCO, 2001. 186p.

______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, v.3 1998a.

______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, v.2 1998b.

______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, v.1 1998c.

______. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996.Lei no 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

CAMPOS, M. M. Critérios para um atendimento em creches que respeite os direitos fundamentais das crianças. Brasília: MEC, SEB, 6ª ed. 2009.

FALCO, F.; KOK, M. G. P. A importância do espaço na educação infantil. Instituto Superior de Educação Vera Cruz. 2009. Disponível em: http://www.veracruz.edu.br/cevec_informa/06_2009/doc/monografia_fernanda_%2de_%20falco.pdf>

GATTI, B. A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educação e Sociedade, Campinas. V.31. n. 113, p. 1355-1379, 2010.

GONÇALVES, M. A. S. Sentir, Pensar, Agir: corporeidade e educação. 4ª edição - Campinas - SP: Papirus, 1994.

KISHIMOTO, T. M. Brinquedos e materiais pedagógicos nas escolas infantis. In: Educação e Pesquisa. Revista da Faculdade de Educação da USP, São Paulo. v.27, n.2, jul. dez. 2001. p.229-265.

KRAMER S.; NUNES, M. F. R.; CORSINO, P. Infância e crianças de 6 anos: desafios das transições na Educação Infantil e no Ensino Fundamental. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.37, n.1, 220p. 69-85, jan./abr. 2011.

MAUÉS, O. C. Reformas internacionais da educação e formação de professores. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n.118, p.89-117, mar. 2003.

OLIVEIRA, N. R. C. O ESPAÇO DO “CORPO” NA EDUCAÇÃO DA INFÂNCIA. Conexões, v. 6, n. 1, 2008, p. 1-13. Disponível em http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/viewFile/207/163

ORLANDI, E. P. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 10ª Edição. Campinas – SP – Pontes 2012.

SAVIANI, D. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, v.14, n 40, p. 143-155, 2009.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho científico. 23.ed rev. e atual. – São Paulo, Cortez, 2007.

VAZ, C. A. F.; TAVARES, H. M. A importância da Linguagem Corporal na Educação Infantil. Revista da Católica, v. 2, n. 4, s.p., 2010. Disponível em: http://www.catolicaonline.com.br/revistadacatolica/artigosn4v2/17pedagogia.pdf


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Cenas Educacionais

CONTATO

 Programa de Pós-graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade, Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Avenida Contorno, S/N, Bairro São José, Caetité, Bahia, Brasil

CEP: 46.400-000

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435

e-mail: ceduuneb@gmail.com

ISSN: 2595-4881

REDES SOCIAIS:

INDEXAÇÕES INTERNACIONAIS:

             

           

INDEXAÇÕES NACIONAIS:

    

REVISTA INTEGRANTE:

    

LINKS DE INTERESSE:

                     

Licença:

 Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Free counters!