CONCEPÇÕES DE INTERDISCIPLINARIDADE NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: UMA ANÁLISE DOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DOS CURSOS DE BACHARELADO INTERDISCIPLINAR DA UFBA

Luiza Olivia Lacerda Ramos, Rosilda Arruda Ferreira

Resumo


O presente estudo demonstra as concepções de interdisciplinaridade no projeto de universidade brasileira e na formação dos estudantes, tendo como foco a maneira como os conceitos de interdisciplinaridade foram sendo apropriados e ganharam materialidade nos projetos pedagógicos dos Bacharelados Interdisciplinares da Universidade Federal da Bahia – UFBA. Assim, este trabalho pretende proporcionar uma análise qualitativa dos aspectos relevantes quanto ao tema interdisciplinaridade, num enfoque voltado para as questões inerentes ao papel da universidade brasileira na formação de indivíduos preparados para atenderem às necessidades e inquietações do mundo do trabalho atual, numa perspectiva de economia globalizada. O estudo fundamentou-se em Almeida Filho e Santos (2008); Fazenda (2000, 2008 e 2011); Pombo (1992, 2004a, 2004b, 2008 e 2011), Klein (1996, 1998, 2010 e 2014), Lima, Azevendo e Catani (2008); Morosini (2006) e UFBA, (2008), bem como da análise documental dos Projetos Pedagógicos dos Bacharelados Interdisciplinares da UFBA.  Os resultados, embora demonstrem alguns avanços no setor educacional brasileiro, tais como inovação curricular e flexibilidade, abrindo possibilidades para uma reorganização curricular numa perspectiva do modelo da interdisciplinaridade, apontam fragilidades nos documentos orientadores para uma formação de natureza interdisciplinar, vez que não enfatizam os elementos essenciais da interdisciplinaridade.


Palavras-chave


Universidade. Formação. Interdisciplinaridade. Bacharelado Interdisciplinar.

Texto completo:

PDF ♪Áudio♪

Referências


ALMEIDA FILHO, N. de. Universidade Nova: textos críticos e esperançosos. Brasília: Editora Universidade de Brasília, Salvador: EDUFBA, 2007.

ALMEIDA FILHO, N. de.; COUTINHO, D. Nova arquitetura curricular na Universidade brasileira. Cienc. Cult., São Paulo, v.63, n.1, Jan. 2011. p. 4-5.Disponível em:

&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 08 out 2018.

BOFF, L. A águia e a galinha: Uma metáfora da condição humana. Petrópolis: Vozes, 1997.

DEMO, P. Metodologia do Conhecimento Científico. São Paulo: Atlas, 2000.

ETGES, N. J. Ciência, interdisciplinaridade e educação. In Ari P. J. & BIANCHETTI, L. (Orgs.). Interdisciplinaridade: Para além da filosofia do sujeito. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2000. p.

-84.

FAZENDA, I. C. A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. 6. ed. Campinas: Papirus, 2000.

FAZENDA, I. C. A. Integração e Interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia? 6. ed. São Paulo: Loyola, 2011.

FAZENDA, I. C. A. (Org.). O Que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez, 2008.

GUSDORF, G. Conhecimento Interdisciplinar. In: POMBO, O.; GUIMARÃES, H. M.; LEVY, T. (Org.). Antologia I. Porto: Campo das Letras, 1990. p. 9-40.

JAPIASSU, H. Ciências: questões impertinentes. Aparecida, SP: Ideias & Letras, 2011. (Coleção Filosofia e História da Ciência).

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro, Imago, 1976.

KLEIN, J. T. Interdisciplinarity: An Overview by Julie Thompson Klein. Videoconferência First Global Conference on Research Integration and Implementation: Linking networks,

taking stock, planning for the future, 8-11 September 2013. Publicado em 2 de out de 2014. Duração: 32’07’’. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=pKTi3ZPHEE0. Acesso em: 20 set. 2018.

KLEIN, J. T. A taxonomy of interdisciplinarity. In: FRODEMAN, R. (Ed.). The oxford handbook of interdisciplinarity. New York Oxford University Press. 2010. p. 15-30.

KLEIN, J. T. Ensino interdisciplinar: didática e teoria. In FAZENDA, Ivani (Org.) Didática e Interdisciplinaridade. São Paulo: Papirus, 1998.

LIMA, L. C.; AZEVEDO, M. L. N de e CATANI, A. M. O Processo de Bolonha, a avaliação da Educação Superior e algumas considerações sobre a Universidade Nova. Avaliação, Campinas, Sorocaba, v.13, n.1, p.7-36, mar. 2008. Disponível em:

. Acesso em: 10 out. 2018.

MORIN, E. Os sete Saberes Necessários à Educação do Futuro. 3. ed. São Paulo: Cortez, Brasília, DF: UNESCO, 2001.

MOROSINI, M. (org.). A universidade no Brasil: concepções e modelos. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2006. Disponível em:

AD06AA80565692FF%7D_LIVRO%20UNIVERSIDADES%20COMPLETO.pdf>. Acesso em: 27 set. 2018.

MUELLER, R. R.; BIANCHETTI, L. JANTSCH A. P. Interdisciplinaridade, Pesquisa e Formação de Trabalhadores: As interações entre o mundo do trabalho e o da educação. Educação, Sociedade & Culturas, nº 27, 2008, 175-191. Disponível em:

. Acesso em: 10 out. de 2018.

POMBO, O. A Interdisciplinaridade: reflexão e experiência. Lisboa: Texto Editora, 1992.

POMBO, O. Epistemologia da Interdisciplinaridade. In: PIMENTA, Carlos (Org.). Interdisciplinaridade, Humanismo, Universidade. Porto: Campo das Letras, 2004a. p. 93-124.

POMBO, O. Interdisciplinaridade: ambições e limites. Lisboa: Relógio D’Água Editores, 2004b.

POMBO, O. Unidade da Ciência. O regresso de uma ideia. In: TRINDADE, V. M.; TRINDADE M. de N.; CANDEIAS A. A. (Orgs). A Unicidade do Conhecimento. Coimbra: Quarteto editora,

p. 49-65.

POMBO, O. Unidade da Ciência. Programas, Figuras e Metáforas. Lisboa: Gradiva, CFCUL, 2011.

RAMOS, L. O. L. O lugar da interdisciplinaridade na educação superior: uma análise dos projetos pedagógicos dos cursos de bacharelado interdisciplinar da UFBA. 280 f. il. 2016. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016.

SÁ, P. e PAIXÃO, F. Contributos para a clarificação do conceito de competência numa persepctiva integrada e sistêmica. Revista Portuguesa de Educação, v.26, n.1, p.87-114, 2013.

SANTOMÉ, J. T. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

SOMMERMAN, A. Formação e transdisciplinaridade: uma pesquisa sobre as emergências formativas do CETRAN. Dissertação (Mestrado). Universidade Nova de Lisboa, 2003.

TRINDADE, D. F. Interdisciplinaridade: Um novo olhar sobre a ciência. In: FAZENDA, Ivani (org.) O Que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez, 2008, p. 65-83.

UNESCO. Educação superior: reforma, mudança e internacionalização. Anais. Brasília: UNESCO Brasil, SESU, 2003.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Pró-reitora de Ensino de Graduação. Projeto Pedagógico dos Bacharelados Interdisciplinares. 2008. Disponível em:

. Acesso em: 01 out. 2018.

______. Projeto Pedagógico do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde. 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2018.

______. Projeto Pedagógico do Bacharelado Interdisciplinar em Artes. 2010a. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2018.

______. Projeto Pedagógico do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades. 2010b. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2018.

______. Projeto Pedagógico do Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia. 2010c. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2018 Cenas Educacionais

CONTATO

 Programa de Pós-graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade, Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Avenida Contorno, S/N, Bairro São José, Caetité, Bahia, Brasil

CEP: 46.400-000

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435

e-mail: ceduuneb@gmail.com

ISSN: 2595-4881

REDES SOCIAIS:

 

INDEXAÇÕES INTERNACIONAIS:

                            

INDEXAÇÕES NACIONAIS:

     

REVISTA INTEGRANTE:

    

LINKS DE INTERESSE:

                     

Licença:


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Free counters!