O PROJETO DE ENSINO MÉDIO À LUZ DE PAULO FREIRE: A POLÍTICA COMO RESTRIÇÃO DA DIVERSIDADE E DA INCLUSÃO

Palavras-chave: Diversidade, Ensino Médio, Inclusão Social, Paulo Freire

Resumo

Este estudo analisa as políticas nacionais para o Ensino Médio à luz de Paulo Freire a partir da(s) obra(s) Educação como prática da liberdade, Pedagogia da autonomia e Pedagogia do oprimido. Discute a importância de compreender a diversidade e a inclusão como premissas para a formulação das políticas públicas, em especial as de educação. Apesar da relevância dessa perspectiva à cidadania, observa-se que o projeto de educação para a etapa não tem comportado uma razão dialética e democrática em sua construção, estabelecendo uma relação autoritária e carente de sentido público, na qual a inclusão é realizada pelo consumo e a diversidade é sinônimo de flexibilidade ao mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Garcia Campos, Doutorando em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Brasil

Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Coordenador de Projetos Educacionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial/São Paulo e Professor de Pós-Graduação Lato Sensu na Faculdade Galileu de Botucatu. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação em Regimes de Privação da Liberdade e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Justiça Social.

Mateus Saraiva, Pós-doutorando em Políticas Educacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Integrante do Núcleo de Estudos de Política e Gestão da Educação; do Grupo de Estudos em Políticas Públicas para o Ensino Médio; e do Grupo do Cecampe-Sul e o Observatório do Ensino Médio.

Referências

ALBUQUERQUE, E. F. de A. R. et al. Mudança no ensino médio no Brasil atual. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v.2, n.19, p.e9031, 2020. https://doi.org/10.15628/rbept.2020.9031

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. de. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. B. Tec. Senac, v.39, n.2, p.48-67, 2013.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Diário Oficial da União, 5 de outubro de 1988.

BRASIL. Decreto n° 5.622, de 19 de dezembro de 2005, regulamenta o art. 80 da Lei n° 9.394, de 20 dezembro de 1996 (LDB). Brasília: MEC, 2005.

BRASIL. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 09 set. 2021.

BRASIL. Lei n. 13.415. Brasília, 16 fev. 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13415.htm. Acesso em: 10 set. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ensino Médio. Brasília: MEC. Versão entregue ao CNE em 03 de abril de 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site.pdf. Acesso em: 04 set. 2021.

BRAUN, V.; CLARKE, V. Using thematic analysis in psychology. Qualitative Research, v.3, n.2, p.77-101, 2006.

COSTA, G. L. M. O ensino médio no Brasil: desafios à matrícula e ao trabalho docente. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v.94, n.236, p.185-210, 2013.

DEL PINO, M. A. B. et al. A exclusão escolar nos anos iniciais: a passagem do ensino fundamental de oito para nove anos. In: IX ANPEd Sul - Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul, 2012, Caxias do Sul. IX ANPEd Sul - Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul. v. 1. p. 1-16. Caxias do Sul: Editora Universitária UCS, 2012.

FERRETI, C. J.; SILVA, M. R. da. Reforma do ensino médio no contexto da medida provisória n°746/2016: Estado, currículo e disputas por hegemonia. Educação & Sociedade, v.38, n.139, p.385-404, 2017. https://doi.org/10.1590/ES0101-73302017176607

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 28 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 44 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 50 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP, n.100, p.33-46, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i100p33-46. Acesso em: 19 out. 2021.

GRAMSCI, A. Os intelectuais; O princípio educativo; Jornalismo. In: Gramsci, Antonio. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000. v. 2.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed: 2010.

JUNQUEIRA, V. H.; BEZERRA, M. C. dos S. Trabalho e educação: o currículo da rede estadual paulista no contexto da reestruturação produtiva do capital. Revista HISTEDBR On-line, v.14, n.57, p.291-310, 2014. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640416. Acesso em: 20 out. 2021.

KRAWCZYK, N. Reflexão sobre alguns desafios do ensino médio no Brasil hoje. Cadernos de Pesquisa, v. 41, n.144, p. 754-771, 2011.

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. 2 ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MILLIORIN, S. A.; DA SILVA, M. R. Mundo do trabalho, políticas educacionais e o direito à educação: o Ensino Médio Integrado nos Institutos Federais. Retratos da Escola, v.14, n.30, p.656-668, 2021.

NASCIMENTO, M. I. M.; NASCIMENTO, M. N. M. A escola pública: considerações a partir da divisão social do trabalho. Revista HISTEDBR On-line, v.9, n.34, p.223–233, 2012. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639590. Acesso em: 05 set. 2021.

OLIVEIRA, I. B. Pedagogia do conflito: escola e democracia sob as lentes da sociologia das ausências. In: FREITAS, Ana Lucia Souza de; MORAES, Salete Campos. Contra o desperdício da experiência: a pedagogia do conflito revisitada. Porto Alegre: Redes Ed., 2009. p. 15-40.

PEREIRA, M. S. F. Apresentação do Dossiê - Políticas de Avaliação Externa e a Questão da Qualidade da Educação no Brasil. Revista Educação E Políticas Em Debate, v.9, n.2, p.260-274, 2020. https://doi.org/10.14393/REPOD-v9n2a2020-56038

SANTOS, R. B. dos; SANTOS JUNIOR, O. G. dos; ALMEIDA FERREIRA, M. P. de. Reforma do Ensino Médio e a Educação Física: um abismo para o futuro. Motrivivência, v. 29, n. 52, p. 38-52, 2017.

SILVA, L. G. M. da; FEREIRA, T. J. O papel da escola e suas demandas sociais. Projeção e docência, v.5, n.2, p.7- 10, 2014.

SILVA, R. da; SOUZA NETO, J. C. de; PINI, F. R. de O. Ciência da Delinquência: o olhar da USP sobre o ato infracional, o infrator, às medidas socioeducativas e suas práticas. São Paulo: Expressão & Arte, 2014. v. 1. 304p.

SILVA, T. T. da. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

Publicado
2022-02-04
Métricas
  • Visualizações do Artigo 77
  • ♪Áudio do resumo♪ downloads: 1
Como Citar
Campos, R. G., & Saraiva, M. (2022). O PROJETO DE ENSINO MÉDIO À LUZ DE PAULO FREIRE: A POLÍTICA COMO RESTRIÇÃO DA DIVERSIDADE E DA INCLUSÃO. Cenas Educacionais, 5, e13068. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/13068
Seção
Dossiê Temático - PRÁTICAS/REFLEXÕES PEDAGÓGICAS FREIREANAS