O CASO DA OFICINA PEDAGÓGICA UMA PROPOSTA DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E O ENSINO DE CIÊNCIAS PARA CRIANÇAS AUTISTAS E NÃO AUTISTAS

Palavras-chave: Alimentação saudável, Autismo, Ensino, Inclusão, Saúde

Resumo

Apesar das discussões acerca de educação inclusiva, sabe-se da carência de sua empregabilidade nas escolas, principalmente no que tange à inclusão de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), uma condição caracterizada, principalmente, por dificuldades na comunicação, na interação social e na manutenção de comportamentos e interesses restritos. Além disso, indica-se que muitas pessoas autistas possuem seletividade alimentar. Diante disso, buscou-se investigar possibilidades de inclusão de crianças autistas no ensino remoto por meio de uma oficina pedagógica sobre alimentação saudável, explorando, para isso, a utilização de receitas culinárias, desafios alimentares e vídeos infantis. Buscou-se conhecer o que as crianças entendiam sobre alimentação saudável, o que costumavam ingerir nas refeições, e também, se houveram mudanças em seu entendimento sobre alimentação saudável. A pesquisa possui abordagem qualitativa, tratando-se de um estudo de caso, e a coleta de dados foi realizada por meio de anotações de observação participante, produções das crianças e questionários aplicados no início e ao final da oficina. Os resultados mostraram que a oficina alimentação de saudável se mostrou um instrumento educacional favorável para auxiliar as crianças participantes na construção do conhecimento sobre alimentação saudável, incluindo as crianças autistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Soares Lemos Shaw, Professora na Universidade Federal do Vale do São Francisco - Brasil

Doutora em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Líder do Núcleo de Pesquisa Educação em Ciências 

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução: Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Lei nº 10.764, de 27 de dezembro de 2012. Institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista; e altera o § 3º do art. 98 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 2012.

CARVALHO, S. DA S.; SHAW, G. S. L. Relação entre família, escola e especialistas no processo de inclusão escolar de crianças autistas no município de Campo Formoso/BA. Cenas Educacionais, v. 4, p. e11868, 15 jun. 2021.

CERMAK, S. A.; CURTIN, C.; BANINI, L. G. Food selectivity and sensorysensitivity in children with autism spectrum disorders. Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, v. 110, n. 238, p. 238-246, 2010.

CHEROBINI, L.; NOVELLO, T. Educação Ambiental e alimentação saudável: o despertar de hábitos na educação infantil. Revista Eletrônica Científica Da UERGS, v. 4, n. 5, p. 669-684, 2018.

DE FIGUEIREDO, S. M. et al. Oficinas de culinária: método educativo de alimentação saudável. 2014.

KRINGEL, A. L. et al. Oficina de alimentação saudável em escolas públicas: relato de dois casos. Expressa Extensão, v. 21, n. 1, p. 42-53, 2016.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

MOREIRA, M. A. Metodologias de pesquisa em ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2011.

OOI, K. L. et al. A meta-synthesis on parenting a child with autism. Neuropsychiatric disease and treatment, v. 12, p. 745, 2016.

SILVA NETO, A. de O. et al. Educação inclusiva: uma escola para todos. Revista Educação Especial, v. 31, n. 60, p. 81-92, 2018.

POSARA, A.; VISCONTI, P. Sensory abnormalities in children with autism spectrum disorder. Jornal de Pediatria, (Rio J.) v. 94, n. 4, Porto Alegre, July/Aug, 2018.

PRODANOV, C. C.; DE FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2ª Edição. Editora Feevale, 2013.

RODRIGUES, A. S.; CRUZ, L. H. C. Desafios da inclusão de alunos com transtorno do espectro autista (TEA) no ensino de Ciências e Biologia. Revista Eletrônica Pesquiseduca, v. 11, n. 25, p. 413-425, 2020.

XAVIER, M. F.; SILVA, B. Y. D.; RODRIGUES, P. A. A. Ensino de Ciências inclusivo para alunos com Transtorno do Espectro Autista e o uso de Sequências Didáticas. Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), v. 11, p. 1-12, 2017.

Publicado
2021-10-13
Métricas
  • Visualizações do Artigo 148
  • ♪Áudio♪ downloads: 8
Como Citar
dos Santos, F. B., Lima, G. B., Sacramento, I. S. S., & Shaw, G. S. L. (2021). O CASO DA OFICINA PEDAGÓGICA UMA PROPOSTA DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E O ENSINO DE CIÊNCIAS PARA CRIANÇAS AUTISTAS E NÃO AUTISTAS. Cenas Educacionais, 4, e11822. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/11822
Seção
Dossiê Temático ENSINO/EDUCAÇÃO E/EM SAÚDE