MULHERES COMO (RE)EXISTÊNCIA EM SUAS PRÓPRIAS REALIDADES: UMA INTERSECÇÃO COM A MEMÓRIA E SUAS RELAÇÕES COM O SABER

Palavras-chave: Relação com o saber, Autobiografia, Mulheres, Professoras

Resumo

Apresentar uma discussão analítica sobre a relação com o saber de mulheres e professoras é o objetivo desse texto. Foi utilizado a entrevista narrativa como dispositivo de escuta para materializar as narrativas autobiográficas das colaboradoras do estudo. São quatro vozes que auxiliaram nas composições analíticas, professoras que atuam há mais de dez anos na Educação Básica no munícipio de São Paulo – SP. A base teórica do estudo é a Teoria da Relação com o Saber de Bernard Charlot. Com as narrativas e aprofundamentos analíticos foi possível desvelar que a relação com o saber de mulheres e professoras perpassa os modos de ser e estar na profissão, na construção de suas identidades docentes, nas mobilizações que realizam e nos sentidos que atribuem ao trabalho e em suas práticas na escola atual. Lembrar e narrar possibilitou para essas quatro mulheres um momento de reflexão sobre si mesmas e dos seus lugares em seus tempos próprios, evidenciando também tensões essenciais da vida de mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Naiara Chierici Rocha, Professora na rede privada de educação no município de Salvador - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista.

Referências

ALMEIDA, J. S. Mulher e educação: a paixão pelo possível. São Paulo: UNESP, 1998.

BOLÍVAR, A. Dimensiones epistemológicas y metodológicas de la investigación (auto)biográfica. In: ABRAHÃO, M. H. M. B.; PASSEGGI, M. C. (orgs.). Dimensões epistemológicas e metodológicas da pesquisa (auto)biográfica. Tomo I. Natal: EDUFRN; Porto Alegre: EDIPUCRS; Salvador: EDUNEB, 2012. (Coleção Pesquisa (Auto)Biográfica: temas transversais). p. 27-69.

BOTTOMORE, T. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

CHAMON, M. Trajetória de feminização do magistério: ambiguidades e conflitos. Belo Horizonte: Autêntica/FCH-FUMEC, 2005.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

CHARLOT, B. Relação com o saber, formação dos professores e Globalização: questões para educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005.

DEL PRIORE, M. Ao sul do corpo: condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil colônia. Rio de Janeiro: José Olympio; Brasília: Edunb, 1993.

GALVÃO, A. M. O.; LOPES, E. M. T. Território plural: a pesquisa em história da educação. São Paulo: Ática, 2010.

HOOKS, B. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. 2.ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2017.

JOVCHELOVITCH, S.; BAUER, M. W. Entrevista narrativa. In: BAUER, M. W. GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis: Vozes, 2002.

MIGUEL, L. F.; BIROLI, F. Feminismo e política: uma introdução. São Paulo: Boitempo, 2014.

MIGUEL, L. F. A igualdade e a diferença. In: MIGUEL, L. F.; BIROLI, F. Feminismo e política: uma introdução. São Paulo: Boitempo, 2014.

NÓVOA, A. Le temps des professeurs: analyse socio-historique de la profession enseignante au Portugal (XVIIIª-XXª siècle). v. 1-2. Lisboa: Instituto Nacional de Investigação Científica, 1987.

NÓVOA, A. Os professores e as histórias de sua vida. In: NÓVOA, António (org.). Vidas de professores. 2 ed. Porto: Porto, 2007. p. 11-30.

SCHÜTZE, F. Pesquisa biográfica e entrevista narrativa. In: WELLER, W.; PFAFF, N. (Org.). Metodologias da pesquisa qualitativa em educação: teoria e prática. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2011. p. 210-222.

SOUZA, V. L. História de vida e narrativa como possibilidades da escuta de si. 2016, 204f. Tese. Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual Paulista. Presidente Prudente/SP.

Publicado
2022-01-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 124
  • ♪Áudio do resumo♪ downloads: 36
Como Citar
Rocha, N. C. (2022). MULHERES COMO (RE)EXISTÊNCIA EM SUAS PRÓPRIAS REALIDADES: UMA INTERSECÇÃO COM A MEMÓRIA E SUAS RELAÇÕES COM O SABER. Cenas Educacionais, 5, e11503. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/11503
Seção
Dossiê temático - INTERSECCIONALIDADES ÉTNICO-RACIAIS, DE GÊNERO E RELAÇÃO COM O