CORPO, CULTURA E ADOLESCÊNCIA: ESTUDO SOBRE A AUTOESTIMA A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS VIVIDAS DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE ARACAJU-SE

Resumo

Essa pesquisa teve como propósito a descrição das influências do contexto escolar na autoestima de alunos do Ensino Médio de diferentes escolas de Aracaju, a partir das narrativas sobre a corporeidade. Trata-se de um estudo que busca aproximar as contribuições da fenomenologia para o campo educacional, envolvendo as vivências corporais, as relações intersubjetivas e a manifestação da autoestima na corporeidade do adolescente. Utilizamos como base de sustentação teórica os fundamentos da perspectiva fenomenológica de Merleau-Ponty, que busca a compreensão do ser humano em sua unidade. A pesquisa foi desenvolvida em duas instituições escolares de Aracaju, uma Escola Pública Estadual e outra Escola da Rede Particular de Ensino. Foi utilizada a abordagem qualitativa da pesquisa, tendo em vista que a sua principal característica é o saber descritivo que proporciona a interpretação de um contexto, assim como a descoberta de novos elementos que possam emergir durante o processo. Utilizamos como recurso metodológico entrevistas semiestruturadas do tipo grupo focal, nas quais, por meio da ampliação do objetivo,  foi possível contextualizar ainda mais os dados coletados e estabelecer uma interação maior entre investigados. Portanto, através das entrevistas, foi possível compreender que a escola é um local de múltiplas experiências corporais que atuam diretamente na percepção de mundo do adolescente.  Os relatos dos adolescentes, gerados pelas discussões durante a realização do grupo focal, revelaram que as vivências corporais e as relações intersubjetivas proporcionam uma grande relevância em sua corporeidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Markus de Lima Silva, Professor na rede Estadual de Educação de Sergipe (SEED) e Municipal de Estância (SEME).
Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe. Integrante do Grupo de Pesquisa INTERAÇÂO - Formação e Atuação de Educadores (UFS)
Luiz Anselmo Menezes Santos, Professor no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe.
Doutor em Educação pela Universidade Federal de Sergipe. Coordenador do grupo de pesquisa Formação e Atuação de Educadores - INTERAÇÃO. 

Referências

CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Corpo, motricidade e subjetividade em Merleau-Ponty. In: CAMINHA, Iraquitan de Oliveira (Org.). Merleau-Ponty em João Pessoa. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2012. p.39-47.

CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Escritos diversos no universo do corpo, educação, psicanálise e filosofia. LiberArs, 2015.

DARWICH, Rosangela Araujo; GARCIA, Maria Lúcia Dias Gaspar. Adolescentes em contexto escolar: uma ponte entre relações de gênero e relações sociais. Anais: Seminário Internacional Fazendo Gênero. Florianópolis, 2017.

DEL CIAMPO, Luiz Antônio; DEL CIAMPO, Ieda Regina Lopez. Adolescência e imagem corporal. Adolescência e Saúde, v.7, n.4, p.55-59, 2010.

GONDIM, Sônia Maria Guedes. Grupos focais como técnica de investigação qualitativa: desafios metodológicos. Paideia, v.12, n.24, p.149-161, 2003.

JOSGRILBERG, Fabio Botelho. A fenomenologia de Maurice Merleau-Ponty e a pesquisa em comunicação. Fronteiras-estudos midiáticos, v.8, n.3, p.223-232, 2006.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Rio de Janeiro: EPU, 2013.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Trad. de Carlos Alberto Ribeiro de Moura. 4 ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.

MOSQUERA. J. J. M; Stobaus C. D. Auto-imagem, auto-estima e auto-realização: qualidade de vida na universidade. Psicologia, Saúde e Doença, v.7, n.1, p.83-88, 2006.

NÓBREGA, Terezinha Petrucia da. Qual o lugar do corpo na educação? Notas sobre conhecimento, processos cognitivos e currículo. Educação e Sociedade, v.26, n.91, p.599-615. Maio/Ago 2005.

REZENDE, Antonio. Concepção fenomenológica da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

SANTOS, Luiz Anselmo Menezes. O corpo próprio como princípio educativo a partir da perspectiva fenomenológica de Merleau-Ponty. Curitiba: Appris, 2016.

Publicado
2019-12-31
Métricas
  • Visualizações do Artigo 260
  • ♪Áudio♪ downloads: 3
Como Citar
Silva, M. de L., & Santos, L. A. M. (2019). CORPO, CULTURA E ADOLESCÊNCIA: ESTUDO SOBRE A AUTOESTIMA A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS VIVIDAS DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE ARACAJU-SE. Cenas Educacionais, 2(2), 42-60. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/8020
Seção
Dossiê temático