METODOLOGIA DO ENSINO DE LUTAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA (UEFS)

Palavras-chave: Formação, Educação Física, Lutas Corporais

Resumo

O que agora apresentamos é um relato de experiência de um processo de formação profissional em Licenciatura em Educação Física, tendo como componente curricular específico aquele que trata das lutas corporais: Metodologia do Ensino de Lutas. Experiência em desenvolvimento no curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS. O objetivo do presente relato é apresentar aos/às interessados/as na temática uma forma, dentre tantas possíveis, de formação que trate do referido conteúdo. Objetiva, portanto, além de servir como exemplo, ser objeto de necessária crítica. Apresentamos um resumo histórico que nos permite ter uma rápida leitura da criação e consolidação desse componente. Expomos, também, os pressupostos da disciplina (problemática, objetivos e avaliação), bem como sua lógica, ou seja, sua forma de organização (experimentos práticos e debates teóricos subjacentes). Com o exemplo de instrumentalização que agora expomos, objetiva-se que professores e professoras (em formação) sejam capazes de alcançar ao final da disciplina a capacidade de formular abstratamente uma síntese sobre as lutas, bem como se apropriem de formas didáticas pertinentes à socialização pedagógica dessa atividade humana.

Palavras-chaves: Formação em Educação Física; Lutas Corporais.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elson Moura Dias Junior, Doutorando em Educação pela Universidade Federal da Bahia - Brasil

Mestre em Educação. Professor na Universidade Estadual de Feira de Santana. 

Referências

ANTUNES, Marcelo Moreira. Introdução ao shuaijiao: teoria e prática. São Paulo: Phorte Editora, 2014.

ARAUJO, Benedito Carlos Libório Caires. As armas da crítica à crítica das armas: o trato com o conhecimento da categoria luta corporal no currículo de formação de professores de educação física da UFS. Tese (doutorado em educação), Universidade Federal de Sergipe. São Cristóvão, 2015.

ASSIS, Sávio. Reinventando o esporte: possibilidades da prática pedagógica. 2 ed. Campinas, SP: Editora Autores Associados, 2005.

BRACHT, Valter. Sociologia crítica do esporte: uma introdução. 3 ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2005.

BREDA, Mauro et al. Pedagogia do esporte aplicada às lutas. São Paulo: Phorte, 2010.

BUENO, SILVA. Minidicionário da língua portuguesa. São Paulo: FTD, 2000.

CARTAXO, Carlos Alberto. Jogos de Combate: Atividades recreativas e psicomotoras: teoria e prática. Petrópolis: Editora Vozes, 2013.

CARVALHO, Mauri de. Judô: ética e educação: em busca dos princípios perdidos. Vitoria: EDUFES, 2007.

CASTELLANI FILHO, Lino [et al.]. Metodologia do Ensino de Educação Física. 2 ed. rev. São Paulo: Cortez, 2009.

DE SOUZA, Gustavo Lopes Pires. Os atos violentos nas lutas de UFC: Exercício regular de direito. In: IMDD. Direito esportivo e esporte: temas selecionados – Volume III. Salvador: Ômnira, 2012.

DEL-CAMPO, Eduardo Roberto Alcântara. Enciclopédia Jurídica da PUCSP, Tomo Direito Penal, Edição 1 (agosto de 2020), Armas. Disponível em: https://enciclopediajuridica.pucsp.br/verbete/412/edicao-1/armas. Acesso em 05 de maio de 2021.

DUARTE, Newton. A Individualidade para-si: contribuição a uma teoria histórico-critica da formação do indivíduo. 2 ed. Campinas: Autores Associados, 2009.

ENGESL, Friedrich. A Origem da Família, da propriedade privada e do Estado. São Paulo: Centauro, 2002.

FONTES, Virgínia. Reflexões im-pertinentes: história e capitalismo contemporâneo. Rio de Janeiro: Bom Texto, 2005.

FUNAKOSHI, Gichin. Karatê-Dô Kyõhan: o texto mestre. São Paulo: Cultirx, 2014.

GAMBOA, Silvio Sánchez. Projeto de pesquisa, fundamentos lógicos: a dialética entre perguntas e respostas. Chapecó: Editora Argos, 2013.

HILDEBRANDT. Reiner. Textos pedagógicos sobre o ensino da educação física. 3 ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2005.

KANO, Jigoro. Judô Kodokan. São Paulo: Editora Cultrix, 2008.

LICHTENSTEIN, Kobi. Krav Magá: a filosofia da defesa israelense. Rio de Janeiro: Imago, 2006.

LISE, Riqueldi Straub. Cerceamentos, coerções e esportividade no Ultimate Fighting Championship (UFC). 280 p. 2018. Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Educação Física. 2018.

LLOYD, Christopher. O QUE ACONTECEU NA TERRA? A história do planeta, da vida e das civilizações, do Big Bang até hoje. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2008.

MARX, Karl. O Capital: critica da economia política. 27 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

REID, Howard; CROUCHER, Michael. O caminho do guerreiro. São Paulo: Cultrix, 1983.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-crítica: primeiras aproximações. 9 ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

UESHIBA, Morihei. Budô: ensinamentos do fundador do Aikidô. 3 ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Projeto político pedagógico do curso de graduação em licenciatura em educação física, 2018. Disponível em: http://www.educacaofisica.uefs.br/arquivos/File/PPPEDUCFISICA.pdf. Acesso em 01 de junho de 2021.

VIRGÍLIO, Stanlei. Conde Koma: o invencível yondan da história. 2 ed. Campinas: Editora Átomo, 2017.

Publicado
2021-11-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 326
  • ♪Áudio♪ downloads: 3
Como Citar
Dias Junior, E. M. (2021). METODOLOGIA DO ENSINO DE LUTAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA (UEFS). Cenas Educacionais, 4, e12133. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/12133
Seção
Dossiê Temático