Educação e idealismo “Eu Amo Minha Tarefa como Educador/a!!!”

Palavras-chave: Trabalho, Educação, Emancipação

Resumo

O presente texto apresenta os aspectos preeminentes dos sentidos do trabalho para os educadores na contemporaneidade, destacando os impactos das condições adversas no desenvolvimento do trabalho para a saúde do trabalhador. Com isso, objetiva refletir sobre a natureza atual do sentido da atividade educativa, especialmente sobre a intenção e o gesto, isto é, entre o que os educadores intencionam e o que acontece na realidade. Problematiza as categorias de desenvolvimento pleno da pessoa, cidadania e qualificação para o trabalho, buscando trazer à luz o sentido oculto, o solo social que as produzem e os interesses sociais a elas conectados. O texto apresenta uma abordagem qualitativa e recorre a fontes bibliográficas e documentais como subsídios para a discussão. Defende uma educação para além da lógica capitalista, que promova atividades emancipadoras voltadas à construção de uma sociedade verdadeiramente livre e humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivo Tonet, Universidade Federal de Alagoas

Universidade Federal de Alagoas. Professor de Filosofia. Doutor em Educação. Site: ivotonet.xp3.biz . ORCID: 0000-0001-5863-6579 E-mail: ivo_tonet@yahoo.com.br

Publicado
2020-05-06
Métricas
  • Visualizações do Artigo 186
  • PDF downloads: 144
Como Citar
Tonet, I. (2020). Educação e idealismo “Eu Amo Minha Tarefa como Educador/a!!!”. Plurais Revista Multidisciplinar, 4(3), 54-71. https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2019.v4.n3.54-71
Seção
Dossiê Temático