Formação de monitores de alunos com necessidades educacionais especiais

Palavras-chave: Psicologia educacional, Educação inclusiva, Formação de professores, Monitores

Resumo

Este texto relata uma pesquisa que procurou analisar as contribuições da formação realizada com os monitores de/para Educação Especial do município de Arroio Grande/RS, decorrentes de um processo com base no debate com os professores da escola. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, intervencionista, do tipo pedagógica. Os sujeitos participantes foram cinco monitores e seis professores. Para avaliar a intervenção, foram utilizadas a observação, a análise documental e as entrevistas. Como forma de analisar os dados, foi empregada a análise de conteúdo. Os resultados foram descritos por meio de três categorias: “A recepção (pedagógica) aos monitores”; “Quem orienta o trabalho do monitor? O professor”; “Os debates e as aprendizagens dos monitores”. Os resultados apontam para as aprendizagens dos monitores, embora, salienta-se que seja urgente repensar uma melhor organização do processo de seleção de monitores para atuarem em Educação Especial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudete Botelho Ferreira, Professora da Rede Municipal de Arroio Grande

Mestra em Educação (UNIPAMPA). Professora da Rede Municipal de Arroio Grande. E-mail: cloferreira@gmail.com

Bento Selau, Universidade Federal do Pampa

Doutor em Educação (UNIPAMPA). Professor do Programa de Pós Graduação em Educação (UNIPAMPA). E-mail: bentoselau@unipampa.edu.br

Cristina Boéssio, Universidade Federal do Pampa

Doutor em Educação (UFPel). Professora Adjunta (UNIPAMPA). E-mail: cristinaboessio@unipampa.edu.br

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4. ed. Lisboa: Edições 70, 2009.

CASTRO, R. F. DE; DAMIANI, M. F.; SELAU, B. Consciência e controle: uma intervenção histórico-cultural sobre a escrita de acadêmicas de Pedagogia a distância. Educação, v. 39, n. 4, p. s66-s75, 31 dez. 2016. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/24259 Acesso em: 27 out. 2020.

CORDEIRO. C. M. O papel do tutor no contexto da educação inclusiva: formação e dificuldades. Revista Educação em Foco, n. 9. 2017. Disponível em: portal.unisepe.com.br Acesso em: 20 de outubro de 2018.

COSTAS, F.; SELAU, B. On fundamentos de defectología and the development of Special Education teachers in Brazil. Educação, v. 41, 3, p. 401-10, Sept./Dec. 2018. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/31865 Acesso em: 20 out. 2020.

DAMIANI, M. F.; ROCHEFORT, R. S.; CASTRO, R. F.; DARIZ, M. R.; PINHEIRO, S. S. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Cadernos de Educação, n. 45, p. 57-67, May/Aug. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/view/3822 Acesso em: 14 abr. 2020.

FARIAS, A. L. P.; PEREIRA, L. G; SANTOS, W. Importância do cuidador escolar na educação de alunos com necessidades educativas especiais: da educação especial no modelo segregado a perspectiva da educação inclusiva. In: II CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA – II JORNADA CHILENA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Campina Grande/ Paraíba: 2016. Disponível em: http://www2.unifap.br/nai/2016/08/24/ii-congresso-internacional-de-educacao-inclusiva-ii-jornada-chilena-brasileira-de-educacao-inclusiva. Acesso em: 17 jun. 2018.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARTINS, J. B. Observação participante: uma abordagem metodológica para a psicologia escolar. Semina: Ci. Sociais/Humanas, v. 17, n. 3, p. 266-273, set. 1996. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc Acesso em: 20 dez 2018.

OREAL/UNESCO. Declaração de Salamanca e Linhas de Ação sobre Necessidades Educativas Especiais. Brasília: CORDE, 1994.

PINHEIRO, S. N. S. O jogo com regras explícitas pode ser um instrumento para o sucesso de estudantes com história de fracasso escolar? Tese (Doutorado em Educação) ─ Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO GRANDE. Contrato de Prestação de Serviço. n. 02/2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO GRANDE. Secretaria Municipal de Administração. Edital Processo Seletivo. n.01/2018.

ROCHEFORT, R. S. Ensinar a ensinar... Aprender para ensinar! As aprendizagens na formação inicial em Educação Física nas perspectivas das Teorias Histórico-Cultural e da Atividade. Tese (Doutorado em Educação) ─ Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.

SELAU, B.; RODRIGUES, S. P.; COSTAS, F. CORDEIRO, A. Students with intellectual disabilities learning fractions: intentional pedagogical actions based on concepts of Vygotsky’s defectology. Série-Estudos, v. 25, n. 54, p. 261-291, maio/ago. 2020. Disponível em: https://www.serie-estudos.ucdb.br/serie-estudos/article/view/1402 Acesso em: 27 out. 2020.

SILVA JÚNIOR, B. S. Fatores associados à conclusão da educação superior por cegos: um estudo a partir de L. S. Vygotski. Tese (Doutorado em Educação) ─ Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2013.

VYGOTSKI, L. S. Obras Escogidas: Problemas de psicología geral. Madrid: Visor, 1993.

VYGOTSKI, L. S. Obras Escogidas: Fundamentos de defectología. Madrid: Visor, 1997.

Publicado
2021-07-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 64
  • HTML downloads: 3
Como Citar
Ferreira, C. B., Selau, B., & Boéssio, C. (2021). Formação de monitores de alunos com necessidades educacionais especiais . Plurais Revista Multidisciplinar, 6(2), 179-196. https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2021.v6.n1.10985
Seção
Artigos Técnicos