Estágio Supervisionado na Formação Inicial de Professores de Matemática: limites e possibilidades

Palavras-chave: Palavras chave: Estágio Supervisionado. Aulas remotas. Ambiente de Aprendizagem virtual.

Resumo

O estudo tem por objetivo discutir as demandas atuais de professores que ensinam Matemática num cenário de pandemia a partir do mapeamento na internet de pesquisas e estudos sobre a utilização de recursos tecnológicos para aulas remotas.  Trata-se de um estudo do mapeamento das principais tendências apontadas por especialistas em trabalhos recentes divulgados na internet, nos media de modo geral. Para análise recorreu-se a um conjunto de lives na internet de instituições como a Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM), as de Ensino Superior, Secretarias de Educação etc. além de outras fontes como publicações atualizadas de jornais e revistas do país, documentos oficiais do Ministério de Educação e dos sindicatos de professores de alguns estados. O estudo contribuiu para a reflexão e divulgação de alternativas metodológicas para o ensino de Matemática em ambiente de aprendizagem virtual, nos tempos atuais.

Palavras chave: Estágio Supervisionado. Aulas remotas. Ambiente de Aprendizagem virtual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iran Abreu Mendes, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Universidade Federal do Pará (UFPA). Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Referências

BARREIRO, Iraíde Marques de Freitas; GEBRAN, Raimunda Abou. Prática de Ensino e Estágio Supervisionado na Formação de Professores. São Paulo: Avercamp, 2006.

BRASIL. Resolução Nº 2, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=17719-rescne-cp-002-03072015&Itemid=30192. Acessado em: 29 mar. 2019

CANDAU, Vera Maria (Org.). Magistério: construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.

GATTI, Bernadete A. [LIVE] Formação Continuada Territorial Disponível em https://youtu.be/ke8qMlZU6T4. Acesso em:07 de jul. de 2020 #FicaEmCasa #EstudeEmCasa #ProgramaBahiaOlimpica.

GARCÍA, Marcelo Carlos. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Colecção Ciências da Educação: século XXI. Porto: Porto, 1999.

GRUPO TIME. Alguns caminhos para ensinar matemática em ambientes virtuais. Disponível

em https://youtu.be/0jyLpuxiT6Y. Acesso em 18de jun.de 2020.

MERTON, Robert K. Sociologia do conhecimento. In: Sociologia do Conhecimento.

MOREIRA, Darlinda. Sociologia da matemática. (Org. GruPoTEM). Série cadernos de Educação Matemática, número 3. Lisboa: Associação de Professores de Matemática, 1998.

SBEM Rio de Janeiro. Cada um na sua casa: alguns caminhos para ensinar matemática em ambientes virtuais. Disponível em www.youtube.com/SBEMRiodeJaneiro. Acesso em: 18 de jul. de 2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Outras palavras além da mercadoria. Disponível em https://outraspalavras.net/alemdamercadoria/boaventura-a-universidade-pos pandemica. Acesso em: 02 jul.2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Cruel Pedagogia do Vírus. Edições Almedina, Coimbra, Portugal, 2020.

Publicado
2021-12-07
Métricas
  • Visualizações do Artigo 243
  • PDF (PORTUGUÊS) downloads: 122
Como Citar
Pires, M. A. L. M., & Mendes, I. A. (2021). Estágio Supervisionado na Formação Inicial de Professores de Matemática: limites e possibilidades . Revista Baiana De Educação Matemática, 2(01), e202113. https://doi.org/10.47207/rbem.v2i01.12166
Seção
Dossiê Temático - O Estágio Curricular Supervisionado em Matemática