A Polêmica contra o Politeísmo, de Edward Butler

Resumo

“Neste ensaio, discuti quatro táticas que têm sido historicamente empregadas para negar a existência e a validade do culto politeísta – e para promover a ideia da supremacia e da inevitabilidade do monoteísmo. A primeira envolveu a apropriação indiscriminada de doutrinas filosóficas sobre a natureza do ser, a fim de reformulá-lo como um corpo de argumentação para a existência de um ser supremo. A segunda envolveu a interpretação errônea dos Deuses “criadores” dentro dos panteões, como se desempenhassem um papel análogo ao do criador monoteísta – interpretação esta que, entretanto, perde seu sentido a menos que Estes sejam considerados em exclusão dos outros Deuses. A terceira envolveu a interpretação errônea da natureza policêntrica de politeísmos atualmente existentes, como se fossem expressões de um monoteísmo subjacente, ou um estado de transição para o monoteísmo. A quarta envolveu a atribuição do politeísmo às massas ignorantes, enquanto a elite era considerada monoteísta” -Edward Butler

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Souza e Rocha Dias Maciel, Universidade de Brasilia

Mestre em Teoria do Direito e Direito Global pela European Academy of Legal Theory (Frankfurt-Alemanha) e Doutorando em Filosofia pela Universidade de Brasília na linha de Lógica, Metafísica e Epistemologia. Tem experiência em Filosofia, com ênfase em Metametafísica, Realismo Especulativo do Século XXI, Teoria dos Sistemas, Filosofia do Processo, Teoria do Ator-Rede e Filosofia Latino-americana.

Publicado
2021-12-31
Métricas
  • Visualizações do Artigo 51
  • pdf downloads: 135
Como Citar
MACIEL, O. S. E R. D. A Polêmica contra o Politeísmo, de Edward Butler. Anãnsi: Revista de Filosofia, v. 2, n. 2, p. 208-221, 31 dez. 2021.