Ensinar Matemática em Escola Família Agrícola – EFA: O que concebem sobre educação do campo e como se formam os seus professores?

Palavras-chave: Educação do Campo, Escola Família Agrícola, Professor, Matemática

Resumo

O presente artigo, resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação, objetiva analisar as concepções de professores de Matemática que atuam em Escola Família Agrícola – EFA sobre o ensinar essa ciência em um contexto de Educação do Campo e os reflexos da formação inicial para esse processo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo Estudo de Caso, que a partir do uso de questionário estruturado, buscou ampliar o olhar acerca do que concebem todos os professores de Matemática que atuam na EFA pertencente no território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru. A análise dos dados produzidos se deu a partir da Análise Qualitativa, conforme orienta Gil (2008). Conjecturamos, a partir do ampliar o olhar acerca dos dados, que o ensino de Matemática nessa perspectiva da Educação do Campo é importante, e para isso é necessário que a formação inicial dos professores construa um currículo que contemple esses aspectos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Pereira Magalhães, Universidade do Estado da Bahia

Graduanda do Curso de Licenciatura em Matemática pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase no ensino da Matemática para Ensino Fundamental e Médio. É atualmente monitora do Laboratório de Estudos e Pesquisa em Educação Matemática (LEPEM) e bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq.

Américo Junior Nunes da Silva, Universidade do Estado da Bahia

Professor do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb - Campus VII) e docente permanente do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos - PPGESA (Uneb - Campus III). Atualmente coordena o Núcleo de Pesquisa e Extensão (NUPE) do Departamento de Educação da Uneb (DEDC7). Doutor em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Mestre em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), Especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras de Candeias (IESCFAC), Especialista em Educação Matemática e Licenciado em Matemática pelo Centro de Ensino Superior do Vale do São Francisco (CESVASF). Foi professor e diretor escolar na Educação Básica. Coordenou o curso de Licenciatura em Matemática e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) no Campus IX da Uneb. Foi coordenador adjunto, no estado da Bahia, dos programas Pró-Letramento e PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa). Participou, como formador, do PNAIC/UFSCar, ocorrido no Estado de São Paulo. Pesquisa na área de formação de professores que ensinam Matemática, Ludicidade e Narrativas. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (CNPq/UFSCar), na condição de pesquisador, o Grupo Educação, Desenvolvimento e Profissionalização do Educador (CNPq/PPGESA-Uneb), na condição de vice-líder e o Laboratório de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (CNPq/LEPEM-Uneb) na condição de líder. É editor-chefe da Revista Baiana de Educação Matemática (RBEM) e da Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE); e coordenador do Encontro de Ludicidade e Educação Matemática (ELEM), que encontra-se em sua terceira edição.

Referências

BAHIA. Secretaria da Cultura. Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru. Disponível em http://www2.cultura.ba.gov.br/territorios-culturais/piemonte-norte-do-itapicuru/; acesso em 23 maio 2022 ás 16h00.

______. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática Senhor do Bonfim - UNEB. Disponível em https://dedc7.uneb.br/wp-content/uploads/2021/05/Matematica-Projeto-Pedagogico.pdf; acesso em 10 de agosto de 2022 ás 12h00.

______. Secretaria da Educação. Disponível em http://www.educacao.ba.gov.br/; acesso em 18 janeiro 2022 ás 11h00.

BRASIL. Ministério da Educação. BNC-Professor. Brasília, DF: MEC/SEF, 2020.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: MEC/SEF, 1996.

CALDART, Roseli Salete; PEREIRA, Isabel Brasil; ALENTEJANO, Paulo; FRIGOTTO, Galdêncio (Org.) et al. Dicionário da educação do campo. Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular, 2012. Disponível em https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/26224, acesso em 09 de agosto de 2022 ás 16h30.

CONCAGH, Viviana Bosi. A escola-família agrícola no Espírito Santo. Cadernos de Pesquisa, n. 68, p. 89-98, 2013. Disponível em http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0100-15741989000100009&lng=es&nrm=iso; acesso em 18 fevereiro 2021 ás 08h30.

CONCEIÇÃO, Késsia da Santa Cruz; GUIMARÃES, Silvana Dantas; PÍRAS, Pablo Rodrigo Fica. Escolas Família Agrícola como estratégia de convivência com o Semiárido: os casos de Valente, Quixabeira e Monte Santo. Seminário de Iniciação Científica. 2012. Disponível em: http://www.semic.uefs.br/arquivo/xvi/arquivos/sessao-iii/kessia-da-santa-cruz-conceicao.pdf; acesso em 18 maio 2021ás 13h00.

CORREIA, Vinicius Christian Pinho; SILVA, Américo Júnior Nunes da. O Estágio e a Formação do Professor de Matemática. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO BÁSICA, v. 5, p. 1-8, 2020.

COSTA, Maria Lemos; CABRAL, Carmen Lúcia de Oliveira. Da Educação Rural à Educação do Campo: uma luta de superação epistemológica/paradigmática. Revista Brasileira de Educação do Campo, v. 1, n. 2, p. 177-203, 2016.

CURY, Helena Noronha. Concepções e crenças dos professores de matemática: pesquisas realizadas e significado dos termos utilizados. Bolema. Boletim de Educação Matemática. v. 12, nº 13. Rio Claro, 1999. p. 29-43.

DA PONTE, João Pedro. Por uma formação inicial de professores de qualidade. 2000. Tese de Doutorado. Universidade do Algarve, Lisboa, Portugal.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA, 2008.

GONÇALVES, de Queiroz Selidalva; GIVIGI, Ana Cristina Nascimento. A escola do campo, currículo e suas traduções culturais. Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação no Campo. UFSCAR. 2013. Disponível em https://www.gepec.ufscar.br/@@search?SearchableText=a+escola+do+campo+curriculo+e+suas+tradu%C3%A7%C3%B5es+culturais; acesso em 18 março 2021 ás 17h00.

LIMA, Aldinete Silvino; LIMA, Iranete Maria. Educação Matemática e Educação do Campo: desafios e Possibilidades de uma articulação. Em Teia - Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana, v. 4, n. 3, 2013.

MENDES, Marciane Maria; ONCAY, Solange Todero Von. Educação do Campo: uma proposta curricular em construção. Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação no Campo. UFSCAR. 2013. Disponível em https://www.gepec.ufscar.br/publicacoes/publicacoes-seminarios-do-gepec/seminarios-de-2013/4-educacao-do-campo-escola-curriculo-projeto-pedagogico-e-eja/d25-educacao-do-campo-uma-proposta-curricular-em.pdf/view; acesso em 19 março 2021 ás 13h30.

MOLINA, Mônica Castagna; HAGE, Salomão Mufarrej. Política de formação de educadores do campo no contexto da expansão da educação superior. Revista Educação em questão, v. 51, n. 37, p. 121-146, 2015.

PONTES, Edel Alexandre Silva; PONTES, Edel Guilherme Silva; SILVA, Robespierre Cocker Gomes da; SILVA, Luciano Martins da. Abordagens Imprescindíveis no Ensino Contextualizado de Matemática nas Séries Iniciais da Educação Básica. RACE-Revista de Administração do Cesmac, v. 1, p. 3-15, 2018.

RAMOS, Marise Nogueira. A contextualização no currículo de ensino médio: a necessidade da crítica na construção do saber científico. Rev. Ensino Médio, v. 1, n. 3, p. 9-12, 2003.

REFAISA –. Disponível em https://refaisa.org/escolas/antonio-goncalves/; acesso em 18 janeiro 2022 14h00.

Rede das Escolas Famílias Agrícolas Integradas do Semiárido

RODRIGUES, Thiago Donda; ROSA, Fernanda Malinosky Coelho da; DIAS, Nilcéia Hellen Lacerda Dias; CASSIMIRO, Fernando Helder. Compreensões sobre Educação no Campo no âmbito da Educação Inclusiva e da Educação Matemática: o contexto de duas pesquisas. Boletim GEPEM, n. 76, p. 170-183, 2020.

SILVA, Américo Junior Nunes da. Formação lúdica do futuro professor de matemática por meio do laboratório de ensino. 2014. 196 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação) Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

SILVA, Cícero da. Pedagogia da alternância: práticas de letramentos em uma escola família agrícola brasileira. 2018. 232f. Tese (Doutorado em Letras: ensino de Língua e Literatura) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Letras: ensino de Língua e Literatura, Araguaína, 2018.

SILVA, Cícero da. Plano de formação, letramento e práticas educativas na pedagogia da alternância. Educação e Pesquisa, v. 46, 2020.

SILVA, Erivanildo Lopes. Contextualização no ensino de química: ideias e proposições de um grupo de professores. 2007. 143 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

SILVA, Paulo Nascimento; SILVA, Américo Junior Nunes da. Ensinar grandezas e medidas: uma experiência com o primeiro ano do Ensino Fundamental em uma escola do semiárido baiano. Revista Form@ re-Parfor/UFPI, v. 8, n. 1, 2020

TEIXEIRA, Edival Sebastião; BERNARTT, Maria de Lourdes; TRINDADE, Glademir Alves. Estudos sobre Pedagogia da Alternância no Brasil: revisão de literatura e perspectivas para a pesquisa. Educação e pesquisa, v. 34, p. 227-242, 2008.

ZANETTE, Marcos Suel. Pesquisa qualitativa no contexto da Educação no Brasil. Educar em Revista, n. 65, p. 149-166, 2017.

Publicado
2022-10-17
Métricas
  • Visualizações do Artigo 48
  • PDF (PORTUGUÊS) downloads: 40
Como Citar
Magalhães, F. P., & Silva, A. J. N. da. (2022). Ensinar Matemática em Escola Família Agrícola – EFA: O que concebem sobre educação do campo e como se formam os seus professores?. Revista Multidisciplinar Do Núcleo De Pesquisa E Extensão (RevNUPE), 2(2), e202206v2. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/revnupe/article/view/14366
Seção
Dossiê: Ed. do Campo nas Escolas, nos Movimentos Sociais e nas Universidades