Experimentação Didática para o Desenvolvimento da Aprendizagem Significativa Visando a Compreensão dos Racionais: um estudo baseado em uma pesquisa docente

Palavras-chave: Aprendizagem significativa. Materiais manipulativos. Jogos. Números racionais.

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi desenvolver uma forma atrativa e dinâmica de aprendizagem dos racionais para facilitar a compreensão e assimilação desse conteúdo para estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental. Para este propósito, foi realizado uma pesquisa com 30 professores de Matemática de Instituições públicas e privadas do Norte e Noroeste Fluminense do Estado do Rio de Janeiro, com intuito de obter dados específicos de sucesso para este aprendizado em suas aulas. Nesta Pesquisa Docente, foi constatado ser apropriado conjecturar experimentações fazendo o uso de atividades contextualizadas, jogos e materiais manipulativos, com a intenção de promover o desenvolvimento de uma aprendizagem mais significativa. Neste sentido, para a construção da proposta didática, esta pesquisa se baseou nos dados da Pesquisa Docente supracitada. Foi utilizada a metodologia do tipo qualitativa, tendo em vista a análise da assimilação dos conteúdos pelos discentes a partir da experimentação, averiguando até que ponto esses recursos integrados a proposta didática tornariam a aprendizagem significativa. Os dados foram coletados por meio da aplicação de questionários investigativos, sequência didática e avaliações, além de observações e intervenções pedagógicas. A sequência didática e a coleta de dados foram implementadas em três turmas de 6º ano do Ensino Fundamental do Colégio Estadual Maria Leny Vieira Ferreira Silva, no município de São José de Ubá – RJ. Os resultados foram analisandos à luz da teoria de David Ausubel e mostraram que a experimentação proposta contribuiu significativamente para a ampla compreensão dos racionais, promovendo a autonomia, senso crítico e capacidade argumentativa dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelson Barbosa, Universidade Estadual do Norte Fluminense

Professor do Laboratório de Ciências Matemáticas no Programa de Pós-Graduação Profissional em Matemática, Universidade Estadual do Norte Fluminense (LCMAT/UENF). Doutor em Modelagem Computacional.

Isabela Estephaneli Corty Ribeiro, Universidade Estadual do Norte Fluminense (LCMAT/UENF)

Possui graduação em Ciências pelo Centro Universitário São José de Itaperuna (2009) e mestrado Profissional em Matemática pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2019). Atualmente é professora - Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Educação Matemática.

Referências

ALVES, D. R. S.; MARTENS, A. S. Desafios para a construção do conhecimento de frações nas séries intermediárias do ensino fundamental. In: EDUCERE, Curitiba, PR: Anais do X CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 2011. Disponível em: http://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/6413_ 3640.pdf. Acesso em: 29 nov. 2019.

ARAÚJO, S. da S. Coleção Oficina escolar 5º ano: Matemática. 3. ed. Uberlândia, MG: Claranto Editora, 2017.

ASSUMPÇÃO, S. D. Uso de elementos da cultura infanto-juvenil na introdução do conceito de fração. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática). Programa de Pós-Graduação em Ensino de Matemática, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano, 2003.

BRASIL. Currículo Mínimo de Matemática. Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro, 2012. Acesso em 29 nov. 2019. Disponível em: http://professores.im-uff.mat.br/hjbortol/disciplinas/2012.2/ esp00001/arquivos/seerj.pdf.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília, DF, 2018.

BRASIL. Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília, DF, 1997. Acesso em: 29 nov. 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf.livro01.pdf.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais - Terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: Matemática. Brasília, DF, 1998. Acesso em: 29 nov. 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ matematica.pdf.

CAMACHO, M. S. F. P. Materiais manipuláveis no processo ensino/aprendizagem da matemática. Dissertação (Mestrado em Ensino da Matemática). Faculdade de Ciências Exatas e da Engenharia. Universidade da Madeira, Curitiba, PR, 2012.

CECIERJ, F. Projeto Reforço Escolar. 2012. Acesso em: 19 mar. 2019. Disponível em: http://projetoseeduc.cecierj.edu.br/reforco-escolar.php.

CHAVANTE, E. R. Matemática - 6º ano: Ensino fundamental, anos finais. 1. ed. São Paulo: SM Ltda., 2015. Coleção Convergências.

D’AMBRÓSIO, U. Educação matemática: da teoria à prática. Campinas, SP: Papirus, 2012. ISBN 978-8530804107.

DAMIANI, M. F. et al. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Cadernos de educação, n. 45, p. 57–67, 2013.

DISTLER, R. R. Contribuições de David Ausubel para a intervenção psicopedagógica. Revista Psicopedagogia, São Paulo, v. 32, n. 98, p. 191–199, 2015.

DRUZIAN, M. E. B. Jogos como recurso didático no ensino-aprendizagem de frações. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática). Programa de Pós-Graduação Profissionalizante em Ensino de Física e Matemática, Centro Universitário Franciscano, Santa Maria, RS, 2007.

DUFFECK, A. P. L. Cozinhando e calculando: Uma estratégia para ensinar matemática com uso de receitas culinárias. Os desafios da escola pública paranaense na perspectiva do professor. (Projeto de Pesquisa). Programa de Desenvolvimento Educacional, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Colombo,PR, 2014.

FONSECA, M. C. F. R.; CARDOSO, C. de A. Educação Matemática e letramento: textos para ensinar matemática, matemática para ler o texto. In: NACARATO, A.M.; LOPES, C.E. (org). Escritas e Leituras na Educação Matemática.Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2005. 63–76 p.

GAY, M. R. G. Projeto Araribá Matemática - 6º ano: Ensino fundamental. 4. ed. São Paulo, SP: [s.n.], 2014.

JOTTPLAY. Jogo dominó de frações. 2019. Acesso em: 29 nov. 2019. Disponível em: https://www.jottplay.com.br/produto/domino-de-fracoes-28-pc-em-madeira/315.

MAGINA, S.; CAMPOS, T. A fração nas perspectivas do professor e do aluno dos dois primeiros ciclos do ensino fundamental. Boletim de Educação Matemática, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, v. 21, n. 31, p. 23–40, 2008.

MATHEMA, G. do. Papa todas de frações. 2019. Acesso em: 04 out. 2018. Disponível em: http://mathema.com.br/jogos-fundamental1/papa-todas-de-fracoes/.

MERLINI, V. L. O conceito de fração em seus diferentes significados: um estudo diagnóstico com alunos de 5a. e 6a. séries do ensino fundamental. Dissertação (Mestrado) — Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, 2005.

OSTERMANN, F.; CAVALCANTI, C. J. de H. Teorias de aprendizagem. Porto Alegre, RS: Evangraf, 2010.

PORTAL DO PROFESSOR. Comparando frações. 2009. Graça Regina Franco Reis. Acesso em 30 ago. 2018. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html ?aula=7057.

PORTAL DO PROFESSOR. Tangram: um jogo da china na construção do conceito de fração. 2010. Edite Resende Vieira. Acesso em: 23 fev. 2019. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=25703.

ROMANATTO, M. C. Número racional: relações necessárias a sua compreensão. Tese (Doutorado) — Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP,1997.

SANTOS, N. P. C. dos; MENDES SOBRINHO, J. A. de C. Materiais manipuláveis no âmbito do ensino de matemática: Contribuições para a prática pedagógica. Revista FSA, Teresina, v. 13, n. 3, 2016.

SILVA, F. de M.; COSTA, F. P. D.; SANTOS, C. L. Concepção e realização de um jogo educativo no contexto da aprendizagem colaborativa. In: SBGAMES, Belo Horizonte, MG: Anais do SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GAMES E ENTRETENIMENTO DIGITAL, 2008. Disponível em: http://christianosantos.com/files/pub/jogo-educativo-aprendizagem-colaborativa.pdf. Acesso em: 29 nov. 2019.

SMOLE, K. S. A matemática na educação infantil: a teoria das inteligências múltiplas na prática escolar. Porto Alegre: [s.n.], 1996.

SMOLE, K. S. Cadernos do Mathema: Jogos de matemática de 6º a 9º ano. Porto Alegre, RS: Artmed, 2007. v. 2. ISBN 978-8536307022.

SMOLE, K. S.; DINIZ, M. I. Materiais Manipulativos para o Ensino de Frações e Números Decimais. Porto Alegre, RS: Penso Editora, 2016. v. 3. Coleção Mathemoteca.

SMOLE, K. S.; DINIZ, M. I.; CÂNDIDO, P. Resolução de Problemas: Matemática de 0 a 6. Porto Alegre: Artmed, 2000. v. 2. ISBN 978-8573076257.

SOUZA, J. F. de. Construindo uma aprendizagem significativa com história e contextualização da matemática. Dissertação (Mestrado em Ciências). Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2009.

TRINTIN, T. B.; AMORIM, T. E. C. A matemática e o lúdico: ensinando frações através de jogos. REMAT - Revista Eletrônica da Matemática, Caxias do Sul, v. 2, n. 1, p. 113–127, 2016.

TURRIONI, A. M. S. O laboratório de educação matemática na formação inicial de professores. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília, SP, 2004.

VALERA, A. R. Uso social e escolar dos números racionais: representação fracionária e decimal. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília, SP, 2003.

VASCONCELOS, A. Atividade na sala de aula: 5º ano. São Paulo,SP: [s.n.], 2013.

Publicado
2022-04-25
Métricas
  • Visualizações do Artigo 48
  • PDF (PORTUGUÊS) downloads: 52
Como Citar
Barbosa, N., & Ribeiro, I. E. C. (2022). Experimentação Didática para o Desenvolvimento da Aprendizagem Significativa Visando a Compreensão dos Racionais: um estudo baseado em uma pesquisa docente. Revista Baiana De Educação Matemática, 3(01), e202202. https://doi.org/10.47207/rbem.v3i01.13797