Uma crise em minha história intelectual, de John Stuart Mill

Autores

  • Flávio Rocha de Deus Universidade do Estado da Bahia

Resumo

John Stuart Mill foi um filósofo inglês educado por seu pai desde a infância com extraordinário rigor e disciplina, não apenas para acreditar no "princípio da maior felicidade" do utilitarismo benthamita como também ser um exemplo de prodígio intelectual e distinta erudição. Porém, como podemos ver no quinto capítulo de sua autobiografia, texto este aqui traduzido, no outono de 1826 o jovem Mill, aos 21 anos, se deparou com a contradição de suas escolhas e ficou seriamente deprimido. Ele se perguntou se a realização de todas as ideias a qual defendia o fariam alcançar a felicidade a qual desejava. Porém, "Uma autoconsciência irreprimível respondeu distintamente: Não!”. Em enorme desalento ele afundou em si mesmo e caiu em “desânimo seco e pesado". Este texto aqui disponibilizado narra o abandono de uma crença infantil em um ideal filosófico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Rocha de Deus, Universidade do Estado da Bahia

Graduando em Filosofia pelo Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia.

Downloads

Publicado

2021-07-25

Como Citar

DEUS, F. R. de. Uma crise em minha história intelectual, de John Stuart Mill. Anãnsi: Revista de Filosofia, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 228–232, 2021. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/anansi/article/view/12336. Acesso em: 19 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)