O conceito “aporofobia” de Adela Cortina

reflexões sobre a sistêmica aversão aos pobres e a pobreza

  • Flávio Rocha de Deus Universidade do Estado da Bahia

Resumo

Em 2017, o neologismo “Aporofobia”, desenvolvido pela filósofa espanhola Adela Cortina, professora de Filosofia Moral da Universidade de Valença, foi eleito como a palavra do ano. Tal conceito foi desenvolvido por Cortina para evidenciar o que ela chama de sistêmica rejeição à pobreza e às pessoas sem recursos. Nosso objetivo, neste trabalho, é explicar o conceito de aporofobia, as premissas argumentativas da filósofa para validá-lo e realizar, através de autores contemporâneos, reflexões acerca das formas nas quais podemos visualizar e pensar tal condição em nossas sociedades e contemporaneidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Rocha de Deus, Universidade do Estado da Bahia

Graduando em Filosofia pela Universidade do Estado da Bahia. Professor Colaborador do Pré-Vestibular
Gradação, da Universidade Federal do Pernambuco, e Residente Pedagógico de Filosofia do Instituto Federal
da Bahia. Integra o Laboratório de Africologia e Estudos Ameríndios da Universidade Federal do Rio de Janeiro,
a Associação Latino Americana de Filosofia Intercultural, e o Grupo de Pesquisa Gramática Política.

Referências

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução de Fernando Tomaz. 13. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

CORTINA, Adela. Aporofobia: a aversão ao pobre, um desafio para a democracia. Tradução de Daniel Febre. São Paulo: Contracorrente, 2020.

A VIAGEM. Direção e Roteiro de Lana Wachowski, Lilly Wachowski e Tom Tykwer, 2012. 1 DVD (172 min.), son., color.

DELEUZE, Gilles; GUATARRI, Felix. O anti-Édipo: Capitalismo e Esquizofrenia. Rio de Janeiro: Imago, 2004.

DEBONA, Vilmar. A aporofobia do bolsonarismo. Le monde diplomatique Brasil, 04 de abril de 2020. Disponível em: Acesso em 06 de jan. de 2021.

ENGELS, Friedrich. A origem da família, da propriedade privada e do estado. Tradução de Ciro Miranda. São Paulo: Lafonte, 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17ª ed. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1987.

FRUTUOSO, Maria Fernanda Petroli. VIANA, Cássio Vinícius Afonso. Quem inventou a fome são os que comem: da invisibilidade à enunciação – uma discussão necessária em tempos de pandemia. In: Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 25, p. e200256, 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/interface.200256>.

HAN, Byung-Chul. Sociedade do cansaço. Tradução: Enio Paulo Giachini. 2º edição ampliada. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

HARARI, Yuval Noah. Sapiens (Nova edição): Uma breve história da humanidade. Tradução: Jorio Dauster. 1ª Edição. Companhia das Letras, 2020. E-book Kindle.

LEONÍDIO, Luciano Flávio da Silva. História do Fórum de Pró-reitores de extensão das Instituições públicas de educação superior brasileiras. FORPROEX (1987-2012). Orientador: Edilson Fernandes de Souza. Tese (Doutorado em Educação). Recife, Universidade Federal de Pernambuco, 2017.

MOVIMENTO SÃO PAULO LIVRE. O que queremos? Disponível em: . Acesso em 06 de jan. 2021.

O AUTO DA COMPADECIDA. Direção e Produção de Guel Arraes; Roteiro de Guel Arraes, Adriana Falcão e João Falcão. 2000. 1 DVD (104 min.), son., color.

O POÇO. Direção de Galder Gaztelu-Urrutia; Roteiro de David Desola e Pedro Rivero, 2020, (94 min.), son., color. Disponível em: .

O SUL É MEU PAÍS. Carta de princípios. Disponível em: . Acesso em 06 de jan. 2021.

TRILLING, Lionel. George Orwell e a política da verdade. In: ORWELL, George. Como morrem os pobres e outros ensaios. Seleção de textos João Moreira Salles e Matinas Suzuki Jr.; Organização Matinas Suzuki Jr.; Prefácio de Lionel Trilling; Tradução de Pedro Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos Orixás. Ilustrações de Pedro Rafael. 30ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

SACHS, Jeffrey. O fim da pobreza. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

SARTRE, Jean-Paul. Estar com fome já é querer ser livre. Tradução: Flávio Rocha de Deus. Anãnsi: Revista de Filosofia, v. 1, n. 1, p. 220-222. Disponível em: <https://revistas.uneb.br/ index.php/anansi/article/view/9547>. Acesso em 10 de jan. 2021.

TORTOSA, José M. “Pobreza”. In: CONILL, Jesús. “Por una economía hermenéutica de la pobreza”. In: CORTINA, Adela; PEREIRA, Gustavo (eds.). Pobreza y libertad: erradicar la pobreza desde el enfoque de las capacidades de Amartya Sen. Madrid: Tecnos, 2009, pp. 151-162.

ZIZEK, Slavoj. Violência: seis reflexões laterais. Tradução: Miguel Serras Pereira. São Paulo: Boitempo, 2014.

Publicado
2021-07-13
Métricas
  • Visualizações do Artigo 2658
  • pdf (pt-br) downloads: 804
Como Citar
DEUS, F. R. DE. O conceito “aporofobia” de Adela Cortina : reflexões sobre a sistêmica aversão aos pobres e a pobreza. Anãnsi: Revista de Filosofia, v. 2, n. 1, p. 123-136, 13 jul. 2021.
Seção
Dossiê Filósofas e Filosofias da Mulheridade