Aprendizagem intergeracional da docência: memorial de formação no curso de educação física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1104

Palavras-chave:

Memorial de formação, Narrativas de formação, Aprendizagem intergeracional, Educação Física

Resumo

De que maneira a escrita de si contribui para a constituição da docência em Educação Física? Como se tem processado a apropriação das memórias das aulas de Educação Física na (re)construção do conhecimento docente a partir da história de vida? O presente estudo tem como objetivo compreender como o/a professor/a de Educação Física em formação, valendo-se das histórias de vida, apropria-se das experiências desenvolvidas nas trajetórias de escolarização e os engendramentos na construção do conhecimento docente. No campo da Educação e da Educação Física, a lógica da formação dos/as adultos/as, está vinculada aos estudos, práticas de formação e investigação centrados na pessoa do/a professor/a, ao levar em consideração os diferentes aspectos da sua história no âmbito pessoal e profissional. A pesquisa pautou-se pelo método autobiográfico ao explorar como material biográfico, o memorial de formação e as narrativas de formação que foram sendo produzidas nos espaços e tempos da formação continuada. A rememoração dos diferentes encontros, consigo e com o outro, no decorrer do processo de formação, por meio da escrita de si se consolidou como dispositivos formativos, à medida que o memorial de formação e as narrativas foram ganhando sentido, diante dos desafios correlacionados ao percurso profissional na universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ândrea Tragino Plotegher, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda em Ciências do Movimento Humano, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestra em Educação Física CEFD/UFES. F3P-EFICE – Grupo de Estudos Qualitativos Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte.

Karoline Hachler Ricardo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestranda em Ciências do Movimento Humano, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Licenciada em Educação Física. F3P-EFICE – Grupo de Estudos Qualitativos Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte.

Francisco Eduardo Caparroz, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor no Departamento de Ginástica da Universidade Federal do Espírito Santo. Mestre em educação (PUC-SP) e Doutorando em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo. Coordenador do grupo de pesquisa FRATRIO - Grupo Inter-institucional de Estudos e Pesquisas em Educação, Esporte e Educação Física.

Referências

BARBOSA, Tatyana Mabel Nobre; CÂMARA, Sandra Cristinne Xavier da; PASSEGGI, Maria da Conceição. Memoriais de formação e ensaios autobiográficos tecidos com laços intergeracionais. In: PASSEGGI, M. C.; BARBOSA, T. M. N. (Org.). Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal: EDUFRN, 2008. p. 219-236.

BENITES, Larissa Cerignoni; SOUZA NETO, Samuel. Educação física, professores e estudantes: a escolha da docência como profissão e os saberes que lhe são constitutivos. Pensar a Prática, Goiânia, v. 14, n. 2, 2011. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/12111. Acesso em: 24 abr. 2022.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação: Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto-Portugal: Porto Editora, 1994. 336 p.

BORGES, Cecília Maria Ferreira. O professor de educação física e a construção do saber. Campinas: Papirus, 1998.

BRACHT, Valter. A constituição das teorias pedagógicas da educação física. Caderno CEDES: Corpo e Educação, n.48, p.69-88,1999.

BRACHT, Valter. A educação física escolar no Brasil: o que ela vem sendo e o que pode ser (elementos de uma teoria pedagógica para a educação física). Ed. Unijuí - Ijuí, 2019. 256 p.

BRASIL. Projeto Pedagógico de Curso de Licenciatura em Educação Física (versão 2014). Centro de Educação Física e Desportos, Colegiado do Curso. Vitória, 2014.

CAPARROZ, Francisco Eduardo. Elaboração de memória profissional I. Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo, Pró-Licenciatura em Educação Física Modalidade EAD, 2009.

CEREGATTO, Luciana; SOUZA NETO, Samuel de. Os saberes da experiência discente na Educação Física. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

CHENÉ, Adele. A narrativa de formação e a formação de formadores. In: NÓVOA, António; FINGER, Matthias. Trad. Maria Nóvoa. O método (auto)biográfico e a formação. 2ª ed. Natal, RN: EDUFRN, 2014.

DARIDO, Suraya Cristina; NETO, Luiz Sanches. Educação Física na escola: Implicações para a prática pedagógica. Grupo Gen-Guanabara Koogan, 2017.

DOMINICÉ Pierre. O processo de formação e alguns dos seus componentes relacionais. In: NÓVOA, António; FINGER, Matthias. Trad. Maria Nóvoa. O método (auto)biográfico e a formação. 2ª ed. Natal, RN: EDUFRN, 2014.

FERREIRA ALVES, Wanderson. Sobre a formação profissional dos professores de educação física e as teorias do saber docente. Pensar a Prática, Goiânia, v. 9, n. 2, p. 313–330, 2006. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/177. Acesso em: 24 abr. 2022.

FIGUEIREDO, Zenólia Christina Campos. Formação docente em Educação Física: experiências sociais e relação com o saber. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 10, n.1, p. 89-111, jan.-abr. 2004. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2827. Acesso em: 25 maio 2022.

FIGUEIREDO, Zenólia Christina Campos. Experiências sociocorporais e formação docente em Educação Física. Movimento, v. 14, n. 1, p. 85–110, 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2395. Acesso em: 22 abr. 2022.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 54ª edição. Rio de Janeiro: Paz e terra, 2016.

GADOTTI, Moacir. A escola e o professor: Paulo Freire e a paixão de ensinar. 1 ed. São Paulo: Publisher, 2007.

HAGE, Salomão Mufarrej. Educação do Campo, legislação e implicações na gestão e nas condições de trabalho de professores das escolas multisseriadas. In: Congresso Ibero-Americano de Política e Administração da Educação – ANPAE, 2., 2011, São Paulo. Anais Eletrônicos. Disponível em: https://anpae.org.br/simposio2011/cdrom2011/PDFs/trabalhosCompletos/comunicacoesRelatos/0481.pdf. Acesso em: 17 set. 2022.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

JOSSO, Marie-Christine. O caminhar para si: uma perspectiva de formação de adultos e de professores. Entrevistador: Margaréte May Berkenbroc-Rosito. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n.2, p. 136-139, ago./dez. 2009. Disponível em: http://www.cidadesp.edu.br/old/revista_educacao/pdf/volume_2_2/11_josso.pdf. Acesso em: 17 set. 2022.

LUDKE, Menga; ANDRÉ Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2ª ed. Rio de Janeiro: E. P. U., 2018.

MONTERO, Lourdes. A construção do conhecimento profissional docente. Trad. Armando P. Silva. Lisboa: Instituto Piaget, 2001.

NÓVOA, António. Os Professores e a sua Formação num Tempo de Metamorfose da Escola. Revista Educação & Realidade, v. 44, n. 3, 2019. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/84910. Acesso em: 18 abr. 2022.

NÓVOA, António. Escolas e Professores: proteger, transformar, valorizar. António Nóvoa, colaboração Yara Alvim (Org.). Salvador: SEC/IAT, 2022. 116p.

PASSEGGI, Maria da Conceição. A formação do formador na abordagem autobiográfica. A experiência dos memoriais de formação. In: SOUZA, Elizeu Clementino. Tempo, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: EDIPUCRS, Salvador: EDUNEB, 2006.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Memoriais auto-bio-gráficos-: a arte profissional de tecer uma figura pública de si. In: PASSEGGI, M. C.; BARBOSA, T. M. N. (Org.). Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal: EDUFRN, 2008. p. 27-42.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Mediação biográfica: figuras antropológicas do narrador e do formador. In: PASSEGGI, M. C.; BARBOSA, T. M. N. (Org.). Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal: EDUFRN, 2008. p. 43-60.

PASSEGGI, Maria da Conceição; SOUZA, Elizeu Clementino de; VICENTINI, Paula Perin. Entre a vida e a formação: pesquisa (auto)biográfica, docência e profissionalização. Educação em Revista [online], v. 27, n. 1, pp. 369-386, 2011. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000100017>. Acesso em: 8 set. 2022.

SOARES et al., Carmen Lúcia. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

SOUZA, Elizeu Clementino de. O conhecimento de si: estágio e narrativas de formação de professores. Rio de Janeiro: DP&A; Salvador, BA: UNEB, 2006.

SOUZA, Elizeu Clementino de. (Auto)biografia, histórias de vida e práticas de formação. In: NASCIMENTO, A. D.; HETKOWSKI, T. M. (Org.). Memória e formação de professores. (online). Salvador: EDUFBA, 2007. 310p. ISBN 978-85-232-0484-6. Disponível em: <http://books.scielo.org>. Acesso em: 17 set. 2022.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

WARSCHAUER, Cecília. Rodas em Rede: oportunidades formativas na escola e fora dela. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

Downloads

Publicado

2023-03-28

Como Citar

PLOTEGHER, Ândrea T.; RICARDO, K. H. .; CAPARROZ, F. E. . Aprendizagem intergeracional da docência: memorial de formação no curso de educação física. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 8, n. 23, p. e1104, 2023. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1104. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/15662. Acesso em: 24 maio. 2024.