Elementos para estudar o desenvolvimento da arquitetura religiosa grega: dez templos Dóricos Perípteros de transição proporcional das colunas [1:6]–[1:7] construídos entre os séculos V e II a.C.

Autores

Palavras-chave:

Arquitetura religiosa grega, Templos dóricos, Colunata, Proporções, Módulos

Resumo

Este artigo explora o desenvolvimento da Arquitetura Religiosa Grega através da apresentação de dez templos dóricos perípteros hexastilos, construídos entre os séculos V e II a.C. Esses templos foram escolhidos por apresentarem uma variação na proporção entre o diâmetro da base da coluna e a altura, variando entre [1:6] e [1:7]. Esse intervalo de proporções é significativo porque corrobora com as descrições de Vitrúvio em seu Tratado de Arquitetura de 30-20 a.C., especificamente no livro IV, capítulo 1, parágrafos 6 e 8. O estudo examina a evolução da arquitetura religiosa grega, destacando como as mudanças nas proporções das colunas podem refletir tendências e influências culturais ao longo do tempo. Além disso, são fornecidas informações históricas sobre cada um dos templos selecionados, incluindo datas de construção, localização e contexto. O artigo também inclui uma bibliografia seletiva para orientar os leitores interessados em aprofundar seu conhecimento sobre o assunto. Além disso, apresenta fotos, elevações e plantas dos templos estudados, permitindo uma compreensão visual das características arquitetônicas e das proporções das colunas. As dimensões e os módulos utilizados na construção dos templos são detalhadamente compilados, proporcionando uma visão abrangente de como essas estruturas foram projetadas e construídas. Por fim, um glossário é disponibilizado para esclarecer os termos técnicos e arquitetônicos utilizados ao longo do artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Walter Gomez Duarte, Universidade Metropolitana de Santos, São Paulo - Brasil

Doutor e Mestre em Arqueologia pela Universidade de São Paulo, MAE/USP, bolsista FAPESP e CAPES. Docente do curso de Bacharelado em Arqueologia da Universidade Metropolitana de Santos, UNIMES – Santos, São Paulo, Brasil. Pós-doutorado em Tecnologia da Arquitetura, pela Universidade de São Paulo, FAU/USP, bolsista CNPq.

Contribuição de autoria:autor

Referências

Fontes textuais

VITRUVE. De l’Architecture. Édition dirigée par Pierre Gros. Paris: Les Belles Lettres,2015.

VITRUVE. De l’Architecture. Livre III. Texte Établi, Traduit et Commenté par Pierre Gros. Paris: Les Belles Lettres, 1990.186

VITRUVE. De l’Architecture. Livre IV. Texte Établi, Traduit et Commenté par Pierre Gros. Paris: Les Belles Lettres, 1992.

VITRUVII. De architectura libri decem. Editio Princeps. Suplicius Verulanus. Rome: Herolt, 1487 (?).

VITRUVIO. De architectura. 2 vols. Traduzione e commento di A. Corso e E. Romano, P. Gros Ed. Turin: Einaudi Tascabili, 1997.

VITRUVIO. Architettura. Dai libri I-VII. Traduzione e commento di Silvio Ferri.Milano:Biblioteca Universale Rizzoli, 1960.

VITRÚVIO. Da Arquitetura. Tradução de Marco A. Lagonegro e apresentação de J. R. Katinsky. São Paulo:Hucitec; Fupan, 1999.

VITRÚVIO. Tratado de Arquitetura. Tradução de M. Justino Maciel. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VITRUVIUS. On Architecture. Books 1-5. Translation and commentary by Frank Granger. London, New York: The Loeb Classical Library, 1955.

VITRUVIUS. Ten books on Architecture. Translated by Ingrid D. Rowland; comentary and illustrations by Thomas Noble Howe; with additional commentary by Ingrid D. Rowland and Michael J. Dewar. Cambridge; New York: Cambridge University Press, 2001.

Obras de referência

BERVE, Helmut; GRUBEN, Gottfried. Greek temples, theatres and shrines. London: Thames and Hudson, 1963.

BIERS, WilliamR. Art, artefacts and cronology in classical archaeology. London: Routledge, 1992.

BOZZONI, Corradoet al. L’architettura del mondo antico. 4. ed. Roma: Laterza, 2010.

CHOISY, Auguste. Histoire de l’architecture. 2 vol. Paris: Gauthier-Villars, 1899.

CHOISY, Auguste. Historia de la arquitetura. 2 vol. Buenos Aires: Editorial Víctor Leru, 1951.

COULTON, John Jim.Ancient Greek architects at work: Problems of estructure and design. Southampton: The Camelot Press, 1977.

DINSMOOR, William Bell. The Architecture of Ancient Greece. An Account of its Historic Development. 3th ed. New York: Norton, 1950.

DUARTE, Claudio Walter Gomez.“Elegância” e “Sutileza” na concepção dos templos dóricos gregos (sécs. V-II a.C.). Tese (Doutorado).São Paulo:Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, 2015.

DUARTE, Claudio Walter Gomez. Geometria e Aritmética na Concepção dos Templos Dóricos Gregos. Dissertação (Mestrado). São Paulo:Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, 2010.

DURM, Josef. Handbuch der architektur: Die baukunst der griechen. Leibzig: AlfredKröner Verlag, 1910.

ÉTIENNE, Roland; MÜLLER, Christel; PROST. Francis. Archéologie historique de la Grèce antique. Paris: Ellipses, 2000.

FLETCHER, Banister. A History of architecture: On the comparative method. London; New York: B.T. Batsford Ltd., 1950.

GRUBEN, Gottfried. Griechische Tempel und Heiligtümer. München: Hirmer, 2001.

HELLMANN, Marie-Christine. L’ Architecture grecque. Paris: Librairie Générale Française, 1998.

HELLMANN, Marie-Christine. L'Architecture Grecque. 1.Les principes de la construction. Paris: Picard, 2002.

HELLMANN, Marie-Christine. L'Architecture Grecque. 2 Architecture religieuse et funéraire. Paris: Picard, 2006.

KNELL, Heiner. Architektur der Griechen: Grundzüge. Darmstadt: Wissenschaftliche Buchgesellschaft, 1988.

KOLDEWEY, Robert; PUCHSTEIN, Otto. Die Griechischen Tempel in Unteritalien und Sicilien. Berlin: A. ASHER & C O., 1899.

LAWRENCE, Arnold W. Arquitetura grega. Revisado por R.A. Tomlinson. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 1998.

LAWRENCE, Arnold W. Greek Architecture. Revisedby R. A. Tomlinson. New Haven: Yale Univ. Press, 1996.

LIPPOLIS, Enzo; LIVADIOTTI, Monica; ROCCO, Giorgio. Architettura greca. Storia e monumenti del mondo della polis dalleorigin al V secolo. Milano: Bruno Mondadori, 2007.MELFI, Milena. I Santuari di Asclepio in Grecia. Roma: L’Erma di Bretschneider, 2007.

MERTENS, Dieter. Città e monumenti dei greci d'occidente: dalla colonizzazione alla crisi difine V secolo a.C. Roma: L'Erma di Bretschneider, 2006.

MOUTSIAKIS, Panagiotis; KAIMARIS, Dimitris. Ancient Temples in Greece and the contribution of Geoinformatics to the determination of their general setting characteristics. Scientific Culture, 9, 3, p. 45-71, 2023.

POLLITT, Jerome J. The Art of Greece: Sources and documents. New York: Cambridge University Press, 1995.

PIERATTINI, Alessandro. The Origins of Greek Temple Architecture. New York: Cambridge University Press, 2022.

PLOMMER, W. Hugh. Ancient and Classical Architecture. London: Longmans, 1956.

ROBERTSON, DonaldS. Arquitetura Grega e Romana. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

ROBERTSON, Donald S. Greek and Roman architecture. 2nd ed. London: Cambridge University Press, 1943.

SPAWFORTH, Tony. The complete Greek temples. London: Thames & Hudson, 2006.

STUART, James; REVETT, Nicholas. The Antiquities of Athens. 3 vol. London: John Haberkorn, 1762; 1787; 1794.

TOMLINSON, RichardA. Greek Architecture. London: Bristol Classical Press, 1989.

WILSON JONES, Mark. Origins of classical architecture: temples, orders and gifts to the gods in ancient Greece. New Haven: Yale University Press, 2014.

WOODWARD, Robert J. An Architectural Investigation into the Relationship between Doric Temple Architecture and Identity in the Archaic and Classical Periods. PhD. Diss. University of Sheffield, Sheffield, 2012.

ZUCHTRIEGEL, Gabriel. The making of the Doric temple: architecture, religion, and socialchange in archaic Greece. Cambridge: Cambridge University Press, 2023.

Fotos

DUARTE, Claudio Walter Gomez. Acervo pessoal: fotos feitas pelo autor durante o estágio de Doutorado em Arqueologia (MAE/USP) na École Française d’Athènes, EFA, 2012.

DUCAT, Jean. 1971

Downloads

Publicado

2023-12-31

Como Citar

DUARTE, C. W. G. Elementos para estudar o desenvolvimento da arquitetura religiosa grega: dez templos Dóricos Perípteros de transição proporcional das colunas [1:6]–[1:7] construídos entre os séculos V e II a.C. Perspectivas e Diálogos: Revista de História Social e Práticas de Ensino, Caetité, v. 6, n. 12, p. 151–190, 2023. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/nhipe/article/view/19051. Acesso em: 20 maio. 2024.