FRANCOLINO NETO: “O ILUSTRE FILHO” E INTELECTUAL NEGRO DO SUL BAIANO

  • João José dos Santos
  • Fabrícia dos Santos Dantas

Resumo

O artigo propõe apresentar a biografia do professor universitário e intelectual Francolino Neto e discutir sobre sua atuação política e educacional no Sul baiano, apresentando a importância da incorporação da perspectiva racial pela História da Educação. Partiu de uma abordagem qualitativa, foi realizada uma análise do Jornal Itajuípe hoje, publicado em Dezembro de 1984, encontrado no acervo municipal de Itajuípe e de duas fotografias encontradas na Biblioteca da Universidade Estadual de Santa Cruz. O referencial teórico foi construído a partir dos estudos de Barros (2016), Boto (2003-2005), Fonseca (2016), Gomes (2012), Petruccelli (2007), Sirineli (2003).

A partir de tais investigações foi possível compreender o professor enquanto um intelectual negro que contribuiu para a inserção de Itajuípe, na historiografia da educação e que sua participação em espaços de relações de poder, foi importante para a problematização da igualdade racial na educação, seja ela na modalidade da educação básica ou superior, não só no tempo em que atuava como docente, mas no percurso histórico e social, refletindo na história do tempo presente.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Métricas
  • Visualizações do Artigo 45
  • pdf downloads: 88