Aprendizagem da Docência de Professores Formadores

em razão da prática educativa na UNIPÚNGUÈ/Manica em Moçambique

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n71.p183-199

Palavras-chave:

Aprendizagem da docência, Desenvolvimento Profissional Docente, Professor formador, UniPúnguè, Moçambique

Resumo

Com o objetivo de analisar como ocorre a aprendizagem da docência em razão da prática educativa de professores formadores do Curso de Pedagogia da Universidade Púnguè - UniPúnguè, em Moçambique, no distrito de Manica, referenciada no método autobiográfico, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa narrativa, mediante entrevista narrativa com quatro professores formadores, e análise de dados compreensiva-interpretativa, ancorada em Souza (2014). Os dados revelam a aprendizagem da docência no processo de desenvolvimento profissional dos professores formadores a partir da formação continuada em cursos de pós-graduação stricto sensu e em outros processos formativos, com base na troca de experiências individuais e coletivas, trocas com os pares – em comunidades de aprendizagem – e com os estudantes. Concluiu-se que em razão da prática educativa, a aprendizagem da docência ocorre de diversas formas, seja com os pares ou com os estudantes, percebendo-se a ausência da investigação científica para esse fim no contexto investigado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josania Lima Portela Carvalhêdo, Universidade Federal do Piauí

Doutora em Educação (UFC). Professora Titular na Universidade Federal do Piauí e permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEd (UFPI), em Teresina-PI. Brasil. Vice-líder do Membro do Núcleo de Pesquisa em Educação, Formação Docente, Ensino e Práticas Educativas – NUPEFORDEPE/UFPI. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4288-2756. E-mail: josaniaportela@gmail.com.

Júlio Laissone Maquissene, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEd, da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Mestre em Educação (PPGEd/ Licenciado em Pedagogia pelo Instituto Superior Mutasa, Delegação Manica/Chimoio, em Moçambique. Professor da Universidade Pedagógica da Maxixe, em Maputo/Moçambique. Membro do Núcleo de Pesquisa em Educação, Formação Docente, Ensino e Práticas Educativas – NUPEFORDEPE/UFPI.  ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4962-4589. E-mail: laymaquissene@gmail.com.

Referências

ABDALLA, M. de F. B. O senso prático de ser e estar na profissão. São Paulo: Cortez, 2007.

COCHRAN-SMITH, M. Learning, and unlearning: the education of teacher educators. Teaching and Teacher Education, v. 19, p. 5-28, 2003.

DELORY-MOMBERGER, C. Formação e socialização: os ateliês biográficos de projeto. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, n. 02, p. 359-370, maio/ago. 2006.

GARCIA, C. M. Formação de professores. Para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

ISAIA, S. M. A. Desafios à docência superior: pressupostos a considerar. In: RISTOFF, D.; SEVEGNANI, P. (org.). Docência na educação superior. Brasília: INEP, 2006. v. 5, p. 63-84.

ISAIA, S. M. A. Qualidade da educação superior: a universidade como lugar de formação. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2011. v. 2, p. 187-200.

JOVCHELOVITCH, S.; BAUER, M. Entrevista narrativa. In: BAUER, M.; GAS-KELL, G. (org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 12. ed. Petrópolis: Vozes, 2014. p. 90-113.

LEITE, D. B. C. Pedagogia Universitária. In: MOROSINE, M. (org.). Enciclopédia de pedagogia universitária. Porto Alegre: FAPERGS/RIES, 2003. v. 1, p. 310.

LABAREE, D. F. The Trouble with Ed. Schools. London: Yale University, 2004.

LIBÂNEO, J. C. Aprendizagem escolar e a formação de professores na perspectiva da psicologia histórico-cultural e da teoria da atividades. Educar, Curitiba, n. 24, p. 113-147, 2004.

MASETTO, M. T. Trilhas abertas na universidade. Inovação curricular, práticas pedagógicas e formação de professores. São Paulo: Summus, 2018.

MOÇAMBIQUE. Decreto nº 4/2019. Boletim da República – III. Série Número 30, 2019.

MOROSINI, M. C. Docência universitária e o desafio da realidade nacional. In: MOROSINI, M. S. (org.). Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. 2 ed. Brasília: Plano, 2001. p. 11-20.

NÓVOA, A. Vidas de professores. Porto: Porto, 2000.

PASSEGGI, M. da C. A formação do formador na abordagem autobiográfica. A experiência dos memoriais de formação. In: SOUZA, E. C. Tempo, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: EDIPUCRS; Salvador: EDUNEB, 2006. p. 203-218.

SHULMAN, L. Just in case: reflections on learning from experience. In: COLBERT, J.; TRIMBLE, K.; DESBERG, P. (ed.). The case for education: contemporary approaches for using case methods. Needham Heights, Massachusetts: Allyn & Bacon, 1996. p. 197-217.

SILVA, A. T. da; TOMIO, D. Práticas inovadoras de formação continuada docente e o lugar das tecnologias. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 32, n. 69, p. 203-222, jan. 2023.

SOUZA, E. C. de. O conhecimento de si: estágio e narrativas de formação de professores. Rio de Janeiro, RJ: DP&A; Salvador, BA: UNEB, 2006.

SOUZA, E. C. de. Diálogos cruzados sobre pesquisa (auto)biográfica: análise compreensiva-interpretativa e política de sentido. Educação, v. 39, n. 1, p. 39-50, 2014.

Arquivos adicionais

Publicado

2023-08-01

Como Citar

CARVALHÊDO, J. L. P.; MAQUISSENE, J. L. Aprendizagem da Docência de Professores Formadores: em razão da prática educativa na UNIPÚNGUÈ/Manica em Moçambique. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 32, n. 71, p. 183–199, 2023. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n71.p183-199. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/16729. Acesso em: 19 jun. 2024.