Literatura Indígena

do livro didático à educação intercultural

Palavras-chave: Literatura indígena; Educação intercultural; Lei 11.645/08; Livro didático.

Resumo

O presente artigo traz discussões acerca da escolha do livro didático no Brasil, da sua importância e interferência no contexto educacional e, propõe uma análise da obra aprovada e disponibilizada pelo Programa Nacional do Livro e Material Didático, da coleção Singular e Plural, da editora Moderna, Ensino Fundamental, anos finais, 6º ano, no quadriênio 2020-2023, e utilizada pela rede estadual de Rondônia, na qual leciono. O objetivo deste estudo é analisar o tratamento dado à literatura indígena na obra, observando os textos sugeridos para leitura, as atividades propostas aos alunos e as orientações destinadas ao professor. A partir de uma metodologia de pesquisa bibliográfica e documental ancoradas, principalmente, em Silva e Costa (2018), Bonin (2008), Oliveira (2008) e Munduruku (2016), são tecidas reflexões acerca da efetivação da Lei 11.645/08, que fala da obrigatoriedade do estudo da história e cultura indígena na educação básica, por meio do estudo da literatura indígena. Dentre as análises realizadas destaco que o livro didático contribui de certa forma para a execução da referida Lei, embora haja alguns equívocos e lacunas no tocante à questão indígena, mostrou-se expressivo para a efetivação de uma educação intercultural, expôs um espaço aberto ao diálogo, sobretudo quando utilizado de modo crítico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivonete Nink Soares, UFMS

Doutoranda em Estudos de Linguagens na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Mestra em Letras pela Universidade Federal do Acre (UFAC). Especialista em Metodologia e Didática do Ensino Superior - Faculdades Integradas de Ariquemes (FIAR). Graduada em Letras - habilitação em Português e Inglês - Faculdades Integradas de Ariquemes (FIAR). Professora efetiva do estado de Rondônia para a área de Língua Portuguesa. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, Literatura de indígenas, Leitura Lúdica, Formação de Leitores, Marcas da oralidade e Produção Textual. 

Referências

BALTHASAR, Marisa; GOULART, Shirley. Singular & plural: leitura, produção e estudos de linguagem: manual do professor - 3ª ed. São Paulo: Moderna, 2018.

BANIWA, Gersem dos Santos Luciano.O Índio Brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade: LACED/Museu Nacional, 2006.

BONIN, Iara Tatiana. Com quais palavras se narra a vida indígena na literatura infanto-juvenil que chega às escolas? In: SILVEIRA, Rosa Maria Hessel (Org.). Estudos culturais para professor@s. Canoas: Ulbra, 2008.

BRASIL. Lei 11.645/08 de 10 de Março de 2008. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: 04 nov. 2021.

CARVALHO, Robson Santos de, FERRAREZI, Celso Junior. Oralidade na educação básica: o que saber, como ensinar. São Paulo: Parábola, 2018.

CORACINI, Maria José R. F. A memória em Derrida: uma questão de arquivo e de sobre-vida, 12/2010, Cadernos de Estudos Culturais, Vol. 2, Fac. 4, p. 125-136, Campo Grande, MS, BRASIL, 2010.

FERRAREZI Jr, Celso. CARVALHO, Robson Santos de. Produzir textos na educação básica: o que saber, como fazer. – 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

FNDE. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Ministério da Educação, 2019. Programas do Livro. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/index.php/programas/ programas-dolivro/pnld/funcionamento. Acesso em: 29 de out. 2021.

FREITAS, Fátima e Silva de. A diversidade cultural como prática na educação. Curitiba: Ipbex, 2011.

FUNARI, Pedro Paulo, PIÑÓN, Ana. A temática indígena na escola: subsídios para os professores. – 1. ed. São Paulo: Contexto, 2016.

GONZAGA, Alvaro de Azevedo. Decolonialismo Indígena. São Paulo: Matrioska Editora, 2021.

GONZÁLES, César Augusto. Variação linguística em livros de português para o EM. In: ZILLES, Ana Maria Stahl.; FARACO, Carlos Alberto. Pedagogia da variação linguística: língua, diversidade e ensino. São Paulo: Parabóla Editorial, 2015.

HAMINE, Jacqueline; RATIER, Rodrigo; SOARES, Wellington. Livro didático: como usá-lo com equilíbrio. São Paulo, 1995. Disponível em Nova Escola: https://novaescola.org.br/conteudo/1731/livro-didatico-como-usa-lo-com-equilibrio. Acesso em: 31 out. 2021.

LDB. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. – 4ª ed. Brasília: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2020.

MUNDURUKU, Daniel. Meu avó Apolinário: um mergulho no rio da (minha) memória. São Paulo: Studio Nobel, 2005.

MUNDURUKU, Daniel. Memórias de Índio: uma quase autobiografia. Porto Alegre: Edelbra, 2016.

OLIVEIRA, Teresinha Silva de. Arco, flecha, tanga e cocar... ensinando sobre índios. In: SILVEIRA, Rosa Maria Hessel. Estudos culturais para professor@s. Canoas: Ulbra, 2008.

PIRES, Suyan. O gênero na escola: representações imagéticas nos livros didáticos. In: SILVEIRA, Rosa Maria Hessel. Estudos culturais para professor@s. Canoas: Ulbra, 2008.

PNLD 2020 – Guia Digital: língua portuguesa – Ensino fundamental anos finais / Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília: Ministério da Educação, 2020. Disponível em: https://pnld.nees.ufal.br/assets-pnld/guias/Guia_pnld_2020_pnld2020-lingua-portuguesa.pdf. Acesso em: 31 out. 2021.

SILVA, Giovani José da; COSTA, Anna Maria Ribeiro F. M. da. Histórias e culturas indígenas na Educação Básica (1 ed.). Belo Horizonte: Autêntica, 2018.

THADEU, Victor. PNLD: tudo sobre o programa nacional do livro e do material didático, 2019. Disponível em e-docente: https://www.edocente.com.br/blog/pnld/pnld-programa-nacional-do-livro-e-material-didatico/. Acesso em: 31 out. 2021.

WAPICHANA, Cristino. MUNDURUKU, Daniel. Povos indígenas: orientações pedagógicas. Secretaria Municipal de Educação. Coordenadoria Pedagógica. Currículo da cidade. São Paulo: SME/COPED, 2019.
Publicado
2022-08-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 135
  • PDF downloads: 0
Como Citar
SOARES, I. N. Literatura Indígena: do livro didático à educação intercultural. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 31, n. 67, p. 364-382, 16 ago. 2022.