INTERCULTURALIDADE E ANÁLISE DO DISCURSO SOBRE O INDÍGENA: A IDENTIDADE EM SALA DE AULA

Mário Jorge Pereira da Mata

Resumo


As reflexões sobre identidade são comumente desenvolvidas pelas áreas reconhecidas das ciências sociais; contudo, cada vez mais, a área de letras se insere nos desafios referentes a estas questões. Este trabalho se propõe, por meio da Análise do Discurso de Linha Francesa pecheuxtiana, a investigar como o discurso do senso comum sobre educação se constitui numa ameaça à identidade indígena. Autores como Eni Orlandi, Oswald Ducrot e Stuart Hall se apresentam como fundamentais para a fundamentação de nossa proposta. Dessa forma, se consideramos que a promoção da inclusão indígena é uma boa proposta para se tentar minimizar as injustiças sociais realizadas ao longo da história, consideramos também a importância de se refletir sobre as consequências desta iniciativa para que, uma vez levantados os problemas, seja possível repensar as práticas de ensino para esta população.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENDEREÇO DE CONTATO

Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Av. Contorno, S/N, Bairro, São José, Caetité, Bahia

CEP: 46.400-000

Sala de Editoração: Laboratório de Ensino, Discruso e Sociedade (Labo DisSE)

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435