Estratégias metodológicas por via remota para o ensino das parasitoses

Relato de experiência

Palavras-chave: Educação; ludicidade; parasitoses; prevenção.

Resumo

Discutir a importância de uma boa saúde é de suma importância, em especial no espaço escolar. Dentre as doenças que merecem atenção, estão as parasitoses, visto que algumas são negligenciadas. Nesse sentido, este trabalho teve por objetivo apresentar estratégias metodológicas por via remota para o ensino das parasitoses em escolas públicas, particulares e cursinhos pré-vestibular, no município de Vitória da Conquista, Bahia. O presente estudo utilizou-se de metodologia lúdica, dividida em três etapas. Os instrumentos utilizados para execução deste trabalho foram assertivos, uma vez que foi possível analisar o conhecimento prévio dos alunos envolvidos acerca de cada assunto em questão. Os resultados obtidos neste estudo, evidenciam que as estratégias metodológicas utilizadas foram eficazes para a transmissão do conteúdo e que as intervenções educativas lúdicas foram promissoras no sentido de chamar atenção, revisar o assunto e facilitar o aprendizado. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jerlane Moura, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Graduanda em Ciências Biológicas, bacharelado, pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB, campus Vitória da Conquista e Licencianda em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci. Atuou como bolsista financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia nos projetos intitulados: Solanaceae juss. no município de Vitória da Conquista, Bahia e Haloragaceae, Hypoxidaceae e Thyphaceae em Vitória da Conquista, Bahia, Brasil", sob orientação do professor Dr. Claudenir Simões Caires.

Camila Pereira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Possui graduação em Bacharelado em Ciências Biológica Modalidade Médica (Biomedicina) pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras "Barão de Mauá de Ribeirão Preto" (1985), MESTRADO em Ciências Biológicas (Genética) pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - FMRP/UESP (1993) e DOUTORADO realizado no Departamento de Parasitologia da FMRP/USP . O trabalho prático da tese foi executado no "Institut Pasteur de Lille,Unité dImmunologie et Biologie Parasitaire U 167 INSERUM - IPL France", sob a orientação do Dr. Raymond J. Pierce. A defesa da tese de doutorado foi realizada aos 20 de fevereiro de 1998 tendo como título: "Bases Moleculares da Resistência ao Praziquantel em Schistosoma mansoni", sendo aprovada e homologada pela comissão de pós-graduação da FMRP-USP. O Pós-Doutorado foi realizado no Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo- USP, no grupo de pesquisa em Virologia Molecular e trabalhou no projeto de pesquisa intitulado"Produção de Vacina de DNA Recombinante para o vírus Dengue-1" liderado pelo Prof Dr. Benedito Antonio Lopes da Fonseca, no período de 01 de junho de 1998 a 31 de maio de 2001, com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP. Atualmente é Professora Titular B da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia- UESB. Tem experiência em Parasitologia Humana e Microbiologia atuando em grupo de pesquisa na área de Educação em saúde e metodologia lúdica na Prevenção de Parasitoses.

                 

Referências

ANTUNES, Rafael Souza; SOUZA, Anny Priscilla Ferreira de Souza; XAVIER, Elismar de Fátima Pinheiro; BORGES, Priscilla Rodrigues. Parasitoses Intestinais: prevalência e aspectos epidemiológicos em moradores de rua. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Anápolis, v. 52 n. 2, p. 87-92, jan. 2020. DOI: 10.21877/2448-3877.202000894.

ASSIS, Sheila Soares de; ARAUJO-JORGE, Tania Cremonini. O que dizem as propostas curriculares do Brasil sobre o tema saúde e as doenças negligenciadas? aportes para a educação em saúde no ensino de ciências. Ciência e Educação, Bauru, v. 24 n. 1, p. 125-140, mar. 2018. DOI: 10.1590/1516-731320180010009.

BERNARDINELI, Muriana Carrilho, ALMEIDA, Camila Sanchez Aleixo de. A transgressão do direito fundamental à educação e os retrocessos no ensino consequência do covid 19: desafios da educação no pós-pandemia. Pensar Acadêmico, v.18, n.5, p. 923-949, 2020. DOI: 10.21576/pa.2020v18i5.1990.

BRAZ, Lucia Helena Costa; ALMEIDA, Brenda Cristina; CAMPOS, Leonardo Tavares; IBRAHIM, Vinícius Silveira. O jogo no ensino de Matemática: uma experiência com a revisão de conteúdos de trigonometria. Com a palavra, O professor, Vitória da Conquista, v. 5 n. 11, p. 12-28, jan.-abr. 2020. DOI: 10.23864/cpp.v5i11.409

CAVALCANTI, Barreto Patricia; LUCENA, FERREIRA, Mousinho Lucena; CARNEIRO, Lucena Carla; LEONID, Pablo. Programa Saúde na Escola: interpelações sobre ações de educação e saúde no Brasil. Textos e Contextos, v. 14, n. 2, p. 387 – 402, ago.-dez. 2015. Doi: 10.15448/1677-9509.2015.2.21728.

CONCEIÇÃO, Danicia Silva; VIANNA, Vanessa Silva Souza; BATISTA, Anna Karolyne Ribeiro; ALCÂNTARA, Alice dos Santos Silva; ELERES, Victor Martins; PINHEIRO, Wiliane Freire; BEZERRA, Ana Caroline Pereira; VIANNA, Janaína Araújo. A Educação em Saúde como Instrumento de Mudança Social. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6 n. 8, p. 59412-59416, aug. 2020. DOI:10.34117/bjdv6n8-383.

COTONHOTO, Larissy Alves; ROSSETTI, Claudia Broetto; MISSAWA, Daniela Dadalto Ambrozine. A importância do jogo e da brincadeira na prática pedagógica. Construção Psicopedagógica, São Paulo, v. 27 n. 28, p. 37-47, 2019.

DE NEZ, Egeslaine; SANTOS, Camila Andrade. Reflexão sobre as metodologias das aulas expositivas na educação básica e superior. Revista de Educação do Vale dos Arinos, Juara, v. 4 n. 1, p.24-36, jan-jun, 2017.

FASCCHINI, Luiz Augusto; TOMASI, Elaine; DILÉLIO, Alitéia Santiago. Qualidade da atenção primária à saúde no Brasil: avanços, desafios e perspectivas. Saúde debate, v. 42 n. 1, p. 208-223, set. 2018. DOI: 10.1590/0103-11042018S114

GOMES, Elsa Patrícia Fonseca. O jogo didático como estratégia de aferição, revisão e consolidação da aprendizagem no âmbito das Unidades Didáticas. 2012. 163f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Português) - Universidade do Porto. Portugal.

GUIMARÃES-JÚNIOR, José Carlos, CARVALHO, Aline dos Santos Moreira de, ADAID-CASTRO, Breno Giovanni, PEREIRA, Pedro Carlos. Ensino remoto em tempos de pandemia um estudo de caso do Instituto Federal do Sul de Minas campi Passos. Research, Society and Development, v. 10, n.15, 2021. | DOI: 10.33448/rsd-v10i15.22859.

HARTMANN, Andressa Corcette. MARONN, Tainá Griep; SANTOS, Eliane Gonçalves. A importância da aula expositiva dialogada no ensino de Ciências e Biologia. In: 2º ENCONTRO DE DEBATES SOBRE TRABALHO, EDUCAÇÃO E CURRÍCULO INTEGRADO, 2019, Rio Grande do Sul. Anais do II EnTeci. Rio Grande do Sul: Unijuí 2019.

INÁCIO, Myrrena; INVERNIZZI, Noela. Nanotecnologias para doenças negligenciadas no Brasil: trajetórias de pesquisa, incentivos e perspectivas. Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, v. 41 e45679, mar. 2019. DOI: 10.4025/actascihumansoc.v41i1.45769.

MACEDO, Juliana Bezerra; MACEDO, Daniela Bezerra; FERREIRA, Anderson Fuentes; MACEDO,

Glauber Bezerra; BORTOLETO, Claúdio Scott; SANTOS, Laurita dos; RODRIGUES, Bruno Vinícius Manzolli;PAVINATTO, Adriana. Análise espacial e determinantes sociais na vigilância das doenças negligenciadas. Research, Society and Development, v. 9, n. 8,2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i8.6261

MORAN, José. Metodologias ativas e modelos híbridos na educação. In: YAEGASHI, Solange Franci Raimndo (Org.). Novas Tecnologias Digitais: Reflexões sobre mediação, aprendizagem e desenvolvimento. 1 ed. Curitiba: BIANCHINI, Luciane Guimarães Batistella; OLIVEIRA-JÚNIOR, Isaias Batista de; SANTOS, Annie Rose dos; SILVA, Samira Fayes Kfouri da, 2017, p. 23 – 35.

NASCIMENTO, Francisca Silva do; COUTINHO Taciana Carvalho; PINHEIRO, Josilane Amaro. Exame nacional do ensino médio – enem: um olhar dos discentes do 3° ano do ensino médio e sua preparação para o ingresso no ensino superior. educação em revista, v.14 n.2, p.69-92, jul.-dez, 2013. DOI: 10.36311/2236-5192.2013.v14n2.3561.

O ciclo biológico do plasmódio no interior do homem. Disponível em: https://youtu.be/xyc4gZsHEGQ Acesso em: 15 set. 2021, às 14:40.

OLIVEIRA, Iara Bezerra de; GUIMARÃES, Jhonatan Fausto; MELO, Mariana Pequeno; FERREIRA, Janaína Fernandes; FREIRES, Leandra da Silva; QUEIROZ, Lucas Ian Souza. Promoção da saúde e combate das parasitoses intestinais através de atividades socioeducativas: Relato de experiência. Brazilian Journal of health Review, v. 3 n. 4, p. 10779-10789, ago. 2020. DOI: 10.34119/bjhrv3n4-336

PAES, Caila Carolina Duarte Campos; PAIXÃO Alvaneide Nunes dos Passos. A importância da abordagem da educação em saúde: revisão de literatura. Revista de Educação do Vale do São Francisco, Petrolina, v. 6 n. 11, p. 80-90, dez. 2016.

PIFERRO, Eliane de Lourdes Fontana; COELHO, Caroline Pugliero; SOARES, Renata Godinho; ROEHRS, Rafael. Metodologias ativas e o ensino remoto de biologia: uso de recurso online para aulas síncronas e assíncronas. Research, Society and Development, v. 9. n. 10, e719108465, 2020. DOI: 10.33448/rsd.

RIBEIRO, Kelen Gomes; ANDRADE, Luiz Ordorico Monteiro de; AGUIAR, Jaina Bezerra de; MOREIRA, Ana Ester Maria Melo; FROTA, Amanda Cavalcante. Educação e saúde em uma região em situação de vulnerabilidade social: avanços e desafios para as políticas públicas. Interface comunicação, saúde e educação, Botucatu, v. 22 n. 1, p.1387 – 1398, jan. 2018. DOI: 10.1590/1807-57622017.0419.

ROCHA, Flávia Sucheck Mateus da; MOTTA, Marcelo Souza. Recursos audiovisuais na educação: algumas possibilidades em ciências e em matemática. Caderno Intersaberes, v. 9 n. 22, p. 99-111, jan. 2020.

RONDINI, Carina Alexandra; PEDRO, Ketilin Mayra; DUARTE, Claúdia dos Santos. Pandemia da Covid-19 e o ensino remoto emergencial: mudanças na prática pedagógica. Educação, v. 10 n. 1, p. 41-57, set. 2020. DOI: 10.17564/2316-3828.2020v10n1p41-57.

SENRA, Vanessa Braz Costa; SILVA, Maria Silene da. A educação frente à pandemia de COVID-19: atual conjuntura, limites e consequências. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6 n. 12, p. 101771-101785, dez. 2020. DOI: DOI:10.34117/bjdv6n12608.

SLIDESGO – Jogo de tabuleiro para escolas. Disponível em: https://slidesgo.com/pt/tema/jogo-de-tabuleiro-para-escolas#search-jogos&position-6&results-91. Acesso em: 05 nov. 2020 às 16:30.

SOUZA, Cassiane Borges de; GRALA, Ana Paula; VIELLELA, Marcos Marreiro. Óbitos por moléstia parasitárias negligenciadas no Brasil: doença de Chagas, esquistossomose, Leishmaniose e dengue. Brazilian journal of Development, Curitiba, v. 7 n. 1, p. 7718-7733, jan. 2021. DOI:10.34117/bjdv7n1-524.

SOUZA, Pâmela Leite de; PEREIRA, Celeste dos Santos; NOGUEIRA, Maria Laura Silveira; PEREIRA, Denise Bermudez; CUNHA, Giolana Mascarenhas; MÖLER, Fabiana de Oliveira. Projetos PET-Saúde e Educando para a Saúde: Construindo saberes e práticas. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília v. 36 n. 1, p. 172-177, nov. 2012.

TEXEIRA, Phelipe Austríaco. Conhecimentos sobre parasitoses intestinais como estratégia para subsidiar ferramentas de educação em saúde. 2016. 106f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ.

TORRES, Nadielle Arruda Monteiro de Mello. Criação de Jogos digitais como estratégia didática visando o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais. 2019. 102f. Dissertação (Mestrado Profissional em Projetos Educacionais de Ciências) – Universidade de São Paulo, SP.

Publicado
2022-04-08
Métricas
  • Visualizações do Artigo 111
  • PDF (PORTUGUÊS) downloads: 58
Como Citar
Moura, J., & Pereira, C. (2022). Estratégias metodológicas por via remota para o ensino das parasitoses: Relato de experiência . Revista Multidisciplinar Do Núcleo De Pesquisa E Extensão (RevNUPE), 2(01), e202204. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/revnupe/article/view/13720