Narrativas Visuais de Trajetórias Docentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2022.v7.n21.p292-306

Palavras-chave:

Formação de professores; pesquisa biográfica; pesquisa narrativa; artes visuais; narrativas visuais.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo contribuir com o debate a respeito dos usos e formas da autobiografia a partir de nossas experiências com a arte. Nossas reflexões resultam de uma pesquisa que investigou a formação de professores de Artes Visuais em uma perspectiva autobiográfica. Para este artigo nos pautamos pelo seguinte questionamento: de que modo a arte, seus procedimentos, objetos, imagens ou conceitos podem nos ajudar a encontrar novos modos de narrar, perceber e olhar para si? Colocamos foco no trabalho realizado com um grupo de estudantes e professores de Artes. Adotamos como referencial teórico-metodológico a Pesquisa (Auto)biográfica, e utilizamos as narrativas visuais, aliadas às narrativas orais e escritas tradicionalmente utilizadas nesta abordagem, como principal estratégia. Esperamos contribuir com o debate acerca das possibilidades de uso desta abordagem em pesquisas no campo da Arte e da Educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Juliana Galvão Alves, Universidade Estadual de Londrina

Possui Licenciatura em Educação Artística pela Universidade Estadual de Londrina (1989), especialização em Cultura e Arte Barroca pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Estadual de Londrina.  Coordena o projeto de pesquisa intitulado "A Formação Do Professor De Artes Visuais Em Uma Perspectiva Autobiográfica", cadadtrado na UEL.

Ronaldo Alexandre de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina

Graduado em Educação Artística pela Faculdade Santa Marcelina/São Paulo (1987), em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais (2005),Especializado em Arte Educação pela ECA - USP (1991) Mestrado em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2000) e Doutorado em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004).Estágio de Pós- Doutoramento realizado no Programa Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie (2013-2014) com supervisão da Profª Drª Mirian Celeste Martins. Atualmente é professor Adjunto "D" da Universidade Estadual de Londrina, no Departamento de Arte Visual. Foi Professor estatutário da Prefeitura Municipal de Jacareí no período de 1992- 2007, onde atuou enquanto docente da educação Básica e coordenou projetos na área de Ensino e Aprendizagem da Arte. Atuou na UNIVAP (Universidade do Vale do Paraíba no período de 2000 a 2007), na formação de professores da Educação Básica e foi responsável pela implantação na mesma Universidade da Licenciatura em Artes Visuais no ano de 2007. Tem experiência na área de Arte e Educação, com ênfase em Currículo e Formação inicial de Continuada de Professores. Atua principalmente nos seguintes temas: arte educação, artes visuais,ensino aprendizagem, Pedagogia.

Referências

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. São Paulo, SP: Companhia das Letras, 1994.
CHARRÉU, Leonardo Verde. A cartografia e a artografia como métodos vivos de investigação em arte e em educação artística. Diacrítica, Braga, vol. 33, n. 1, 2019, p. 87-103.

COSTA, Luciano Bedin da. Cartografia: uma outra forma de pesquisar. Revista Digital do LAV, Santa Maria, UFSM, vol. 7, n. 2, p. 66-77, mai./ago.2014. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/15111> Acessado em 13/03/20021.

DOMINICÉ, Pierre. O processo de formação e alguns dos seus componentes relacionais. In: NÓVOA, António; FINGER, Matthias (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. São Paulo: Paulus, 2010. p. 81-95.

DUARTE JUNIOR, João Francisco. O que é beleza? São Paulo: Brasiliense, 1986.

EGAS, Olga Maria Botelho. Metodologia artística de pesquisa baseada em fotografia: a potência das imagens fotográficas na pesquisa em educação. In: Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, 24, 2015, Santa Maria. Anais… Santa Maria: ANPAP, 2015. p. 3434-3449. Disponível em: <http://anpap.org.br/anais/2015/simposios/s8/olga_egas.pdf> Acessado em 13/03/20021.

GUIMARAES, Mariana. Bordadura como linguagem de experiências, afeto, vínculo e liberdade. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas: Compartilhamentos na arte: redes e conexões, 24. 2015, Santa Maria, RS. Anais... Santa Maria, RS: ANPAP, 2015. p.4067-4082. Disponível em:
<http://anpap.org.br/anais/2015/simposios/s12/mariana_guimaraes.pdf> Acessado em 13/03/20021.

HERNÁNDEZ, Fernando. A construção da subjetividade docente como base para uma proposta de formação inicial de professores de artes visuais. In: OLIVEIRA, Marilda Oliveira de; HERNÁNDEZ, Fernando (Org.). A formação do professor e o ensino das artes visuais. Santa Maria: Ed. UFSM, 2005. p. 21-42.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

______. Histórias de vida e formação: suas funcionalidades em pesquisa, formação e práticas sociais. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 5, n. 13, p. 40-54, 28 jun. 2020. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/8423. Acessado em 13/03/20021.

MARIN-VIADEL, Ricardo. Las teorías educativas también se hacen com imágenes: pesquisa baseada em artes visuais. In: MARTINS, Mirian Celeste; BONCI, Estela; MOMOLI, Daniel (org.). Formação de educadores: modos de pensar e provocar encontros com a arte e mediação cultural. São Paulo: Terracota Editora, 2018. p. 131-144.

MARIN-VIADEL, Ricardo; ROLDÁN, Joaquín. Metodologías artísticas de investigación em educación. Málaga: Ediciones Aljibe, 2012.

MARTINS, Raimundo. Metodologias visuais. In: DIAS, Belidson; IRWIN, Rita L. (org.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria: UFSM, 2013. p. 83-95.

OLIVEIRA, Valeska Fortes. Implicar-se... implicando com professores: tentando produzir sentidos na investigação/formação. In: SOUZA, Elizeu Clementino de (Org.). Autobiografias, histórias de vida e formação: pesquisa e ensino. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006. p. 47-57.

VIDAL, Diana Gonçalves; FARIA FILHO, Luciano Mendes de. As lentes da história: estudos de história e historiografia da educação no Brasil. Campinas, Autores Associados, 2005.

Downloads

Publicado

2022-11-04

Como Citar

ALVES, C. J. G.; OLIVEIRA, R. A. de. Narrativas Visuais de Trajetórias Docentes. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 7, n. 21, p. 292–306, 2022. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2022.v7.n21.p292-306. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/11217. Acesso em: 27 fev. 2024.