Políticas de educação em prisões do Estado da Bahia

constituição de um novo plano estadual

Palavras-chave: Educação em Prisões, Políticas Públicas, Educação de Jovens e Adultos

Resumo

O presente artigo é resultado de pesquisa acadêmica em que propusemo-nos investigar e analisar as contribuições do Plano Estadual de Educação em Prisões na Bahia e como este se articula, mediado pela intersetorialidade. É resultado de um Projeto de Pesquisa desenvolvido com professores e gestores de escolas específicas e vinculadas que ofertam educação em prisões no Estado. Optou-se pela abordagem qualitativa, pois essa metodologia se preocupa com aspectos da realidade produzida pela interação entre a prisão e a comunidade escolar. Nesse contexto, o levantamento de dados ocorreu por meio da revisão bibliográfica de referências em relação as políticas públicas específicas sobre Educação em Prisões: (Julião, 2019); (Onofre, 2019); dos Projetos Políticos Pedagógicos (Silva; Moreira, 2011); (Barreto, 2017) e por meio de questionários semiestruturados destinados aos professores que exercem à docência para as pessoas em situação de restrição e privação de liberdade e gestores escolares. No que se refere às políticas públicas, confirmou-se que estas são efetivadas no que se refere a construção de políticas públicas locais, quando os profissionais da educação e execução penal e outros setores dialogam com a dimensão pedagógica desenvolvidas nas escolas – questões comprovadas nas respostas dos participantes da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria das Gracas Reis Barreto, Rede Estadual de Ensino do Estado da Bahia

Mestre em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação (UNEB). Professora aposentada da Rede Estadual de Ensino do Estado da Bahia. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Forma(em)Ação - GEFEP (UNEB). E-mail: mariagrbarreto@hotmail.com

Newdith Mendonça Dias, Rede Estadual de Ensino do Estado da Bahia

Mestre em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação (UNEB). Professora Aposentada da Rede Estadual de Ensino do Estado da Bahia. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Forma(em)Ação – GEFEP (UNEB). E-mail: diasnewdith@gmail.com

Referências

REFERÊNCIAS

BAHIA. Plano Estadual de Educação no Sistema Prisional da Bahia. SEC/SEAP. Salvador, 2012.

BAHIA. Plano Estadual de Educação no Sistema Prisional da Bahia. SEC/SEAP. Salvador, 2015.

BAHIA. Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Projeto Político Pedagógico do Colégio Professor George Fragoso Modesto. Salvador, 2011.

BAHIA. Secretaria da Educação do Estado. Projeto Político Pedagógico do Colégio Professor George Fragoso Modesto. Salvador, 2013.

BAHIA. Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Portaria 671/1991. Ato de Criação da Escola Especial da Penitenciária Lemos Brito. Diário Oficial 09.02.1994.

BAHIA. Conselho Estadual de Educação. Resolução CEE nº 43 de 14 de julho de 2014. Dispõe sobre a oferta, pelo Sistema Estadual de Ensino, da Educação Básica na modalidade Educação de Jovens e Adultos, para pessoas em situação de privação de liberdade nos estabelecimentos penais do Estado da Bahia. Salvador. Publicada em 06 de março de 2015.

BARRETO, Maria das Graças Reis. EDUCAÇÃO EM PRISÕES: outras estratégias para outro sujeito de direito. Trabalho Final de Conclusão de Curso. Programa de Pós-graduação em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação. Universidade do Estado da Bahia. Salvador, 2017.

BRASIL. LEP. Lei de Execuções Penais. Institui a Lei de Execução Penal nº 7210 de 11 de julho de 1984.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9394/96. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm. Acesso em: 28/12/2020.

BRASIL. Ministério da Justiça. Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária – CNPCP. Resolução nº 3, de 11 de março de 2009. Dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para a Oferta de Educação nos estabelecimentos penais. Brasília, 2009. Disponível em: EB. Salvador, 2017.

BRASIL. MEC/SECAD. Resolução nº 02, 19/05/2010. Dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para a oferta de Educação para jovens e Adultos em situação de privação de liberdade nos estabelecimentos Penais. Brasília, Brasil, 2010.

BRASIL. Lei nº 13.163, de 9 de setembro de 2015. Modifica a Lei no 7.210, de 11 de julho de 1984 - Lei de Execução Penal, para instituir o ensino médio nas penitenciárias. Brasília, 2015. Disponível em: Acesso em: 28/12/2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em 28/12/2020.

BRASIL. Projeto de Lei nº 7.117, de 2017. Altera a redação do art. 37 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a educação de jovens e adultos para pessoas privadas de liberdade em estabelecimentos penais.

BRASIL. Decreto nº 7.626, de 24 de novembro de 2011. Institui o Plano Estratégico de Educação no âmbito do Sistema Prisional. Brasília, 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7626.htm. Acesso em 28/12/2020.

BRASIL. Marco de Ação de Belém. Documento aprovado na 6º Conferência Internacional de Educação de Adultos (CONFINTEA VI). Brasília, abril de 2010. Disponível em: Acesso em: 08/12/2020.

GADOTTI, Moacir. EDUCAÇÃO POPULAR E EDUCAÇÃO AO LONGO DA VIDA. 2016. Disponível em http://acervo.paulofreire.org:8080/jspui/bitstream/7891/10020/2/FPF_PTPF_01_0470.pdf. Acesso em 08/12/2020.

JULIÃO, Elionaldo Fernandes e RODRIGUES Fabiana (Orgs.) Reflexões Curriculares Para a Educação de Jovens e Adultos nas Prisões. 1. ed., Jundiaí-SP. Paco Editorial, 2019.

JULIÃO, Elionaldo Fernandes. Sistema Penitenciário Brasileiro: aspectos conceituais, políticos e ideológicos da reincidência. 1 Ed. Rio de Janeiro: Revan, 2020.

ONOFRE, Elenice Maria Cammarosano. Educação Escolar na prisão: o olhar de alunos e professores. Jundiaí: Paco Editorial, 2014.
Publicado
2021-04-27
Métricas
  • Visualizações do Artigo 59
  • Html downloads: 1
Como Citar
Barreto, M. das G. R., & Dias, N. M. (2021). Políticas de educação em prisões do Estado da Bahia: constituição de um novo plano estadual. Plurais Revista Multidisciplinar, 6(1), 155-170. https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2021.v6.n1.11620