Um espaço guardião da memória da heroína negra da independência: a casa de Maria Filipa

Autores

Palavras-chave:

Casa de Maria Felipa, Memória, Acervo Cultural, educação étnico- racial

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar a história, organização, projetos, realizações e a divulgação do Centro de Visitação, Estudos, Pesquisas e Empreendimentos Étnico-Culturais - Casa de Maria Felipa. Partindo das questões: Como foi constituído esse acervo e como podemos utilizá-lo para promover a educação étnico-racial, a valorização da identidade e a preservação da memória de Maria Felipa de Oliveira? Iniciamos como uma pesquisa bibliográfica e documental tradicional e no período pandemia de COVID19, desenvolvemos alternativas para colher as informações em meios digitais e por meios digitais, adaptando instrumentos para serem utilizados de forma remota. As análises foram realizadas cruzando dados bibliográficos e os colhidos nas plataformas e redes digitais. Constatamos que a memória de Maria Felipa, heroína negra da Independência na Bahia, de acordo com a Lei nº 13.697/2018, tem na Casa que leva seu nome um importante local de preservação de sua memória, que pode ser utilizado didaticamente de diversas formas e contando com uma pequena equipe extremamente engajada e competente, porém com pequeno orçamento para manter adequadamente esse grande equipamento para pesquisas e projetos didáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raphael Rodrigues Vieira Filho, Universidade do Estado da Bahia - Bahia, Brasil

Professor da Universidade do Estado da Bahia (DEDC I/UNEB). Vinculado ao PPG Estudos Africanos, Povos Indígenas e Culturas Negras e ao PPG Educação e Contemporaneidade. Doutor em História Social pela PUCSP e Pós- Doutor em Pesquisa pela Università degli Studi di Padova.

Contribuição de autoria: autor.

Lucineide Santos Vieira, Secretaria de Educação do Estado da Bahia, Bahia - Brasil

Professora de História da rede estadual da Bahia, Mestre em Educação e Contemporaneidade, Licenciada em História/UFBA, especialista em História e Cultura africana, afrobrasileira e indígena/FSTA.

Contribuição de autoria: coautora.

Referências

A CASA de Maria Felipa. Casa de Maria Felipa – Curuzu -Liberdade, 18 jul. 2010. Disponível em: https://casademariafelipacuruzu.wordpress.com/a-casa-de-maria-felipa/. Acesso em: 05 dez.2021.

ADICHIE, Chimamanda Ngoz. O perigo de uma História Única. São Paulo: Cia. Das Letras, 2019. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5819069/mod_resource/content/1/Chimamand a%20Ngozi%20Adichie%20-

%20O%20perigo%20de%20uma%20hist%C3%B3ria%20%C3%BAnica- Companhia%20das%20Letras%20%282019%29.pdf. Acesso em: 15 abr. 2022.

AFRO Imagem a Heroína Maria Felipa. Blogspot Casa de Maria Felipa, 07 jan. 2009. Disponível em: https://casademariafelipa.blogspot.com/ Acesso em: 05 dez. 2021.

ARAÚJO, Ubiratan Castro de. Apresentação. In: FARIAS, Eny Kleyde Vasconcelos. Maria Felipa de Oliveira: heroína da independência da Bahia. Salvador: Quarteto, 2010.

ARAÚJO, Ubiratan Castro de. Conheçam a história de Maria Felipa: importante personagem na Independência da Bahia. Revista Raça, n. 168, 2016. Disponível em: https://revistaraca.com.br/a-historia-de-maria-felipa. Acesso em: 15 abr. 2022.

BAHIA. Decreto n. 19.586, de 27 de março de 2020. Ratifica declaração de Situação de Emergência em todo o território baiano, para fins de prevenção e enfrentamento à

covid-19, e regulamenta, no estado da Bahia, as medidas temporárias para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus. Ondina, 27 mar. 2020. Disponível em: http://www.casacivil.ba.gov.br/arquivos/File/DECN19586DE27MARCO2020.pdf.

Acesso em: 25 abr. 2022.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Conteúdos e métodos de ensino de História. In: BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de História: fundamentos e métodos. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. Cap. 2. Disponível em: file:///C:/Users/LUCINEIDE/Downloads/bittencourt-circe-ensino-de-historia- fundamentos-e-metodospdf.pdf. Acesso em: 23 Set. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Pluralidade Cultural, Orientação Sexual. Brasília: Secretaria de Educação Fundamental, 1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro101.pdf. Acesso em: 12 nov. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Orientações e Ações para Educação das Relações Étnico-Raciais.

Brasília: SECAD, 2006.

BRASIL. Lei nº 13.697, de 26 de julho de 2018. Inscreve os nomes de Maria Quitéria de Jesus Medeiros, Sóror Joana Angélica de Jesus, Maria Felipa de Oliveira e João Francisco de Oliveira (João das Botas) no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 1, 27 jul. 2018. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2018/lei-13697-26-julho-2018-786998- publicacaooriginal-156064-pl.html. Acesso em: 23 jan. 2021.

ESCOLA Municipal de Lauro de Freitas visita a Casa de Maria Felipa. CASA DE MARIA FELIPA. [S.l.: s.n.], 2011. Disponível em: https://casademariafelipacuruzu.wordpress.com/2011/09/06/escola-municipal-de-lauro- de-freitas-visita-a-casa-de-maria-felipa/. Acesso em: 10 mar. 2022.

EVARISTO, Conceição. Becos da memória. Rio de Janeiro: Pallas, 2017.

FARIAS, Eny Kleyde Vasconcelos. Maria Felipa de Oliveira: heroína da independência da Bahia. Salvador: Quarteto, 2010.

FREIRE, Paulo. A alfabetização de adultos: crítica de sua visão ingênua; compreensão de sua visão crítica. In: FREIRE, Paulo. Ação Cultural para a Liberdade: e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

GONZALEZ, Lélia. Racismo e sexismo na cultura brasileira [1984]. In: RIO, Flávia; LIMA, Márcia (Orgs.). Por um feminismo afro-latino-americano – Lélia González. Rio de Janeiro: Zahar, 2020. p. 75-93.

INSTITUTO REPARAÇÃO. Instituto Reparação Homenageou a heroína brasileira Maria Felipa. Salvador. 02 jul. 2022. Instagram: @institutoreparacao. Disponível em: https://www.instagram.com/p/Cfhh2iWp4W6/?hl=pt-br%2F&img_index=1. Acesso em: 4 out. 2022

KI-ZERBO, Joseph. Para quando África? Entrevista com René Holenstein; tradução Carlos Aboim de Brito. Rio de Janeiro: Pallas, 2009.

MARIA Felipa na contemporaneidade. CASA DE MARIA FELIPA. Salvador, 01 de dez. 2021. Facebook: mariafelipa.oliveira10. Disponível em: https://www.facebook.com/mariafelipa.oliveira.10. Acesso em: 10 mar. 2022.

MARQUES, Celso Freire Xavier. Carta de Cessão. Destinatário: Faculdade Olga Metting. Itaparica, BA: Acervo da Irmandade de Nossa Sra. do Rosário dos Homens Pretos, 4 nov. 2009. 1 carta.

MARQUES, Xavier. O Sargento Pedro: tradições da Independência. 3. ed. São Paulo: GDR, 1976.

NASCIMENTO, Carlos Eduardo Gomes. Pensar o passado, narrar as histórias dos afrodescendentes na Bahia: recontando a vida de Maria Felipa no Ensino Fundamental. Revista História Hoje, São Paulo, v. 8, n. 15, p. 263-277, 2019. Disponível em: https://rhhj.anpuh.org/RHHJ/article/view/479. Acesso em: 10 fev. 2021.

NASCIMENTO, Margarida Lopes. Carta de Cessão. Destinatário: Faculdade Olga Metting. Vera Cruz, BA: Acervo da Irmandade de Nossa Sra. do Rosário dos Homens Pretos, 16 jul. 2004. 1 carta.

NOVAES, Weldel de. Reconhecimento material: Maria Felipa ganha monumento em Salvador. Correio da Bahia. 27 jul. 2023. Disponível em: https://www.correio24horas.com.br/minha-bahia/reconhecimento-material-maria-felipa- ganha-monumento-em-salvador-0723. Acesso em: 27 jul. 2023.

OLIVEIRA, Hilda Xavier de. Carta de Cessão. Destinatário: Faculdade Olga Metting. Carta. Vera Cruz, BA: Acervo da Irmandade de Nossa Sra. do Rosário dos Homens Pretos, 16 jul. 2004. 1 carta.

ORGE, Filomena Modesto. Retrato Falado com Retoques Subjetivos de Personagens Históricos (Artigo Original). PROVA MATERIAL. Revista Científica do

Departamento da Polícia Técnica da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, Salvador, v. 2, n. 4, abr. 2005. Disponível em: http://www.dpt.ba.gov.br/arquivos/File/provamaterial4.pdf. Acesso em: 7 out. 2023.

OSÓRIO, Ubaldo. A Ilha de Itaparica, história e tradição. 4. ed. Salvador: Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1979.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n.3, p. 3-15, 1989. Disponível em:

https://periodicos.fgv.br/reh/article/view/2278/1417. Acesso em: 22 out. 2023.

POLLAK, Michel. Memória e Identidade Social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 5, n. 10, p. 200-212, 1992. Disponível em:

https://periodicos.fgv.br/reh/article/view/1941/1080. Acesso em: 22 out. 2023.

QUER uma boa opção para amanhã? Facebook, [Salvador] 30 jul. 2020. Disponível em: https://www.facebook.com/profile/100053410601434/search/? q=Maria%20Felipa%20da%20Contemporaneidade. Acesso em: 12 out. 2023.

SALVADOR. Câmara Municipal. Lei n. 9.278/2017. Dispõe sobre a delimitação e denominação dos bairros do Município de Salvador, Capital do Estado da Bahia, na forma que indica, e dá outras providências. Salvador, 20 set. 2017. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a/ba/s/salvador/lei-ordinaria/2017/928/9278/lei-ordinaria- n-9278-2017-dispoe-sobre-a-delimitacao-e-denominacao-dos-bairros-do-municipio-de- salvador-capital-do-estado-da-bahia-na-forma-que-indica-e-da-outras-providencias.

Acesso em: 07 out. 2022

SANTANA, Anália. Memória, diversidade étnico-racial e cosmovisão africano- brasileira: diálogos e experiências possíveis para a educação na contemporaneidade. In: ARAÚJO, Jurandir de Almeida; SANTOS, Deyse Luciano de Jesus; SOBRINHO, Raquel Alves e (org.). Educar na e para a Diversidade: lugares, saberes, práticas e conflitos. Curitiba: Editora CRV, 2017. p. 18-25.

SILVA, Lívia Prata da. Maria Felipa – uma heroína baiana: a história ilustrada da heroína da independência do Brasil na Bahia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Visual – Design) – Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 208.

VIRGENS, Gildete. Maria Felipa, Heroína Negra. Casa de Maria Felipa. [S.l.: s.n., s.d.]. Disponível em: https://casademariafelipacuruzu.wordpress.com/2010/07/16/poesia-maria-felipa-heroi. Acesso em: 08 out. 2022.

VIRGENS, Gildete. Discurso proferido no Plenário [Câmara Municipal de Salvador] acompanhada de Jucimar Mota na figura arquetípica de Maria Felipa de Oliveira. [Salvador], [28 jul. 2010]. Facebook, 22 ago. 2020. Disponível em: https://www.facebook.com/profile/100053410601434/search/?q=Curuzu%20Corredor% 20Cultural%20da%20Liberdade. Acesso em: 12 out. 2023.

Downloads

Publicado

2023-12-31

Como Citar

VIEIRA FILHO, R. . R.; VIEIRA, L. . S. Um espaço guardião da memória da heroína negra da independência: a casa de Maria Filipa. Perspectivas e Diálogos: Revista de História Social e Práticas de Ensino, Caetité, v. 6, n. 12, p. 66–82, 2023. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/nhipe/article/view/19148. Acesso em: 20 maio. 2024.