EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS NUMA PERSPECTIVA INTERCULTURAL

  • Maria Elly Herz Genro Universidade Federal do Rio Grande do Sul -PPGEdu/UFRGS.
  • Jaime José Zitkoski Universidade Federal do Rio Grande do Sul -UFRGS
Palavras-chave: Direitos Humanos, Interculturalismo, Educação, Cidadania.

Resumo

O presente artigo tem como finalidade suscitar reflexões sobre Direitos Humanos numa perspectiva intercultural relacionada aos aspectos políticos e filosóficos no âmbito educacional. Compreende-se a necessidade de um fortalecimento da temática dos Direitos Humanos na educação, tendo em vista o contexto social de atuação de
cada docente em sua prática educativa e sua reflexão pautada em perspectivas sociais, políticas e filosóficas. Em relação à metodologia, trata-se de um estudo de análise
teórica, contendo elementos históricos e conceitos teórico-filosóficos. Considera-se que todo individuo é um sujeito com direito à dignidade humana e que os Direitos Humanos precisam ser compreendidos numa perspectiva intercultural, superando a visão eurocêntrica predominante ainda hoje. Concebe-se que a formação da cidadania
acontece através da vida social, política e cultural. Por isso, destaca-se a urgência de ressignificar a concepção de Direitos Humanos, a partir da perspectiva intercultural e emancipa-tória da realidade educacional. Por meio de uma educação envolvida com o aprimoramento da cidadania e da emanci-pação humana e social é possível oportunizar o direito à aprendizagem como constituinte dos Direitos Humanos na
agenda das práticas sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Elly Herz Genro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul -PPGEdu/UFRGS.

Licenciada em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pós-doutora do Centro de Estudos Sociais (CES) - Universidade de Coimbra. Professora Adjunta da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEdu/UFRGS).

Jaime José Zitkoski, Universidade Federal do Rio Grande do Sul -UFRGS

Graduado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição (FAFIMC). Doutor em
Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor Adjunto 4 na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

ADORNO, Theodor W. Educação e emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

ARENDT, Hannah. A condição humana. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

BENEVIDES, Maria Vitória. Prefácio. In: SCHILLING, Flávia (Org.). Direitos humanos e educação: outras palavras, outras práticas. São Paulo: FEUSP/Cortez, 2005. p. 11-17.

FACHIN, Melina Girardi. Fundamentos dos direitos humanos: teoria e práxis na cultura da tolerância. Rio de Janeiro: Renovar, 2009.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação. São Paulo: Unimep, 2001.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

______. A gramática do tempo: por uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006.

______. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. São Paulo: Boitempo, 2007.

______. Direitos humanos, democracia e desenvolvimento. São Paulo: Cortez, 2013.

SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos direitos fundamentais. 6. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2006.

SCHILLING, Flávia (Org.). Direitos humanos e educação: outras palavras, outras práticas. São Paulo: FEUSP/

Cortez, 2005.

SYDOW, Evanize; MENDONÇA, Maria Luisa (Org.). Direitos humanos no Brasil 2007: relatório anual da Rede

Social de Justiça e Direitos Humanos. São Paulo, 2007. Disponível em: <http://www.social.org.br/relatorio2007.

pdf>. Acesso em: 05 out. 2009.

ZIRALDO. Os direitos humanos. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/Unesco, 2008.