Desenvolvimento Profissional Docente de Professoras Experientes

entraves e investimentos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n71.p237-254

Palavras-chave:

Desenvolvimento docente, Condições de trabalho docente, Formação de professores

Resumo

Este trabalho, recorte de uma pesquisa de doutorado, norteada na abordagem qualitativa, focaliza o desenvolvimento profissional de professoras experientes inseridas num processo formativo viabilizado pela Rede de Aprendizagem e Desenvolvimento da Docência (ReAD), no 2ºS/2017 e 1º, 2º/2018[1].  Para a escrita deste artigo, analisamos as narrativas produzidas no decorrer da formação ofertada no período citado. Os resultados evidenciam que, as participantes se deparam com grandes desafios para desenvolver o trabalho docente e investirem em seu desenvolvimento profissional. Contudo, mesmo com as condições e trabalho desfavoráveis, elas encontram tempo e disposição para manter-se em processo de formação por meio de estudos individuais, participação em cursos e realização de segunda graduação, especialização e pós-graduação. Diante desses fatos, compreendemos que os programas de formação precisam levar em conta as necessidades formativas da docência em diferentes fases da carreira e as implicações que o trabalho tem na vida pessoal/familiar dos professores, contribuindo para à aquisição de novos conhecimentos, e no auxílio na superação dos entraves para investirem no próprio desenvolvimento profissional.

 

[1]Os participantes da ReAD no momento da realização da inscrição e cadastro foram informados da realização da pesquisa e convidados a assinar o termo de Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amarildo Gomes Pereira, Universidade Federal de São Carlos

Amarildo Gomes Pereira é licenciado em História, professor da educação básica e doutor em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2019). Atualmente é Diretor de Escola junto a Secretaria Municipal da Educação de Bauru/SP.É membro do grupo Educação em Direitos Humanos (NEDH) e do Conselho Municipal dos Direitos Humanos.

Rosa Maria Moraes Anunciato, Universidade Federal de São Carlos

Professora Titular do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCar

Referências

AGUIAR, C. R. Desenvolvimento profissional dos professores dos anos iniciais do ensino fundamental: contribuições da formação continuada. 2013. 151 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade da Região de Joinville, Joinville, 2013.
AQUINO, L. L. O trabalho docente para além do ensino: o uso do tempo destinado ao preparo de aula por professoras alfabetizadoras de escola estadual do ciclo I do ensino fundamental. 2009, 132 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Piracicaba, São Paulo, 2009.
BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2009.
BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Ed., 1994.
CHRISTOV, L. H. da S. Garota interrompida: metáfora a ser enfrentada. In: PLACCO, M. N. de S.; ALMEIDA, L. R. de. (Org.). O coordenador pedagógico e o cotidiano da escola. 6. ed. São Paulo: Loyola, 2009, p. 47-60.
CUNHA, M. I. da. Conta-me agora as narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. R. Fac. Educ, São Paulo, v. 23, n. 1/2, p. 185-195, jan./dez. 1997. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rfe/a/ZjJLFw9jhWp6WNhZcgQpwJn/. Acesso em: Jun. 2020.
DINIZ-PEREIRA, J. E. Desenvolvimento profissional docente: um conceito em disputa. p. 65-74 In: IMBERNÓN, F.; NETO, A. S; FORTUNADO, I.; (org.). Formação permanente de professores: experiências Ibero-americanas /– São Paulo: Edições Hipótese, 2019.
FARIA, G. S. S.; RACHID, A. Jornada de trabalho dos professores da rede pública de ensino. Revista da FAE, Curitiba, v. 18, n. 2, p. 162-177, jul./dez. 2015. Disponível em: https://revistafae.fae.edu/revistafae/issue/view/4. Acesso em: Jan. 2020.
MOREIRA, M. A.; ANUNCIATO, R. M. M.; VIANA, M. A. P. Qualidade da/na educação: narrativas de professoras sobre o trabalho docente. Em Aberto, v. 33, n. 109, 2020. Disponível em: (PDF) Qualidade da/na educação: narrativas de professoras sobre o trabalho docente | Maria Alfredo Moreira Moreira - Academia.edu. Acesso em: Fev. 2021.
FERRAROTTI, F. Sobre a autonomia do método biográfico. 1972. p. 31 – 85 In: NÓVOA, A.; FINGER, M. (orgs.) O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde. Departamento dos Recursos Humanos da Saúde/Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional, 1988. p. 107-129.
GALVÃO, C. Narrativas em educação. Rev. Ciência & Educação, v. 11, n. 2, p. 327-345, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/H5hSMRYMyjhYtBxqnMVZVJH/. Acesso em: Jan.2020.
GATTI, B. A. Formação continuada de professores: a questão psicossocial. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), São Paulo, v. 1, n. 119, p. 191204, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/ZvqbCbK3qV6kNR54KvQ4Cwr/?format=pdf. Acesso em: Jan.2020.
HOBOLD, M. de S. Desenvolvimento profissional dos professores: aspectos conceituais e práticos. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 13, n. 2, p. 425-442, maio/ago. 2018 Disponível em: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa. Acesso em: Jan. 2020.
IMBERNÓN, F. Reflexiones globales sobre la formación y el desarrollo profesional del profesorado en el Estado español y latinoamerica. Educar, n.º 30, pp. 15-25, 2002. Disponível em: https://raco.cat/index.php/Educar/article/view/20761. Acesso em: Jan.2021
JACOMINI, M. A.; PENNA, M. G. de O. Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional. Pro-Prosições - V. 27, N. 2 (80) | maio/ago. 2016. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/pp/v27n2/1980-6248-pp-27-02-00177.pdf. Acesso em: Jan.2021.
JOVCHELOVITCH, S.; BAUER, M. W. Entrevista narrativa. In: BAUER, M. W.; GASKEL, G. Pesquisa qualitativa contexto, imagem e som. Um manual prático. EDITORA 2ª Ed. - Petrópolis, RJ: Vozes, 2002
JUNIOR, J. B. B.; LISBOA, E. S.; COUTINHO, C. P. Desenvolvimento de narrativas digitais na formação inicial de professores: um estudo com alunos de Licenciatura em Pedagogia da UFMA. VII Conferência Internacional de TIC na Educação. Revista Teias v. 13 • n. 27 • 191-204 • jan./abr. 2012. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/12653/1/039NDJoao.pdf. Acesso em: Jun. 2020.
LAPO, F. R. E BUENO, B. O. Professores, desencanto com a profissão e abandono do magistério. Cadernos de Pesquisa, P. 65-88, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/yYkBtnYbQ5SXvYrypXvswzh/. Acesso em: Jun.2020.
MARCELO, C.: Desenvolvimento profissional docente passado e futuro. Sísifo - Revista de Ciências da Educação, Lisboa, n. 8, p. 7-22, jan./abr. 2009. Disponível em: http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/130. Acesso em: Jan. 2021.
METZGER, J. L. Mudança permanente: fonte de penosidade no trabalho? Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. São Paulo, 36 (123): 12-24, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbso/a/sFQXNqMczRPqMwCVctcdm4z/. Acesso em: Jan. 2020.
MOREIRA, M. A.; ANUNCIATO, R. M. M.; VIANA, M. A. P. Qualidade da/na educação: narrativas de professoras sobre o trabalho docente. Em Aberto, v. 33, n. 109, 2020. Disponível em: (PDF) Qualidade da/na educação: narrativas de professoras sobre o trabalho docente | Maria Alfredo Moreira Moreira - Academia.edu. Acesso em: Fev. 2021.
NOGUEIRA, A. L. H. Concepções de “trabalho docente”: as condições concretas e os discursos das prescrições oficiais. Educ. Soc., Campinas, v. 33, n. 121, p. 1237-1254, out-dez. 2012 Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: Jan. 2020.
OLIVEIRA, R. M. M. A.; GAMA, R. P. Desenvolvimento profissional docente e narrativas em diferentes momentos da formação e atuação. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 23, n. 41, p. 205-219, jan./jun. 2014. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-70432014000100018. Acesso em: Jan.2020.
OLIVEIRA-FORMOSINHO, J. Desenvolvimento profissional dos professores. In: FORMOSINHO, J. (Coord.). Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Portugal: Porto Editora, 2009. p. 221-284.
ORSOLON L. A. M. O coordenador/formador como um dos agentes de transformação da/na escola. In: ALMEIDA, L. R. de; PLACCO, V. M. de S. (Org.). O coordenador pedagógico e o espaço da mudança. 9. ed. São Paulo: Loyola, 2011. p. 17-26.
REALI, A. M. M. R.; MIZUKAMI, M. da G. N. A linha de pesquisa Formação de Professores e Outros Agentes Educacionais, Novas Tecnologias e Ambientes de Aprendizagem (PPGE-UFSCar): origem e trajetória. Revista Eletrônica de Educação (São Carlos), v. 11, p. 706-723, 2017. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/ree/v11n3/1982-7199-ree-11-03-706.pdf. Acesso em: Jan. 2020.
SOUZA, A. N. de. As condições de trabalho na carreira docente. Comparação Brasil-França. VII Seminário Redestrado, 3, 4 y 5 de julio de 2008. Disponível em: http://estrado.fae.ufmg.br/cdrom_seminario_2008/textos/ponencias/Ponencia%20Aparecida%20Neri.pdf. Acesso em: Jun.2020.
SOUZA, A. N. de.; LEITE, M. de P. Condições de trabalho e suas repercussões na saúde dos professores da educação básica no Brasil. Educ. Soc., Campinas, v. 32, n. 117, p. 1105-1121, out.-dez. 2011 Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: Jun. 2020.
VALENTE, J.A. A Espiral da Espiral de Aprendizagem: o processo de compreensão do papel das tecnologias de informação e comunicação na educação. 2005. Tese (Livre Docência) Departamento de Multimeios, Mídia e Comunicação, Instituto de Artes (IA), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Disponível em: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000857072&opt=4. Acesso em: Jun.2020.
VENCO, S. Uberização do trabalho: um fenômeno de tipo novo entre os docentes de São Paulo, Brasil? Cad. Saúde Pública 2019; 35 Sup 1: e00207317. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/NkTJp5HZgJQVjhY36kT5rpN/. Acesso em: Jun. 2020.

Arquivos adicionais

Publicado

2023-08-01

Como Citar

PEREIRA, A. G.; ANUNCIATO, R. M. M. Desenvolvimento Profissional Docente de Professoras Experientes: entraves e investimentos. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 32, n. 71, p. 237–254, 2023. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n71.p237-254. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/16862. Acesso em: 14 jun. 2024.