MÍDIA E EDUCAÇÃO: INTERFACE PROCESSUAL NA TEORIA DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS

Autores

  • Maria Olivia Matos Oliveira Universidade do Estado da Bahia -UNEB
  • Maria de Lourdes Soares Ornellas Universidade do Estado da Bahia -UNEB

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2014.v23.n42.p163-172

Palavras-chave:

Mídia, Recepção crítica, Sujeito, Representações sociais

Resumo

O presente artigo trata das relações entre mídia e educação, na interface com as representações sociais, discutindo o papel das mídias na formação da sociedade contemporânea, criticando os impactos sociais da globalização e da tecnologia. O estudo também analisa as mensagens veiculadas e organizadas pelos atores sociais, a partir de critérios cognitivos, afetivos, ideológicos, sociais, históricos e culturais, à luz da teoria das Representações Sociais conceituada como o conhecimento do senso comum e formada em razão do cotidiano do sujeito. Tomando como base teóricos que são referências nas Representações Sociais – Moscovici (1976, 1978); Jodelet (2009); Jovchelovitch (2004); Alves-Mazzotti (1994); Sá (1998) – e da Mídia – Thompson (2007, 2011); McLuhan (2005); Martín-Barbero e Rey (2001); Dizard (2000) –, as autoras aprofundam o debate sobre os limites e as potencialidades dos meios de comunicação de massa, sua capacidade de modelação da opinião pública, resgatando o sujeito que expressa um saber prático de assimilação, aprendizagem e interpretação do
mundo, que é produzido coletivamente na prática social e nas relações interpessoais.
É uma abordagem que se encontra hoje no centro de um debate interdisciplinar, pois tenta nomear e fazer relações entre as construções simbólicas e a realidade social.
Por outro lado, é intenção das autoras, que vêm estudando essa temática, quer nos respectivos grupos de pesquisa, quer nas publicações, deixar sementes que possam germinar, abrindo novos recortes e outras perspectivas de análises da escuta da mídia e de seu saber-fazer, para futuros pesquisadores e acadêmicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Olivia Matos Oliveira, Universidade do Estado da Bahia -UNEB

Professora Pleno da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) Programa de Pós-Graduação PPGeDUC/UNEB. Vice-Coordena-dora do Mestrado Profissional em EJA/MPEJA. Grupo de pesquisa: Sociedade em Rede, Pluralidade Cultural e conteúdos
Digitais Educacionais.

Maria de Lourdes Soares Ornellas, Universidade do Estado da Bahia -UNEB

Professora titular da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Psicanálise e Educação e Representação Social (GEPPERS) do PPGEduC, na UNEB, que abriga duas linhas de pesquisa: Psicanálise e Educação e Educação e Representação Social. É Coordenadora do Núcleo de Estudos em Representação Social e Afeto na Educação (NEARS). Membro da Associação de Psicanálise da Bahia.

Referências

ALVES-MAZZOTTI, A. J. Representações sociais: aspectos teóricos e aplicações em Educação. Revista Em Aberto, Brasília MEC-INEP, ano 14, n. 61, p. 60-78, jan./mar. 1994. Disponível em: <http://www.metodista.br/ppc/multiplas-leituras/>. Acesso em: 10 nov. 2012.

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CASTELLS, Manuel. A galáxia Internet: reflexões sobre a Internet, negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

DIZARD, Wilson. A nova mídia: a comunicação de massa na era da informação. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

GUARESCHI. P. (Coord). Comunicação e controle social. Petrópolis, RJ: Vozes, 1991.

HALL, Stuart. Quem precisa da identidade? In: SILVA, Tomaz Tadeu. Identidade e diferença. A perspectiva dos estudos culturais. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. p 103-133.

IBAÑEZ, G. T. Representaciones sociales, teoria y método. In: ______. (Coord.). Ideologias da vida cotidiana. Barcelona: Sandai, 1988. p. 126-149.

JODELET, D. O estudo experimental das representações sociais. In: ______ (Org.). As representações sociais. Tradução: Lilian Ulup. Rio de Janeiro: Eduerj, 2001. p. 17-44.

______. O movimento de retorno ao sujeito e a abordagem das representações sociais. Sociedade e Estado, v. 24, n. 3, p. 679-712, 2009.

JOVCHELOVITCH, S. Psicologia Social, saber, comunidade e cultura. Psicologia & Sociedade, v. 16, n. 2, p. 20-31, maio/ago. 2004.

MARTÍN-BARBERO, J.; REY, German. Os exercícios do ver. Hegemonia audiovisual e ficção televisiva. São Paulo: Senac, 2001.

MATOS OLIVEIRA, M. O. Representações sociais sobre a Mídia: aproximações e distanciamentos. Educação e Contemporaneidade – Revista da FAEEBA, Salvador, v, 18, n. 32, jul./dez. 2009.

McLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Pensamento/Cultrix, 2005.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2005.

MOSCOVICI, S. La Psychanalyse, sonimageetson public. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

______. A representação social da psicanálise. Tradução: Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

POMBO, Olga. O meio é a mensagem. In: ______. (Org.). McLuhan. A escola e os media. Lisboa: Departamento de Educação da Faculdade de Ciências de Lisboa, 1994. p. 40-50. (Caderno de História e Filosofia da Educação, n. 1).

SÁ, Celso. A construção do objeto de pesquisa em representações sociais. Rio de Janeiro: Eduerj, 1998.

SANTAELLA, Lúcia. A ecologia pluralista da comunicação: conectividade, mobilidade, ubiquidade. São Paulo: Paulus, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências na transição para uma ciência pós-moderna. Estudos Avançados, v. 2, n. 2, p. 46-71, 1988.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização – do pensamento único à consciência universal. São Paulo: Record, 2001.

SCHAFF, Adam. A sociedade informática. São Paulo: Brasiliense, 1995.

SOUSA, C. P. Estudos de representações sociais em educação. Revista Psicologia da Educação, São Paulo, n. 14/15, p. 286, 1º e 2º sem. 2002.

THOMPSON, J. B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

______. Ideologia e cultura moderna. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

WAGNER, W. Sócio-gênese e características das representações sociais. In: MOREIRA, A. S. P.; OLIVEIRA, D. C. (Org.). Estudos interdisciplinares de representação social. Goiânia: A B, 1998.

Como Citar

OLIVEIRA, M. O. M.; ORNELLAS, M. de L. S. MÍDIA E EDUCAÇÃO: INTERFACE PROCESSUAL NA TEORIA DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 23, n. 42, p. 163–172, 2014. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2014.v23.n42.p163-172. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/1038. Acesso em: 17 abr. 2024.