PSICOTERAPIA BREVE EM PACIENTES COM CONSTIPAÇÃO INTESTINAL FUNCIONAL: CONTRIBUIÇÕES À EDUCAÇÃO MÉDICA

Claudia dos Reis Motta, Luciana Rodrigues Silva, Hélio de Castro, Eduardo Gomes Ferraz

Resumo


A constipação intestinal, frequente na infância, reflete questões psíquicas além das físicas na sua determinação. O presente artigo tem como objetivo discorrer sobre o sintoma da constipação intestinal funcional e sua solução psíquica em uma criança de sete anos de idade, tomando como referência a psicanálise. Pesquisa com análise qualitativa no Setor de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricas do HUPES-CPPHO (Hospital Universitário Professor Edgar Santos - Centro Pediátrico Professor Hosannah de Oliveira da UFBA). A relevância da clínica psicanalítica, nesse quadro crônico, encontra-se em investigar como este revela o aprisionamento da criança à subjetividade da mãe, enfatizando a importância da questão paterna. O diagnóstico situacional evidencia questões da psicossomática e histeria. Fundamental a assistência da equipe multidisciplinar ao paciente, bem como o desenvolvimento de programas em educação continuada, com ênfase nas questões psíquicas acerca da constipação intestinal funcional, tanto na graduação quanto na residência médica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENDEREÇO DE CONTATO

Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Av. Contorno, S/N, Bairro, São José, Caetité, Bahia

CEP: 46.400-000

Sala de Editoração: Laboratório de Ensino, Discruso e Sociedade (Labo DisSE)

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435