SER PROFESSOR... DESCONTINUIDADE DE SI1

  • Veridiano Maia dos Santos UFRN

Resumo

Este é um produto derivado de pesquisa em nível de doutorado em educação, seguindo a reflexão acerca das análises, feitas por docentes de três escolas públicas da Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental no município do Natal/RN, ao se imbricar a rede de sentidos que estes profissionais constroem no entorno do currículo desta modalidade educacional. Assim, o currículo surge como objeto das representações sociais docentes destes profissionais da educação. Neste caso, o objetivo finca-se em analisar a construção de sentidos representacionais do ser professor na nesta modalidade ao se debater a questão de currículo. A base epistemológica deste artigo é a Teoria das Representações Sociais e foca-se no contexto de ponderações do grupo docente no que diz respeito à sua condição de professor no tangente cotidiano escolar da citada modalidade educacional, refletindo a congregação de concepções do grupo docente e suas autoanálises subjetivas. Com base em um processo empírico que se complementou por meio de entrevistas coletivas e entrevistas semiestruturadas, a partir de pressupostos basilares da pesquisa qualitativa, forma desenvolvidas estas reflexões. essa maneira, o ser professor é analisado dentro de uma conjuntura cotidiana, a partir das análises, que alimenta as interpretações do professorado no panorama da citada modalidade educacional, onde incertezas e afetos atravessam o dizer e o fazer deste citado grupo de profissionais da educação escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-27
Métricas
  • Visualizações do Artigo 94
  • PDF downloads: 119