O biograma como referencial teórico-metodológico para construção de trajetória de vida-científica na educação musical

  • Raimundo Vagner Leite de Oliveira UnB
Palavras-chave: Palavras-chave, Educação Musical, Trajetória de vida-científica, Biograma

Resumo

O presente texto é uma síntese de uma pesquisa concluída de mestrado cuja temática incidiu sobre trajetória de vida-científica de pesquisadores da área da Educação Musical. Os pressupostos teóricos foram embasados em conceitos de trajetórias de vida. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa, com base na pesquisa documental cuja fonte incidiu sobre o Currículo Lattes usado para preencher o Biograma. O foco deste texto é apresentar como o Biograma foi utilizado como referencial teórico-metodológico. Os dados aqui apresentados são excertos desse foco. A trajetória de vida-científica é o recorte de uma vida inteira que faz referência à atuação no campo da Educação Musical. Os resultados revelam que o Biograma é um tipo de instrumentalizar metodologicamente. É teórico por trazer o conceito de Biograma para o campo da Educação Musical e metodológico por ser o instrumento usado para a construção das trajetórias de vida-científica. É um modo de dar vida ao Currículo Lattes e visibilidade às trajetórias de vida-científicas pela valoração – resultado da interpretação. Conclui-se que ao analisar os registros no Biograma foi possível representar, por sua unidade e coerência, a trajetória de vida-científica como um encadeamento que enreda uma história de vida com a Educação Musical.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raimundo Vagner Leite de Oliveira, UnB

Departamento de Música

Programa de Pós-Graduação em Música

Referências

ABREU, Delmary Vasconcelos. A construção da educação musical no Distrito Federal e história de vida de educadores musicais. Projeto de pesquisa (Projeto universal CNPq 2016 a 2019) Programa de Pós-Graduação em Música, UnB, DF. 2016.

______. A História de Vida de Jusamara Souza com a Educação Musical: desafios epistemológicos. Relatório de pesquisa pós doutoral. Universidade Federal de Pelotas, Programa de Pós-Graduação em Educação. 2019. 55 paginas. RS.

AGRA, Cândido da; MATOS, Ana paula. Trajectórias Desviantes. Lisboa: Droga (1997).

ARROYO, Margarete. Educação Musical na Contemporaneidade. In: II Seminário Nacional de Pesquisa em Música da UFG (SENPEM), 1, 2002, Goiânia. Anais [...]. II

Seminário Nacional de Pesquisa em Música da UFG (SENPEM), Goiânia, 2002.

AZEVEDO, Nídia. Histórias de vida: a técnica do biograma 97 am. In: III Jornadas

das Histórias de Vida e da Educação. Porto: Faculdade de Psicologia e de Ciências

da Educação da Universidade do Porto. 2012.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Vol. 19, pp. 20-28, Jan-Abr, 2002.

BOGDAN, Robert. C; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Trad. Maria J. Alvarez; Sara B. dos Santos; Telmo M. Baptista. Porto: Porto Editora, 1994. (Coleção Ciências da Educação).

BARBOSA, Tatyana Mabel Nobre; PASSEGGI, Maria da Conceição (org.). Memorial acadêmico: gênero, injunção institucional, sedução autobiográfica. Natal: EDUFRN. 2011. 214 p. (Coleção pesquisa (auto)biográfica e educação. Série Escritas de Si).

BELLOCHIO, Cláudia. Da produção da pesquisa em educação musical à sua apropriação. OPUS, [s.l.], v. 9, p. 35-48, dez. 2003.

BOLÍVAR, Antonio; DOMINGO, Jesús; FERNÁNDEZ, Manuel. La investigación biográfico-narrativa en educación enfoque y metodología. Ed. Muralla. 2001.

BRASIL. Lei nº 11.769, de 18 de agosto de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de

dezembro de 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Diário Oficial da União,

Brasília, DF, ano CXLV, n. 159, de 19 ago. 2008, Seção 1, p. 1.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

(CNPq). Produtividade em Pesquisa - PQ. 2018. Disponível em: http://www.cnpq.br/documents/10157/5f43cefd-7a9a-4030-945e-4a0fa10a169a.

Acesso em: 03.02.18.

DEL-BEN, Luciana Marta. A pesquisa em educação musical no Brasil: breve trajetória e desafios futuros. Per Musi (UFMG), Belo Horizonte, v. 7, p. 76-82, 2003.

______. (Para) Pensar a pesquisa em educação musical. Revista da ABEM, Porto

Alegre, v. 24, 25-33, set. 2010.

______. Políticas de ciência, tecnologia e inovação no Brasil: perspectivas para a

produção de conhecimento em educação musical1. Revista da ABEM, Porto Alegre,

v. 32, 130-142, jan-jun. 2014.

DROESCHER, Fernanda Dias; SILVA, Edna Lucia da. O pesquisador e a produção

científica. Perspect. ciênc. inf. Belo Horizonte, v. 19, n. 1, p. 170-189, março de

Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-

&lng=en&nrm=iso. Acesso em 15 de junho de 2018.

FERRAROTTI, Franco. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, A; FINGER, M. O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde, 1988, p. 17-34.

FIGUEIREDO, Sérgio; SOARES, José; SCHAMBECK, Regina Finck (Orgs.). The Preparation of Music Teachers: a Global Perspective. Porto Alegre: ANPPOM, 2015.

FIGUEIREDO, Sergio; SOARES, José. A Formação do Professor de Música no Brasil: Desafios Metodológicos. In: Políticas Públicas em Educação Musical: dimensões culturais, educacionais e formativas. IV ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTO MUSICAL. III ENCONTRO GOIANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL. Goiânia, 28/09 a 01/10 de out, 2010.

FIGUEIREDO, S. L. F.; SOARES, J. Desafios para a implementação metodológica de pesquisa em larga escala na educação musical. Opus (Belo Horizonte. Online), v. 18, p. 257-274, 2012.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

MANITA, C. Evolução das significações em trajetórias de droga-crime (II): Novos sentidos para a intervenção psicológica com toxicodependentes? Toxicodependências, 7(3), 59-72. 2001.

NASCIMENTO, Juliana Luporini do; NUNES, Everardo Duarte. Quase uma auto/biografia: um estudo sobre os cientistas sociais na saúde a partir do Currículo

Lattes. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 19, n. 4, p. 1077- 1084, Apr. 2014.

OLIVEIRA, Alda. ABEM: 20 anos de construção coletiva para a consolidação do ensino de música no Brasil. Revista da ABEM, Londrina, v. 20, n. 28, p. 15-26. 2012.

LEITE-OLIVEIRA, Raimundo Vagner. Trajetórias de vida-científica dos cinco pesquisadores/PQ do CNPq da educação musical: a construção de biogramas a partir de fontes documentais. 2019. 204 f., il. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35884. Acesso em: 01.02.2020.

PASSEGGI, Maria da Conceição. et al. Memorias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal, RN: EDUFRN: São Paulo: Paulus, 2008.

SOUZA, Jusamara Vieira de. et al. Audiência Pública sobre políticas de implantação da Lei Federal nº 11769/08 na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 23, 84-94, mar. 2010.

SOUZA, Jusamara. Contribuições teóricas e metodológicas da Sociologia para a pesquisa em Educação Musical. In: ENCONTRO ANUAL DA ABEM; SIMPÓSIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO MUSICAL, 5., 1996, Londrina. Anais […]. Londrina, 1996a. p. 11-39.

______. Pensar a educação musical como ciência: a participação da ABEM na construção da área. Revista da ABEM, Porto Alegre, n. 16, p. 25-30, mar. 2007.

SANTOS, Antonio Raimundo dos. Metodologia Científica: a construção do conhecimento. 3. ed.Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

SANTOS, Regina Marcia Simão. A Universidade Brasileira e o Projeto Curricular dos Cursos de Música frente ao panorama Pós-Moderno., Revista da ABEM. Porto Alegre, n.8, p. 63-68. 2003.

VELOSO, Rita C. L. A questão do método na hermenêutica filosófica de H.-G. Gadamer. In: BRITO, Emídio Fontenele; CHANG, Luiz Harding (Org.). Filosofia e

método. São Paulo: Loyola, 2002. (Coleção CES) (p. 89-111).

WITTER, Geraldina Porto. Produção científica. Campinas, SP: Editora Átomo,

Publicado
2020-12-29
Métricas
  • Visualizações do Artigo 693
  • pdf downloads: 228
Como Citar
OLIVEIRA, R. V. L. DE. O biograma como referencial teórico-metodológico para construção de trajetória de vida-científica na educação musical. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 5, n. 16, p. 1765-1785, 29 dez. 2020.