UM ACERVO AUTOBIOGRÁFICO: A CAPOEIRA DOS MESTRES PASTINHA, BIMBA E COBRINHA VERDE NO MUSEU AFRO-BRASILEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

  • Joseania Miranda de Freitas
  • Marcelo Nascimento Bernardo da Cunha
Palavras-chave: Capoeira, Biografia, Estudo de objetos, Museu

Resumo

Este texto faz referência a um processo de pesquisa museal, no qual elementos da cultura material e imaterial foram documentados, revelando a existência do acervo autobiográfico de três importantes mestres da capoeira, na cidade de Salvador. A prática da pesquisa documental envolveu diversos procedimentos metodológicos, a exemplo da pesquisa bibliográfica, da tomada de depoimentos e do grupo focal, revelando determinadas tramas das relações sociais e políticas pelas quais os sujeitos e os objetos se constituíram. Entrelaçando a produção dos acervos individuais, sua utilização e a salvaguarda dos mesmos, o texto apresenta suas principais marcas identitárias, possibilitando a abertura de outros campos de investigação sobre histórias de vida, a partir do estudo de objetos e coleções, registros corporais e materiais das memórias afro-brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAMPOS, Hélio José B. C. de. Histórias da Academia de Mestre Bimba: o cotidiano da aprendizagem. 2006. 310 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2006.

CHAGAS, Mário. Pesquisa Museológica. In: GRANATO, M.; SANTOS, C. P. dos. Museu Instituição de Pesquisa. MAST Colloquia, Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins, 2005. v. 7, p. 11-22.

CUNHA, Marcelo Nascimento B. da. Teatro de memórias, palco de esquecimentos: culturas africanas e das diásporas negras em exposições. 2006. 285 f. Tese (Doutorado em História) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

CUNHA, Marcelo Nascimento B. da. Sobre rodas e memórias. In: FREITAS, Joseania Miranda. (Org.). Introdução. In: Uma coleção biográfica: os Mestres Pastinha, Bimba e cobrinha Verde no Museu Afro-Brasileiro da UFBA. Salvador: EDUFBA, 2015. p. 141-143.

CURY, Marília. Comunicação e pesquisa de recepção: uma perspectiva teórico-metodológica para os museus. São Paulo: História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 12, suplemento, 2005.

FANON, Franz. Pele negra, máscaras brancas. Tradução de Renato da Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

FREITAS, Joseania Miranda. Introdução. In: FREITAS, Joseania Miranda. (Org.). Uma coleção biográfica: os Mestres Pastinha, Bimba e cobrinha Verde no Museu Afro-Brasileiro da UFBA. Salvador: EDUFBA, 2015. p. 15-24.

GONÇALVES, José Reginaldo S. Antropologia dos objetos: coleções, museus e patrimônios. Rio de Janeiro: Editora Garamond. 2007. Disponível em: <http://naui.ufsc.br/files/2010/09/antropologia_dos_objetos_V41.pdf>. Acesso em: 02 jul. 2016.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG Editora, 2003.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. Memória e cultura material: documentos pessoais no espaço público. Estudos Históricos: memória e cultura material, Rio de Janeiro, CPDOC/Fundação Getúlio Vargas, v. 11, n. 21, p. 89-103, 1998. Disponível em: <http://virtualbib.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/viewArticle/2067>. Acesso em: 01 jul. 2016.

SANTOS, Esdras Magalhães dos. Mestre Damião. A verdadeira história da criação da luta regional baiana do Mestre Bimba. São José dos Campos, 2002. Disponível em: <http://www.cppa.com.br/attachments/File/Artigos/LUTA_REGIONAL_BAHIANA_DO_MESTRE_BIMBA.pdf>. Acesso em: 01 jul. 2016.

SOUZA, Elizeu Clementino. (Auto)biografia, histórias de vida e práticas de formação. In: NASCIMENTO, A. D., HETKOWSKI, T. M. (Orgs.). Memória e formação de professores. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 59-74. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/f5jk5/pdf/nascimento-9788523209186-04.pdf>. Acesso em: 04 jul. 2016.

ZAPATA OLIVELLA, Manuel. Las claves mágicas de América. 2. ed. Bogotá: Plaza & Janés, 1989.

Publicado
2016-12-13
Métricas
  • Visualizações do Artigo 1583
  • PDF downloads: 1285
Como Citar
FREITAS, J. M. DE; CUNHA, M. N. B. DA. UM ACERVO AUTOBIOGRÁFICO: A CAPOEIRA DOS MESTRES PASTINHA, BIMBA E COBRINHA VERDE NO MUSEU AFRO-BRASILEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 1, n. 3, p. 415-427, 13 dez. 2016.