VIDEOBIOGRAFIAS DE EXCLUSÃO NA ESCUTA DE COMPORTAMENTOS DESAFIADORES NA ESCOLA

  • Cristóvão Pereira Souza
  • Maria da Conceição Passeggi
Palavras-chave: Pesquisa (Auto)Biográfica. Educação Inclusiva. Formação de Professores

Resumo

Discute-se, com base na noção de “educação inclusiva”, as dificuldades de aprendizagem e inadaptação escolar de crianças e adolescentes institucionalizados por medida protetiva de abrigo. Pressupõe-se que os significados e sentidos atribuídos por esses indivíduos a suas vivências no tempo/espaço escolar contribuem para a compreensão dos comportamentos desafiadores pelos quais eles são negativamente discriminados, tanto na escola como fora dela. Os preceitos teórico-metodológicos da pesquisa (auto)biográfica e da Antropologia visual apoiaram a produção de narrativas videobiográficas, roteirizadas pelas crianças e adolescentes, como autores, em torno das experiências de vida, antes e durante o acolhimento institucional. Destacam-se aqui, para análise, as narrativas audiovisuais que tomaram a ambiência escolar como contexto para as grafias de si. Os resultados sinalizam a necessidade, na escola, de uma escuta que atente para a riqueza humana e temporal dos trajetos desses meninos e meninas, com sensibilidade às táticas, resistências e valores por eles convocados na arte de viver a singularidade de suas exclusões, marcadas socialmente pela vulnerabilidade e o risco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

REFERÊNCIAS

ARROYO, Miguel. Imagens quebradas. Trajetórias e tempos de alunos e mestres. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

BARBIER, René. A pesquisa-ação. Tradução de Lucie Didio. Brasília, DF: Líber Livro Editora, 2007.

BRASIL. Lei. 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente. Brasília, DF, 1990.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. 18. ed. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

COMOLLI, Jean-Louis. Ver e poder: a inocência perdida: cinema, televisão, ficção, documentário. Tradução de Augustin de Tugny, Oswaldo Teixeira e Ruben Caixeta. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2008.

ELIAS, Norbert; SCOTSON, John. L. Os estabelecidos e os outsiders: sociologia das relações de poder a partir de uma comunidade. Tradução de Vera Ribeiro. Tradução do posfácio à edição alemã de Pedro Süssekind. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

FÁVERO, Eunice Teresinha; VITALE, Maria Amália Faller; BAPTISTA, Myrian Veras (Orgs.). Famílias de crianças e adolescentes abrigadas: quem são, como vivem, o que pensam, o que desejam. São Paulo: Paulus, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

FREIRE, Marcius; LOURDOU, Philippe. Descrever o visível. Cinema documentário e antropologia fílmica. São Paulo: Estação Liberdade, 2009.

GADOTTI, Moacir. Prefácio. Pedagogia dos Direitos e Pedagogia Social de Rua. In: GRACIANI, Maria Stela S. Pedagogia social de rua. São Paulo: Cortez, 2009. p. 11-17

GOFFMAN, Erving. Estigma. Notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 4. ed. Tradução de Márcia Bandeira de Mello Leite Nunes. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

MACHADO, Arlindo. A arte do vídeo. São Paulo: Brasiliense, 1997.

MANTOAN, Maria Tereza Eglér. Inclusão escolar. O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Summus, 2015.

NÓVOA, António. Prefácio. In: JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010. p. 18-25.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Mediação biográfica: figuras antropológicas do narrador e do formador. In: PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA, Tatyana Mabel Nobre. Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008. p. 43-59.

PINEAU, Gaston; LE GRAND, Jean Louis. As histórias de vida. Tradução de Carlos Eduardo Galvão Braga e Maria da Conceição Passeggi. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2012.

PIRES, Eloíza Gurgel. A experiência audiovisual nos espaços educativos: possíveis intersecções entre educação e comunicação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 1. p. 281-295, jan./abr. 2010.

ROSSETTI-FERREIRA et al. A delicada arte da conversa e da escuta. In: BERNARDI, Dayse C.F. (Org.). Cada caso é um caso. Estudos de caso/Projetos de atendimento. São Paulo: Associação Fazendo História: NECA – Associação dos Pesquisadores de Núcleos de Estudos e Pesquisas sobre a Criança e Adolescente, 2010. p. 61-73

SEMURB – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo Conheça melhor o seu bairro. Capim Macio. RN, 2008.

SOUZA NETO, João Clemente. Pedagogia social e as políticas sociais no Brasil. In: SOUZA NETO, João Clemente et al. (Orgs.). Pedagogia social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009. p. 257-271.

TELEVISÃO CÂMARA. Audiência Pública. Natal: RN, 2009. CD-ROOM

WOHLGEMUTH, Julio. Vídeo educativo. Uma pedagogia audiovisual. Brasília, DF: Editora SENAC, 2005.

Métricas
  • Visualizações do Artigo 449
  • PDF downloads: 420
Como Citar
SOUZA, C. P.; PASSEGGI, M. DA C. VIDEOBIOGRAFIAS DE EXCLUSÃO NA ESCUTA DE COMPORTAMENTOS DESAFIADORES NA ESCOLA. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 1, n. 1, p. 89-103, 11.