Educadores marcantes: ressonâncias na constituição da identidade docente de um professor de Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1122

Palavras-chave:

Retrato Sociológico, Identidade profissional, Professor de Física

Resumo

No presente artigo discute-se os resultados de um estudo que teve como objetivo investigar aspectos da constituição da identidade docente de um professor de Física, a partir da construção de um retrato sociológico e de uma análise disposicional. Foram realizadas duas sessões de entrevistas biográficas, cada uma com um foco específico: uma acerca da trajetória do professor nos diferentes contextos formativos e a outra prioritariamente biográfica. Nos resultados apresentamos o retrato sociológico do professor organizado a partir dos eixos: socialização familiar, experiências escolares potencializadoras, caminhos que levam para o ensino e práticas profissionais. Em seu patrimônio disposicional a disposição à busca pelo conhecimento se mostrou muito significativa, destacando experiências de formação familiar e escolarização que trazem, de forma bastante decisiva, a importância dos educadores no desenvolvimento de relações significativas com o conhecimento, com a Física e com a docência. Cabe ressaltar que esses educadores não são somente professores com os quais teve contato em sua escolarização, mas também os próprios familiares que tiveram um decisivo papel no desenvolvimento de sua disposição. Conclui-se que todos esses educadores deixaram marcas na forma de disposições que, no caso aqui analisado, implicaram em uma relação intima com o conhecimento e com a docência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilson Elmer Nascimento, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor e Mestre em Ensino de Ciências pelo Programa de Pós-Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2014). Possui graduação em Licenciatura em Física pela Universidade Estadual Paulista - UNESP - Campus de Guaratinguetá (2011). Atualmente é professor do Departamento de Práticas Educacionais e Currículo (DPEC), vinculado ao Centro de Educação (CE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Tem experiência na área de Educação e os principais temas de interesse são: Ensino de Ciências, Ensino de Física, Formação e Desenvolvimento Profissional de Professores de Ciências.

Camila Lima Miranda, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Doutora em Ciências (modalidade: Ensino de Química) pela Universidade de São Paulo(USP). Professora Adjunta da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) no curso de Licenciatura em Educação do Campo. Também é professora e coordenadora do Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM/UFTM).

Helena Lara Barros de Souza, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Licencianda em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Referências

ALMEIDA, Sandra Francesca Conte de. O lugar da afetividade e do desejo na relação ensinar-aprender. Temas psicol., Ribeirão Preto, v. 1, n. 1, p. 31-44, 1993.
Anônimo. Informações omitidas para submissão anônima. 2018.
BENJAMIN, Walter. O Narrador: Considerações Sobre a Obra de Nikolai Leskov. In: Obras escolhidas I. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Ed. Brasiliense, 2012.
BONADIMAN, Helio.; NONENMACHER, Sandra E. B. O gostar e o aprender no ensino de Física: uma proposta metodológica. Caderno Brasileiro de Ensino de Física. V. 24, n. 2, p. 194-223, 2007.
BRAGANÇA, Inês Ferreira de Souza. Histórias de vida e formação de professores: diálogos entre Brasil e Portugal. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2012, 312 p.
BUENO, Belmira Oliveira. O método autobiográfico e os estudos com histórias de vida de professores: a questão da subjetividade. Educação e Pesquisa, v. 1, n. 28, p. 11-30, 2002.
BUENO, Belmira Oliveira.; CHAMLIAN, Helena Coharik.; SOUSA, Cynthia Pereira de.; CATANI, Denice Barbara. Histórias de vida e autobiografias na formação de professores e profissão docente (Brasil, 1985-2003). Educação e Pesquisa, v. 32, n. 2, p. 385-410, 2006.
CAIO. Narrativa autobiográfica. Natal (Rio Grande do Norte), 2022. Disponível no acervo pessoal dos autores.
CONTI, Carmen Lúcia Tozzi Mendonça. Trajetórias educacionais de estudantes de curso de pós-graduação da Unifran na modalidade a distância. 2014. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2014.
DUBAR, Claude. A crise das identidades: a interpretação de uma mutação. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.
DUBAR, Claude. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
DIAS, Guilherme Nogueira. A constituição da dimensão ética da identidade docente sob a lente da teoria disposicionalista. 2022. 178 f., il. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) — Universidade de Brasília, Brasília, 2022.
GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio: Avaliação E Políticas Públicas Em Educação, v.14, n.50, p. 27-38, 2006. https://doi.org/10.1590/S0104-40362006000100003
HYPÓLITO, Alvaro L. Moreira. Trabalho docente, classe social e relações de gênero. Campinas: Papirus, 1997.
JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. Lisboa: Educa, 2002.
JOUCOSKI, Emerson. Desenvolvimento profissional e inovação curricular na Licenciatura em Ciências da UFPR Litoral. 2015. 328f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências). Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química e Instituto de Biociências. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
LAHIRE, Bernard. Sucesso Escolar nos Meios Populares: As razões do improvável. Tradução: Ramon Américo Vasquez e Sonia Goldfeder. São Paulo: Ática, 1997. 367 p.
LAHIRE, Bernard. Homem Plural: Os determinantes da ação. Tradução: Jaime A. Clasen. Petrópolis: Vozes, 2002. 231 p.
LAHIRE, Bernard. Retratos Sociológicos: Disposições e variações individuais. Tradução: Patrícia Chittoni Ramos Reuillard; Didier Martin. Porto Alegre: Artmed, 2004. 344 p.
LAHIRE, Bernard. Patrimônios individuais de disposições: para uma sociologia à escala individual. Sociologia, problemas e práticas, n. 49, p. 11-42, 2005.
LAHIRE, Bernard. Por uma sociologia disposicionalista e contextualista da ação. In: JUNQUEIRA, Lília. (org.). Cultura e classes sociais na perspectiva disposicionalista. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2010, p. 17-36.
LAHIRE, Bernard. Monde pluriel: Penser l’unité des sciences sociales. Paris: Seuil, 2012.
LAPO, Flavinês Rebolo.; BUENO, Belmira Oliveira. O abandono do magistério: vínculos e rupturas com trabalho docente. Psicologia USP. N. 13, v. 2, p. 243-276, 2002.
LESSARD, Claude. O trabalho docente, a análise da actividade e o papel dos sujeitos. Sísifo: Revista de Ciências da Educação, n. 9, p. 119-128, 2009.
LIMA JÚNIOR, Paulo Roberto Menezes. Evasão do ensino superior de Física segundo a tradição disposicionalista em sociologia da educação. 2013. 329 p. Tese (Doutorado em Ensino de Física). Instituto de Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2013.
LIMA JÚNIOR, Paulo Roberto Menezes. Trajetória dos professores de Ciências em tempos de proletarização: família e vocação docente. In: MASSI, Luciana.; LIMA-JÚNIOR, Paulo Roberto Menezes.; BAROLLI, Elisabeth. Retratos da Docência: contexto, saberes e trajetórias. Araraquara: Letraria, 2018, p. 435-459.
LOPES, João Teixeira. Retratos sociológicos: dispositivo metodológico para uma sociologia da pluralidade disposicional. In: TORRES, Leonor Lima.; PALHARES, José Augusto. Metodologia de Investigação em Ciências Sociais da Educação. Vila Nova de Familicão: Edições Húmus, 2014, p. 99-112.
MASSI, Luciana. Relação aluno-instituição: o caso da licenciatura do Instituto de Química da UNESP/Araraquara 2013. 167p. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências - Modalidade Química). Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.
MASSI, Luciana. Saberes docentes e disposições: aproximações possíveis. In: MASSI, Luciana.; LIMA-JÚNIOR, Paulo Roberto Menezes.; BAROLLI, Elisabeth. Retratos da Docência: contexto, saberes e trajetórias. Araraquara: Letraria, 2018, p. 385-409.
MASSI, Luciana. Formação e atuação de orientadores neófitos em Educação em Ciências. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 18, n. 39, p. 1-21, 19 dez. 2022.
MASSI, Luciana.; VILLANI, Alberto. Construction of the Dispositions of Institutional habitus in the Academic Field. International Research in Education, v. 2, p. 16-32, 2014.
Anônimo. Informações omitidas para submissão anônima. 2018.
Anônimo. Informações omitidas para submissão anônima. 2019.
NÓVOA, Antônio. Vidas de professores. Portugal: Porto, 1992.
OLIVEIRA, Lúcia Matias da. S. As formas identitárias nos contextos de trabalho: uma análise da profissionalidade docente. 2014. 268f. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2014.
PASSEGGI, Maria da Conceição.; SOUZA, Elizeu Clementino de. O movimento biográfico no Brasil: esboço de suas configurações no campo educacional. Investigación Calitativa, v. 2, p. 6-26, 2017.
QUEIROZ, Helen Aparecida. A poesia em territórios improváveis: jovens de periferia em cena. 2017. 245 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.
REIS, Geraldo Ananias. Jovens e Adultos na Educação à Distância: uma perspectiva disposicionalista. 2014. 151 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação. Universidade de Brasília. Brasília, 2014.
SANTOS, Maura Maria dos. Relações de estudantes de letras com a leitura literária: entre leituras profissionais e comuns. 2013. (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.
SUFICIER, Darbi Masson. Retratos sociológicos de estudantes de pedagogia: o caso da FCL/AR. 2013. 103f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar). Faculdade de Ciências e Letras. Universidade Estadual Paulista. Araraquara, 2013.
TARDIF, Maurice.; LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petropolis: Vozes, 2009.
Anônimo. Informações omitidas para submissão anônima. 2020.

Downloads

Publicado

2023-06-05

Como Citar

NASCIMENTO, W. E.; MIRANDA, C. L.; SOUZA, H. L. B. de . Educadores marcantes: ressonâncias na constituição da identidade docente de um professor de Física. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 8, n. 23, p. e1122, 2023. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1122. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/16855. Acesso em: 24 abr. 2024.