Capítulos da história de uma família registrados em cartas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2022.v7.n22.p755-768

Palavras-chave:

Narrativa biográfica. Cartas. Epistolografia familiar.

Resumo

Este artigo é o resultado de uma leitura de textos epistolares (cartas, bilhetes, telegramas, cartões), trocados e acumulados em mais de seis décadas por uma família do interior da Bahia. Estudos, casamentos, nascimentos, mortes, fofocas familiares e da cidade vão desfilando e criando um enredo envolvente cujas personagens são pessoas comuns. O autor toma por base metodológica os pressupostos da narrativa biográfica, um modo de investigação que se inscreve entre as possibilidades da pesquisa qualitativa. Utiliza como base teórica estes autores: Josso (2008), Silva e Costa (2008), Camargo (2011), Santos (2016) e Castillo Gómez (2021). O texto está dividido em doze seções, sendo que as três primeiras são teóricas e as demais se dedicam à leitura das cartas propriamente ditas, entrelaçando-as a partir dos conteúdos que vão sendo abordados.

Palavras-chave: Narrativa biográfica. Cartas. Epistolografia familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alan José Alcântara Figueiredo, Universidade do Estado da Bahia

Doutorando em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Professor de Ensino Médio da Rede Estadual da Bahia. 

Referências

CAMARGO, Maria Rosa Rodrigues Martins de. Cartas e Escrita: Práticas Culturais de linguagem e tessitura de amizade. São Paulo: Ed. Unesp. 2011.

CASTILLO GÓMEZ, Antônio. Grafias no Cotidiano: Escrita e Sociedade na História (séculos XVI a XX). Trad. De Cristina do Rego Monteiro e Fabiana Calixto. Rio de Janeiro: Eduerj; Niterói: Eduff, 2021.

JOSSO, Marie-Christine. As narrações centradas sobre a formação durante a vida como desvelamento das formas e sentidos múltiplos de uma existência singular-plural. Revista FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 17, n. 29, p. 17-30, jan./jun. 2008. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/issue/view/228 Acesso em: 2 ago. 2022.

MORAES, Walfrido. Jagunços e Heróis. 5.ed. Salvador: Empresa Gráfica da Bahia/ Assembleia Legislativa da Bahia, 1997.

SANTOS, Rodrigo Otávio dos. Fundamentos da Pesquisa Histórica. Curitiba: InterSaberes, 2016.

SILVA, Nilce da; COSTA, Patrícia Cláudia da. Autobiografização mútua na pesquisa sobre a forma de professores por meio da história de vida: algumas considerações epistemológicas. Revista FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 17, n. 29, p. 51-66, jan./jun. 2008. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/issue/view/228. Acesso em: 2 ago. 2022.

RUFFATO, Luís. De mim já nem se lembra. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

TAVARES, Luís Henrique Dias. História da Bahia. 11.ed. São Paulo: Ed. da UNESP; Salvador: EDUFBA, 2008.

Downloads

Publicado

2022-12-23

Como Citar

FIGUEIREDO, A. J. A. Capítulos da história de uma família registrados em cartas. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 7, n. 22, p. 755–768, 2022. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2022.v7.n22.p755-768. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/14972. Acesso em: 28 fev. 2024.