O pai, o filho e o historiador: diálogos entre cinema, história familiar e doentes de Alzheimer

Dialogues between cinema, family history and Alzheimer's patients

Palavras-chave: Memórias familiares, Mal de Alzheimer, Escrita afetiva

Resumo

Este artigo faz a relação entre memórias familiares, cinema e a história cultural de um doente, portador de Mal de Alzheimer. A partir da inspiração teórico-metodológica de Ivan Jablonka (historiador que escreveu sobre os seus avós paternos que, na condição de judeus comunistas, foram vítimas de perseguições policiais e enviados para a Auschwitz, em 1943), escrevo sobre vivências familiares de um homem que foi vitimado pelo Alzheimer, aos 64 anos de idade. Tendo como fontes de pesquisa objetos pessoais e o filme Diários de uma Paixão (2004), o artigo põe em discussão a relação entre história, testemunho e novos objetos de pesquisa. Dessa forma, o artigo analisa questões sobre o ofício do historiador, envolvendo a interface entre distanciamento do objeto de pesquisa e relações afetivas, escrita científica e inventividade narrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iranilson Buriti Oliveira, Universidade Federal de Campina Grande

Doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-doutor em História das Ciências e da Saúde na Casa de Oswaldo Cruz - Rio de Janeiro e pós-doutor em História na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Pesquisador 2 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq). Professor titular da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).  

Referências

ANDRADE, Rita. O caso do vestido e a biografia cultural das roupas. Simpósio Nacional de História. XXVI edição, 2011, São Paulo. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH, São Paulo, p. 1- 6, julho 2011.

ANDRADE, Rita. Boué Soeurs RG 7091: a biografia cultural de um vestido. 2008, 224f. Tese (Doutorado) – Programa de História, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.

BARRAN, José Pedro. História de la sensibilidad en el Uruguay. BARRAN, José Pedro. La Cultura Bárbara: 1800 – 1860. Tomo 1. Montevideo: Ediciones de la Banda Oriental, 1990. p. 12-13.

BOTELHO, Cléria. História e Sensibilidade. Rev. Mosaico, UNESP, v.1, n.1, p. 106-108, jan./jun., 2008.

DEWERPE, Alain. Charonne. Paris: Folio, 2006.

FLECK, Eliane Cristina Deckmann. Nas franjas do texto e do tempo: sensibilidades no espaço das Experiências reducionais. Revista de História. São Paulo, FFCLH, n. 156, p. 59-77, 2007. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/19049/21112 Acesso em: 30 maio 2021.

HAESBAERT, Rogério. Território e multiterritorialidade: um debate. Revista GEOgraphia. v. 9, n. 17, p. 19-46, 2007. Disponível em: https://periodicos.uff.br/geographia/article/view/13531/8731. Acesso em: 29 maio 2021.

JABLONKA Ivan, Quando o historiador é pai e filho, Revista Topoi (Rio J.), Rio de Janeiro, v. 21, n. 44, p. 532-552, maio/ago. 2020. Disponível em: www.revistatopoi.org. Acesso em: 7 maio 2021.

MENESES, Ulpiano. Museus históricos. Da celebração à consciência histórica. In: MENESES, Ulpiano. Como explorar um museu histórico. São Paulo: Museu Paulista, 1992. p. 7-11.

MORIN, Edgar. Vidal e os seus. São Paulo: Loyola, 1989.

NORA, Pierre et al. Ensaios de Ego-História. Lisboa/Rio de Janeiro: Edições 70, s.d.

PEREIRA NETO, Abílio. História do LP de Luiz Gonzaga - A Triste Partida - de 1964. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/depeso/47162/historia-dos-lp-de-luiz-gonzaga---a-triste-partida---de-1964. Acesso em: 11 maio 2021.

SANT’ANNA, Denise Bernuzzi de. Corpos de Passagem: ensaios sobre a subjetividade contemporânea. São Paulo, Estação Liberdade, 2001.

STALLYBRASS, Peter. O casaco de Marx. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

STORA, Benjamin. Les trois exils. Paris: Stock, 2006.

Publicado
2021-09-06
Métricas
  • Visualizações do Artigo 220
  • pdf downloads: 159
Como Citar
OLIVEIRA, I. B. O pai, o filho e o historiador: diálogos entre cinema, história familiar e doentes de Alzheimer: Dialogues between cinema, family history and Alzheimer’s patients. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 6, n. 18, p. 605-617, 6 set. 2021.