A narrativa (auto)biográfica na pesquisa em educação: uma prática de linguagem reflexiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1103

Palavras-chave:

Narrativas (auto)biográfica, Formação docente, Prática de linguagem

Resumo

Interessa-nos, neste artigo, apresentar reflexões tecidas durante a escrita da tese de doutorado em educação, quando optou-se pela abordagem narrativa (auto)biográfica como caminho de investigação da pesquisa sobre agentes de letramento em escolas de fronteira, tendo em vista a racionalidade humana, sensível e compartilhada (BRAGANÇA, 2011) apresentada por essa abordagem teórica-metodológica. As reflexões ancoradas na abordagem apresentaram dimensões experienciais que nos permitiram compreender a formação e o saber fazer docente a partir de práticas linguísticas reflexivas. Além disso, observou-se que a construção do conhecimento está implicada diretamente no envolvimento do sujeito com seu processo biocognitivo, permitindo-lhe integrar à consciência, descobertas, significados e aprendizados que são primordiais numa pesquisa. Fundamentaremos essas reflexões em estudos bibliográficos que  conferem às narrativas o potencial formativo do sujeito de uma pesquisa, articulando ação e reflexão através de um movimento subjetivo e autorreflexivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaína Moreira Pacheco de Souza, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Professora adjunta da UERJ. Membro do grupo de pesquisa Linguagem, Cognição Humana e Processos Educacionais, no Programa de Pós-Graduação em Educação e no Departamento de Estudos Aplicados ao Ensino da Faculdade de Educação.

Luiz Antonio Gomes Senna Senna, UERJ

Doutor em Linguística Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Professor titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pesquisador bolsista do Programa Prociência e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Líder do grupo de pesquisa Linguagem, Cognição Humana e Processos Educacionais, no Programa de Pós-Graduação em Educação e no Departamento de Estudos Aplicados ao Ensino da Faculdade de Educação.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Para uma filosofia do ato responsável. São Carlos: Pedro & João, 2010.
BAKER, Colin. Foundations of Bilingual Education and Bilingualism. 3rd edn. Multilingual Matters LTD, 2001.
BRAGANÇA, Inês Ferreira de Souza. Pesquisa-Formação (Auto)Biográfica: reflexões sobre a narrativa oral como fonte e a compreensão cênica como caminho de análise. In: ABRAÃO, M. H. M. B; BRAGANÇA, I. F. S; ARAÚJO, M. S (Org.). Pesquisa (auto)biográfica, fontes e questões. Curitiba: Editora CRV, 2014. p. 79-96.
BECKER, Fernando. Da ação à operação: o caminho da aprendizagem em J. Piaget e P. Freire. Rio de Janeiro: DP & A Editora e Palmarinca, 1997.
BERGER, Peter; L. LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. 36. ed. Tradução Floriano de Souza Fernandes. Petrópolis: Vozes, 2014.
BERTAUX, Daniel. Narrativas de vida: a pesquisa e seus métodos. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo; Paulus, 2010. p. 167.
BOLIVAR, António. A expressividade epistêmico-metológica da pesquisa (Auto)Biográfica. In: ABRAÃO, M. H. M. B; BRAGANÇA, I. F. S; ARAÚJO, M. S. (Org.) Pesquisa (auto)biográfica, fontes e questões. Curitiba: Editora CRV, 2014. p. 113-128.
CASAGRANDE, Cledes Antonio. Identidade e biografia sob a ótica da ação comunicativa de Jürgen Habermas. In: ABRAÃO, M.H.M.B. (Org.). Autobiografia e Formação Humana. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. p. 23-43.
DELORY-MOMBERGER, Christine. Prefácio. In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto (Org.). Pesquisa (auto)biográfica em rede. Natal: EDUFRN; Porto Alegre: EDIPUCRS; Salvador: EDUNEB, 2012, p. 9-15. Coleção: Pesquisa (Auto)Biográfica: Temas Transversais, n. 08.
DOMINICÉ, Pierre. Learning from Our Lives: Using Educational Biographies with Adults. San Francisco: Jossey-Bass, 2000.
Dominicé, Pierre (2014). O processo de formação e alguns dos seus componentes relacionais. In: Finger, M. & Nóvoa, A.(Orgs.). O método (auto) biográfico e a formação. 2. ed. Natal: EDUFRN, 81-95.
JOSSO, Marie-Christine. Da formação do sujeito ao sujeito da formação. In: NÓVOA, A. e FINGER, M. (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: MS/DRHS/CFAP, 1988.
JOSSO, Marie-Christine. A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Educação, Porto Alegre, v. 63, n. 3, p. 413-438, set./dez. 2007.
JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. 2. ed. Tradução José Cláudio, Júlia Ferreira. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo, Paulus, 2010. 341 p.
LIMA, Maria Emília Caixeta de Castro; GERALDI, Corinta Maria Grisolia; GERALDI, João Wanderley. O trabalho com narrativas na investigação em educação. Educação em Revista. v. 31, n.1 Belo Horizonte, jan./mar. 2015.
MARINAS, José Miguel. La escucha en la historia oral: palabra dada. Madrid: Sintesis, 2007. p.224.
MICHAUX, H. Poteaux d’angle. Paris: Gallimard, 1981.
NÓVOA, A.; FINGER, M. (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. 2. ed. Natal: EDUFRN, 2014. 214 p.
PINEAU, Gaston e LE GRAND, Jean-Louis. As histórias de vida. Tradução Carlos Eduardo Galvão Braga e Maria da Conceição Passeggi. Natal, RN: EDUFRN, 2012. 181 p.
REALE, Miguel. Paradigmas da cultura contemporânea. São Paulo: Saraiva, 1999.
SENNA, L.A.G. Linguagem e Aprendizagem: do mito ao sujeito cognoscente. Disponível em: https://senna.pro.br/wp/biblioteca-eletronica/acervo/. Acesso em: 12/01/2021.
PRADO, Guilherme do Val Toledo. Da busca de ser professor: encontros e desencontros. 1992. 100 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2014. Disponível em: . Acesso em: 1 nov. 2020.
VYGOTSKY, Lev S. Pensamento e linguagem. Tradução Jefferson Luiz Camargo. 3. ed. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2005.

Downloads

Publicado

2023-03-28

Como Citar

SOUZA, J. M. P. de; SENNA, L. A. G. S. A narrativa (auto)biográfica na pesquisa em educação: uma prática de linguagem reflexiva . Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 8, n. 23, p. e1103, 2023. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1103. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/10785. Acesso em: 23 maio. 2024.