Narrativas de mulheres negras: cultura de base africana e educação no Cariri cearense

Palavras-chave: Mulheres negras. Cultura de base africana. Educação.

Resumo

Este trabalho trata do papel das mulheres negras como transmissoras de práticas culturais de matriz africana no Cariri cearense. A pesquisa se fundamenta no diálogo teórico-metodológico com a abordagem (auto)biográfica na relação com a memória e a oralidade. As mulheres negras protagonizaram e protagonizam a história da população negra no contexto cearense, portanto são figuras centrais na produção da cultura de matriz africana. As entrevistas narrativas realizadas com duas mulheres negras produtoras de cultura no Cariri cearense, Maria Juraci dos Santos Silva, Dona Iraci, da comunidade Chico Gomes, em Crato, no Ceará, e Maria Josefa da Conceição, Dona Maria de Tiê, da comunidade quilombola de Souza, em Porteiras, no Ceará, indicam: a) a existência de uma rede dinâmica de mulheres protagonistas e responsáveis pelas transmissões do legado afrodescendente caririense; b) um legado histórico da presença de mulheres negras no Cariri cearense; c) as possibilidades pedagógicas para o redimensionamento da educação que partam das africanidades locais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cícera Nunes, URCA

Possui Doutorado em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (2010). É Mestre em Educação Brasileira também pela Universidade Federal do Ceará (2007). Pedagoga e Especialista em Arte-Educação pela Universidade Regional do Cariri (2003). Foi professora da educação básica da rede municipal e particular de Juazeiro do Norte (2000-2008), da Universidade Federal de Alagoas - UFAL (2008-2010) e da Universidade Federal de Campina Grande - UFCG (2010-2011). Atualmente é Professora Adjunta vinculada ao Departamento de Educação da Universidade Regional do Cariri - URCA. Professora Permanente do Mestrado Profissional em Educação e do Mestrado Profissional em Ensino de História da URCA. Coordenadora do Núcleo de Estudos em Educação, Gênero e Relações Étnico-Raciais - NEGRER/URCA. Membro da coordenação do Congresso Artefatos da Cultura Negra. Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros - ABPN e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - ANPED.Tem experiência na área de Educação atuando principalmente nos seguintes temas: cultura e patrimônio afrodescendente, educação das relações étnico-raciais, reisados e congadas, formação de professores e o ensino da história e cultura africana e afrodescendente.

Referências

BRASIL. Parecer CNE/CP nº 3, de 10 de março de 2004. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 19 maio 2004. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/informacao-da-publicacao/-/asset_publisher/6JYIsGMAMkW1/document/id/488171. Acesso em: 16 out. 2020.

CRATO, Cáritas Diocesana de. Revista Meizinheiras do Pé de Serra. Crato: s/d.

CUNHA JUNIOR, Henrique. Africanidade, afrodescendência e educação. Educação em Debate, Fortaleza, v. 23, n. 42, p. 5-15, 2001. Disponível em: http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/14604/3/2001_art_hcunhajr.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

CUNHA, Marcelo Nascimento Bernardo da. Museus, memórias e culturas afro-brasileiras. Revista do Centro de Pesquisa e Formação, São Paulo, n. 5, p. 78-88, 2017. Disponível em: https://www.sescsp.org.br/files/artigo/4e6f109d/d1c0/4350/953c/c36cbae0f9fc.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

EVARISTO, Conceição. Olhos d’água. Rio de Janeiro: Pallas, 2016.

FREITAS, Joseania Miranda. O carnaval afro-brasileiro em Salvador: patrimônio da cultura brasileira. In: CONGRESSO LUSO-AFRO-BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS: A QUESTÃO SOCIAL NO NOVO MILÊNIO, 8., 2004, Coimbra. Anais... Coimbra: Universidade de Coimbra, 2004.

JESUS, Carolina Maria de. Diário de Bitita. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

JOVCHELOVITCH, Sandra; BAUER, Martin W. Entrevista narrativa. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George (Ed.). Pesquisa qualitativa com texto: imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 90-113.

LIMA, Alessandra Rodrigues. Reconhecimento do patrimônio cultural afro-brasileiro. Revista Palmares: Cultura Afro-Brasileira, Brasília, DF, v. 10, n. 8, p. 6-15, 2014. Disponível em: http://www.palmares.gov.br/wp-content/uploads/2014/12/revista-palmares-2014-baixa.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

NUNES, Cicera. O Reisado em Juazeiro do Norte-CE e os conteúdos da História e Cultura Africana e Afrodescendente: uma proposta para a implementação da Lei nº 10.639/2003. 2007. 154 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/2982/1/2007_dis_cnunes.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

NUNES, Cicera. Os congos de milagres e africanidades na educação do Cariri cearense. 2010. 147 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/2989/1/2010_tese_cnunes.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

NUNES, Cicera; MASULLO, Alessandra. Contribuições da cultura africana e afrodescendente à escola: reflexões a partir da dança do coco. In: MACHADO, Freire; ALVES, Maria Kellynia Farias; PETIT, Sandra Haydée (org.). Memórias de Baobá II. Fortaleza: Imprece, 2015. p. 188-204.

NUNES, Cicera; VIDEIRA, Piedade Lino. O marabaixo do Amapá e o reisado do Cariri cearense: diálogo entre arte/cultura negra e relações. In: SANTIAGO, Stella Márcia de Morais; DANTAS, Nozângela Maria Rolim (org.). Aspectos da diversidade na perspectiva da educação. Campina Grande: UFCG, 2016. p. 83-97.

PADILHA, Laura Cavalcante. Entre a voz e a letra: o lugar da ancestralidade na ficção angolana do século XX. Niterói: UFF; Rio de Janeiro: Pallas, 2007.

PASSEGGI, Maria Conceição da; SOUZA, Elizeu Clementino de. O movimento (auto)biográfico no Brasil: esboços de suas configurações no campo educacional. Investigación Cualitativa, Madrid, v. 2, n. 1, p. 6-26, 2010. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/317673701_o_movimento_autobiografico_no_brasil_esboco_de_suas_configuracoes_no_campo_educacional. Acesso em: 16 out. 2020.

REIS, Josélia Ferreira dos; FREITAS, Rita de Cássia Santos. De matriz africana: o papel das mulheres negras na construção da identidade feminina. In: FAZENDO GÊNERO, 9., 2010, Florianópolis. Anais... Florianópolis: UFSC, 2010. Disponível em: http://www.fg2010.wwc2017.eventos.dype.com.br/resources/anais/1277935780_arquivo_dematrizafricana-textocompleto.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

REIS, Maria Conceição dos. Educação, identidade e história de vida de pessoas negras doutoras. Recife: UFPE, 2013.

SANTOS, Ana Paula dos; CUNHA JUNIOR, Henrique Cunha. Experiência educativa em comunidade quilombola caririense: pedagogia de quilombo. Debates em Educação, Maceió, v. 11, n. 23, p. 583-597, 2019. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/6210/pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

SILVA, Samuel Morais; PETIT, Sandra Haydée. Movimentando a Lei nº 10.639/03 na integridade da escola à luz da pretagogia: uma experiência potencializadora no Cariri cearense. Debates em Educação, Maceió, v. 11, n. 23, p. 543-554, 2019. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/6211. Acesso em: 16 out. 2020.

VARGAS, Regina Nobre. Jurema Pinto Werneck. Revista da ABPN, Uberlândia, v. 12, n. 33, p. 697-702, 2020. Disponível em: https://www.abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1037/905. Acesso em: 16 out. 2020.

WERNECK, Jurema Pinto. O samba segundo as ialodês: mulheres negras e a cultura midiática. 2007. 315 f. Tese (Doutorado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007. Disponível em: http://www.pos.eco.ufrj.br/site/download.php?arquivo=upload/tese_jwerneck_2007.zip. Acesso em: 16 out. 2020.

ZUBARAN, Maria Angélica; GONÇALVES E SILVA, Petronilha Beatriz. Interlocuções sobre estudos afro-brasileiros: pertencimento étnico-racial, memórias negras e patrimônio afro-brasileiro. Currículo sem Fronteiras, [S.l.], v. 12, n. 1, p. 130-140, 2012. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol12iss1articles/zubaran-silva.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

Publicado
2021-12-24
Métricas
  • Visualizações do Artigo 74
  • pdf downloads: 66
Como Citar
NUNES, C. Narrativas de mulheres negras: cultura de base africana e educação no Cariri cearense. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 6, n. 19, p. 1070-1083, 24 dez. 2021.