IMPACTOS EDUCACIONAIS E SOCIOCULTURAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA: estudo de caso sobre a implantação de uma Comissão Própria de Avaliação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2020.v5.n1.261-284

Palavras-chave:

Qualidade da Educação, Avaliação da Educação Básica, Gestão Escolar, Autoavaliação Institucional, Comissão Própria de Avaliação

Resumo

Este artigo traz uma discussão sobre a qualidade da educação básica, especialmente, dos termos dimensões, parâmetros e indicadores, articulados entre si, a partir dos quais se materializam políticas públicas educacionais para avaliar e monitorar a qualidade da educação escolar. De abordagem qualitativa, articulando os aspectos teórico-metodológicos da pesquisa ação e de estudo de caso, esta pesquisa teve como objetivo investigar, a partir da implantação e implementação de uma comissão própria de avaliação (CPA), os indicadores alternativos propostos pela comunidade escolar para monitorar e avaliar a qualidade da educação em uma escola da rede estadual de ensino, situada em Feira Nova, através da construção de quarenta indicadores alternativos e seus respectivos parâmetros, subdivididos em dez dimensões. Esta pesquisa não substitui ou desconsidera as avaliações em larga escala, mas possibilita a articulação dos indicadores próprios de avaliações externas a indicadores alternativos criados pela CPA, para avaliar a qualidade da educação ofertada pela instituição de ensino em questão. Como resultados obtidos, foi possível elencar os impactos educacionais e socioculturais oriundos da implantação e implementação desta CPA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Alves Lucena, Rede Estadual de Ensino de Pernambuco

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação  PPGE-UPE (2019). Especialista em Gestão Pública (IFPE, 2013) e em Língua Portuguesa (FAINTVISA, 2009). Graduada em Letras (UPE, 2007). Professora de Língua Portuguesa da Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco desde 2010. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Educacionais, Sujeitos, Docência e Currículo (POSDOC) da Universidade de Pernambuco. Gestora da Escola Estadual Antônio Inácio desde 2014.

Doriele Silva Andrade Costa Duvernoy, Universidade de Pernambuco

Universidade de Pernambuco (UPE). Doutora em Educação (Université Lumière Lyon 2 – França, 2012) com período sanduíche no PPGE-UFPE. Mestrado em Educação (Université Lumière Lyon 2, 2008). Graduada em Pedagogia (UFPE, 2005). Professora Adjunta da Universidade de Pernambuco - UPE. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Educacionais, Sujeitos, Docência e Currículo (POSDOC). Coordenadora do Programa de Pós-graduação - Mestrado Profissional em Educação- PPGE-UPE. ORCID: 0000-0002-6984-4012. E-mail: doriele.andrade@upe.br

Downloads

Publicado

2020-08-07

Como Citar

LUCENA, D. A.; DUVERNOY, D. S. A. C. IMPACTOS EDUCACIONAIS E SOCIOCULTURAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA: estudo de caso sobre a implantação de uma Comissão Própria de Avaliação. Plurais - Revista Multidisciplinar, Salvador, v. 5, n. 1, p. 261–284, 2020. DOI: 10.29378/plurais.2447-9373.2020.v5.n1.261-284. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/plurais/article/view/9080. Acesso em: 14 jul. 2024.