Professor em espaços de privação de liberdade

um fazer em construção

Palavras-chave: Prática Pedagógica, Educação em Prisões, Pesquisa Narrativa

Resumo

O estudo tem como objetivo apresentar as narrativas docentes sobre a prática pedagógica desenvolvida no interior de uma escola na penitenciária Dr. Edvaldo Gomes. Ancora-se na abordagem qualitativa e na pesquisa narrativa. Os sujeitos da pesquisa foram 13 professores que atuam nas diversas etapas da Educação de Jovens e Adultos. Como instrumento de coleta de dados, recorreu-se à aplicação de um questionário para levantamento do perfil dos colaboradores e a distribuição de um caderno para construção de um memorial narrativo. A análise de dados ancorou-se na forma interpretativa-compreensiva a partir do método da análise do conteúdo de Bardin (2011). Os resultados obtidos anunciam uma prática ancorada nos saberes da experiência e neste sentido, os professores são desafiados a romperem com práticas educativas conservadoras, sejam elas fora ou dentro do espaço de privação. Além disso, ao escutar os professores, pode-se apreender que o exercício da docência na prisão é uma ação solitária desse grupo, pois esses têm desenvolvido suas práticas a partir de experiências pautadas no erro e no acerto, tendo como base a ação educativa anterior, tornando esse fazer em processo em construção. Assim, nesse cenário, a formação continuada em serviço ocupa um lugar de destaque na edificação de novos saberes no campo da educação em prisões, como espaço de reflexão-ação sobre os sucessos, fracassos e desafios na possibilidade de produção de novos conhecimentos sobre o papel da educação no resgate do homem e da mulher privados de liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Odair França de Carvalho, Universidade de Pernambuco

Doutor (UFU). Professor Adjunto (UPE). E-mail: odair.carvalho@upe.br

Maria do Socorro da Silva Ferreira, Rede Estadual de Educação de Pernambuco

Licenciada em Pedagogia e Mestra em Educação, professora da Rede Municipal de Petrolina e da Rede estadual de educação de Pernambuco

Referências

BARDIN, Laurence. Análise do Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

CLANDININ, D. Jean; CONNELLY, F. Michael. Pesquisa narrativa: experiência e história em pesquisa qualitativa. Tradução: Grupo de Pesquisa Narrativa e Educação de Professores ILEEI/UFU. Uberlândia: EDUFU, 2011.

CARVALHO, Odair França de; GUIMARÃES, Selva. A educação escolar prisional no Brasil sob ótica multicultural: identidade, diretrizes legais e currículos. Revista Horizontes; v31, n2, 2013. p.49 – 57. Disponível em: http://revistahorizontes.usf.edu.br/horizontes/article/view/6 . Acessado em: 14 nov. 2018.
CARVALHO, Odair França de. Entre a cela e a sala de aula: um estudo sobre experiências educacionais de educadores presos no sistema prisional paulista. 2014. 279 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa / Paulo Freire. – São Paulo: Paz e Terra, 2012. – (Coleção Leitura).

JESÚS, Sônia Ferreira de. LONGAREZI, Andréa Maturano. Saberes, práticas e profissionalização do pedagogo enquanto supervisor escolar e orientador educacional. In: XIV SEMINÁRIO NACIONAL O UNO E O DIVERSO NA EDUCAÇÃO ESCOLAR. Uberlândia, 2018.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

GUERRA, Miguel A.S. A escola que aprende. In: Cadernos do CRIAP. ASA. 2. ed. Porto, 2002.

LIBÂNEO, José Carlos. Ensinar e aprender, aprender e ensinar: o lugar da teoria e da prática em didática. In: LIBÂNEO, José Carlos e ALVES, Nilda (orgs.). Temas de pedagogia: diálogos entre didática e currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MORIN, Edgar. A cabeça bem‐feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

NÓVOA, António; FINGER, M. (Orgs.). O método (auto)biográfico e a formação. In: Cadernos de Formação nº 1, Ministério da Saúde, DRHS, CFAP, Lisboa, 2014.

NOVÓA, António. Professores: Imagens do futuro presente. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2009.

SACRISTÁN, José Gimeno. Poderes instáveis em educação. Porto Alegre: Artmed, 1999.

SILVA, Genilda Maria da; CARVALHO, Odair França de. Saberes docentes e a (re)construção do conhecimento profissional do docente, egresso do curso de pedagogia da upe campus Petrolina: uma abordagem interdisciplinar. In: V JORNADA IBERO-AMERICANA DE PESQUISAS EM POLÍTICAS EDUCACIONAIS E EXPERIÊNCIAS INTERDISCIPLINARES NA EDUCAÇÃO. Anais... Curitiba(PR) Evento Online, 2020. Disponível em: www.even3.com.br/Anais/vjorneduc/251417-saberes-docentes-e-a-(re)construcao-do-conhecimento-profissional-do-docente-egresso-do-curso-de-pedagogia-da-upe. Acesso em:02/09/2020.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação. n. 13, p. 5-24, jan./abr. 2000.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 11. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.
Publicado
2021-04-26
Métricas
  • Visualizações do Artigo 97
  • Html downloads: 2
Como Citar
Carvalho, O. F. de, & Ferreira, M. do S. da S. (2021). Professor em espaços de privação de liberdade: um fazer em construção. Plurais Revista Multidisciplinar, 6(1), 116-136. https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2021.v6.n1.10235