ENSAIO SOBRE O CRISTIANISMO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SOBRE OS LIVROS QUE DIFERENCIAM A BÍBLIA CATÓLICA DA BÍBLIA PROTESTANTE

  • Adriano dos Santos Pereira Universidade de Pernambuco
  • Vlader Nobre Leite Universidade de Pernambuco
  • Roberto Remígio Florêncio Instituto Federal do Sertão Pernambucano

Resumo

Esse estudo busca esclarecer, através da análise dos textos canônicos do Cristianismo, as razões pelas quais os livros Deuterocanônicos, que fazem parte da bíblia adotada pela Igreja Católica, foram rejeitados pelas denominações protestantes. De caráter bibliográfico, a pesquisa apresenta motivações políticas e sociais, além dos conceitos religiosos, que levaram à edição e interpretação do livro sagrado para a religião cristã com fortes divergências doutrinárias. Os resultados apontam para o fato de católicos e protestantes pregarem um modo de vida semelhante, baseado nos preceitos socioculturais do contexto histórico, além da busca pelo mesmo objetivo: alcançar a vida eterna por meio de Deus, busca essa totalmente regida pela Bíblia Sagrada. Ao final, conclui-se que os livros retirados dão conta das intenções de cada contexto histórico e político, alicerçado pelas crenças e preceitos das diferentes denominações religiosas do mesmo Cristianismo durante os séculos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-02-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 41
  • pdf downloads: 168
Seção
Artigo de Revisão