Diário virtual como espaco (ciber)formativo e o movimento da práxis no curso de Pedagogia da UNEB

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2022.v31.n65.p318-337

Palavras-chave:

Diários Virtuais, Educação online, Cibercultura, Racionalidade comunicativa, Pesquisa-Formação

Resumo

Este artigo apresenta resultado de prática (ciber)formativa com graduandos do curso de Pedagogia, na modalidade presencial, tendo como objeto de estudo a reflexão desses sujeitos sobre a construção de práxis educativa, mediada por ambiente virtual de aprendizagem. Objetiva problematizar ações discursivas apresentadas pelos futuros professores da Educação Básica, ao vivenciarem a (ciber)formação, ao levar em conta aspectos tecnológicos, pedagógicos e de conteúdos disciplinares, que fazem parte da organização dos cursos virtuais. Metodologicamente, situa-se como uma pesquisa-formação, tendo como dispositivo para a construção de informações o diário virtual, uma das interfaces do ambiente virtual de aprendizagem Moodle. Com este estudo, ratificamos a importância da realização de práticas formativas sobre a Educação online, como um movimento de práxis, também em cursos de modalidade presencial, ao considerar a atuação do futuro docente no ciberespaço.  

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Úrsula Cunha Anecleto, Universidade Estadual de Feira de Santana

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Mestra em Crítica Cultural pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Docente no Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos (PPGEL/UEFS). Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em (Multi)letramentos, Educação e Tecnologias (dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5640144801632064).

Obdália Santana Ferraz Silva, Universidade do Estado da Bahia

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia UNEB). Professora adjunta do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Docente dos Programas de Pós-graduação Educação e Diversidade (MPED/UNEB) e Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC/UNEB). Coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em (Multi)letramentos, Educação e Tecnologias, vinculado ao CNPq/CAPES.

Ediluzia Pastor da Silva, Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Metre em Educação e Diversidade da Universidade do Estado da Bahia (PPED/UNEB). Docente da Educação Básica na Secretaria Municipal de Educação de Valente (BA). Pesquisadora do Grupo Grupo de Estudo e Pesquisa em (Multi)letramentos, Educação e Tecnologias, vinculado ao CNPq/CAPES.

Referências

ALAVA, S. Ciberespaço e formações abertas: rumo a novas práticas educacionais. Porto Alegre: Artmed, 2002.

ALVES, Lynn. Um olhar pedagógico das interfaces do Moodle. In: ALVES, Lynn; BARROS, Daniela; OKADA, Alexandra. Moodle: Estratégias Pedagógicas e Estudos de Caso. Salvador: Eduneb, 2009.

ALVES, Nilda. Cultura e cotidiano escolar. Revista Brasileira de Educação, v. 23, Rio de Janeiro: maio/ago. 2003.

ALVES, TAS.; SOUSA, RP. Formação para a docência na educação online. In: SOUSA, RP., et al., orgs. Teorias e práticas em tecnologias educacionais [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2016, pp. 39-66. ISBN 978-85-7879-326-5. Available from SciELO Books <http://books.scielo.org>.

ANECLETO, Úrsula Cunha. Ambiente Moodle e ampliação do letramento digital: experiência com gênero emergente fórum de discussão. In: Revista Observatório. UFT: Palmas, v. 4, n. 5, p. 182-205, ago. 2018.

ARDOINO, Jacques. Para uma pedagogia socialista. Brasília. Editora Plano, 2003.

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. São Paulo: Editora Paz e Terra. 1999.

CASTELLS, Manuel; CARDOSO, Gustavo (org.). A sociedade em rede: do conhecimento à acção política. Versão digital, 2005. Disponível em: https:// www.researchgate.net/ publication/329970512. Acessado em: 01 de dezembro de 2019.

CAPUTO, Stela Guedes (Orgs.). Diário de pesquisa na cibercultura: narrativas multirreferenciais com os cotidianos. Rio de Janeiro (RJ): Omodê, 2018. p. 71-89.

RIBEIRO, Mayra Rodrigues Fernandes; BARBOSA, Joaquim Gonçalves. Diário de pesquisa e aprendizagem multirreferencial na cibercultura. Fortaleza/CE: EduECE / Livro 1, 2014, p. 1-12.

HABERMAS, Jürgen. Jürgen Habermas: obras escolhidas. Volume I. Tradução Lumir Nahodil. Lisboa: Edições 70, 2010.

HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo: racionalidade da ação e racionalização social. Vol 1. Tradução Paulo Astor Soethe. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2011.

LEMOS, André; CUNHA, Paulo (org.). Olhares Sobre a Cibercultura. Sulina, Porto Alegre, 2003.

LEMOS, André. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. Cibercultura e Mobilidade: a Era da Conexão. XXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Uerj – 5 a 9 de setembro de 2005. Acessado em 10 de abril de 2020.

LEMOS, André. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 4.ed. Porto Alegre: Sulina, 2008.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Tradução Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 1993.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu da Costa. 3 ed. São Paulo: Editora 34, 2010.

MASETTO, Marcos T. O professor na hora da verdade. São Paulo: Avercamp, 2009.

MILL, Daniel. Sobre o conceito de polidocência ou sobre a natureza do processo de trabalho pedagógico na Educação a Distância. In: MILL, Daniel; RIBEIRO, Luis Roberto de Camargo; OLIVEIRA, Márcia Rosenfeld Gomes de. Polidocência na educação a distância: múltiplos enfoques. São Carlos, SP: EdUFSCar, 2010. p. 23-40.

MIZUKAMI, M. G. N. Formadores de professores e educação a distância: algumas aprendizagens. In: REALI, A. M. M. R.; MILL, D. Educação a distância e tecnologias digitais. Reflexões sobre sujeitos, saberes, contextos e processos. São Carlos: EdUFSCar, 2014, p. 149-172.

MONTEMÓR, Walkyria. As tecnologias digitais e as mudanças educacionais. In: JESUS, Dánie Marcelo de; MACIEL, Ruberval Franco (Org). Olhares sobre tecnologias digitais: linguagens, ensino, formação e prática docente. Coleção Novas Perspectivas em Linguística Aplicada vol. 44, Campinas, SP: Pontes Editores, 2015, p.7-11.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Portugal: Ed. Publicações Europa-América, Lda, 1994.

NÓVOA, A. Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: Educa, 2002.

OIKAWA, Erika. Dinâmicas relacionais contemporâneas: visibilidade, performances e interações nas redes sociais da internet. In: PRIMO, Alex (org.). Interações em rede. Porto Alegre: Sulina, 2016.

PAPERT, Seymour. A máquina das crianças: repensando a escola na era da informática Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

RAMAL, Andrea Cecilia. Educação na cibercultura: hipertextualidade, leitura, escrita e aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2002.

RIBEIRO, Mayra Rodrigues Fernandes; BARBOSA, Joaquim Gonçalves. Diário de pesquisa e aprendizagem multirreferencial na cibercultura. In: SANTOS, Edméa;

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: Veredas. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

SANTAELLA, Lucia. Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SANTOS, Edméa. Educação Online: cibercultura e pesquisa-formação na prática docente. Tese (doutorado) 2005. Disponível em: <https://repositorio.ufba.b/ ri/bitstream/ri/11800/1/. Acesso em: 10 de abril de 2020.

SANTOS, Edméa. Educação Online para além da EAD: Um Fenômeno Da Cibercultura. Actas do X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: Universidade do Minho, 2009 ISBN- 978-972-8746-71-1. Disponível em: http://www.educacion.udc.es/grupos/gipdae/documentos/congreso/ xcongreso/pdfs/t12/t12c427.pdf. Acessado em 30 março de 2020.

SANTOS, J. C. F. O desafio de promover a aprendizagem significativa. Revista UNIABEU, Rio de Janeiro, v. 20, p. 29-37, 2006.

SANTOS, Edméa; WEBER, Aline. Diários-online: cibercultura e pesquisa-formação multirreferencial. In: SANTOS, Edméa (org.). Diário online: dispositivo multirreferencial da pesquisa-formação na cibercultura. Santo Tirso (PT): Dinâmicas educacionais contemporâneas, 2014.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa: a educação presencial e a distância em sintonia com a era digital e com a cidadania. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE COMUNICAÇÃO. Anais do XXIV Congresso Brasileiro da Comunicação, Campo Grande: CBC, set. 2001.

SILVA, Obdália S. Ferraz; ANECLETO, Úrsula Cunha. Formação docente na cultura digital: por uma prática pedagógica ética e humanista. In: Sergio Alejandro Rodríguez Jerez (org.). Enseñar y Educar en la Civilización Digital. Bogotá, D.C., Colombia: Universidad Sergio Arboleda.2018.

SCHÖN, Donald. Educando o Profissional Reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Trad. Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

SHIGUNOV NETO, Alexandre; FORTUNATO, Ivan (org.). Educação Superior e Formação de Professores: questões atuais. São Paulo: Edições Hipótese, 2017.

SCHWARTZMAN, S. Ciência, universidade e ideologia: a política do conhecimento [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein, 2008.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2014.

TREVISOL, Marcio G. A ação comunicativa e pedagogia: alguns apontamentos sobre educação e mídia. V CINFE - Congresso Internacional de Filosofia e Educação. Caxias do Sul-RS, maio/2010. Disponível em http://www.ucs.br/ucs/ tplcinfe/ eventos/ cinfe/artigos/artigos/arquivos/eixo_tematico7/Acao%20comunicativa%20e%20pedagogia%20alguns%20apontamentos%20sobre%20educacao%20e%20midia.pdf. Acessado em 25 de março de 2020.

VALENTE, J. A. Diferentes abordagens de Educação a Distância. Campinas: NIED -UNICAMP. 2001.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-02-15

Como Citar

ANECLETO, Úrsula C.; SILVA, O. S. F.; DA SILVA, E. P. Diário virtual como espaco (ciber)formativo e o movimento da práxis no curso de Pedagogia da UNEB. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 31, n. 65, p. 318–337, 2022. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2022.v31.n65.p318-337. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/8335. Acesso em: 29 maio. 2024.