LIDERANÇA DE UM CONTEXTO EDUCACIONAL EM MUDANÇA

Autores

  • Mônica Appezzato Pinazza Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2018.v27.n51.p85-103

Palavras-chave:

Liderança, Educação de professores em contexto, Educação infantil, Supervisão de práticas, Desenvolvimento organizacional

Resumo

A formação contínua em contextos integrados representou a ação e o objeto da pesquisa em uma investigação-ação em um centro de educação infantil público do município de São Paulo. O programa formativo, pautado na inquirição de práticas, implicou ações supervisoras realizadas pelas lideranças formais (diretora e oordenadora pedagógica),apoiadas pela pesquisadora, adotando como gramática pedagógica a Pedagogia-em-Participação. Um propósito da pesquisa foi identificar as atuações individuais e conjuntas da diretora e da coordenadora pedagógica, o estilo de liderança e o tipo de envolvimento de ambas com a formação. Recorreu-se à análise de conteúdo de depoimentos de treze professoras, da diretora, da coordenadora pedagógica e de três supervisoras escolares a entrevistas. A pesquisa revelou o papel fundamental das lideranças formais na formação,promovendo e apoiando ações interativas num ambiente de aprendizagens. Houve o estabelecimento de uma liderança partilhada pela diretora e coordenadora pedagógica, baseada no alinhamento de princípios, crenças e valores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Appezzato Pinazza, Universidade de São Paulo

Doutora e Livre-docente pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP). Professora Associada do Departamento de Metodologia de Ensino e Educação Comparada da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (EDM/FEUSP). Coordenadora do Grupo de Pesquisa Contextos Integrados de Educação Infantil (CIEI/FEUSP).

Referências

ALLMAN, Paula. The nature and process of adult development. In: TIGHT, Malcolm (Ed.). Adult learning and education. Londres: Croom Helm, 1983. p. 107-123.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF,

Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/leis/L9394.htm>. Acesso em: 09 fev. 2018.

CAMPOS, Maria Malta. A formação de profissionais de educação infantil no contexto das reformas educacionais brasileiras. In: OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia; KISHIMOTO, Tizuko M. (Org.). Formação em contexto: uma estratégia de integração. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002. p. XI-XXIII.

DAY, Christopher. Desenvolvimento profissional de professores: os desafios da aprendizagem permanente. Porto: Porto Editora, 2001.

FORMOSINHO, João. Transformational leadership in early childhood centres. In: INTERNATIONAL CONFERENCE LEADERSHIP IN THE EARLY YEARS, 2003, Corby. Anais... Corby: Pen Green Centre, 2003.

FORMOSINHO, João; MACHADO, Joaquim. A pedagogia burocrática como pedagogia oficial do sistema escolar. CONFERÊNCIA PLENÁRIA NO PROFMAT, 2005, Évora. Anais... Évora: ProfMat, 2005.

FORMOSINHO, João; OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. Developing learning communities: the final report on the evolution of the impact of the National Professional Qualification for Integrated Centre Leadership – NPQICL Leadership Programe. Corby: Pen Green Centre, 2007.

FORMOSINHO, João. Et al. Administração da educação: lógicas burocráticas e lógicas de mediação. Porto: Edições ASA, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

______. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

FULLAN, Michael. Leadership for change. In: LEITHWOOD, Kenneth. Et al (Ed.). International handbook of educational leadership and administration. Vol. 2. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1996. p. 701-721.

______. Liderar numa cultura de mudança. Porto: ASA, 2003.

______. O significado da mudança educacional. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FULLAN, Michael; HARGREAVES, Andy. Por que é que vale a pena lutar? O trabalho de equipa na escola. Porto: Porto Editora, 2001.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. de S. (Coord.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília, DF: Unesco, 2009.

HARGREAVES, Andy. Os professores em tempos de mudança: o trabalho e a cultura dos professores na idade pós-moderna. Lisboa: McGraw-Hill, 1998.

HARGREAVES, Andy; FULLAN, Michael. Introduction. In: ______. (Ed.). Understanding teacher development. New York: Teachers College, 1992. p. 1-19.

HARGREAVES, Andy. Et al. Aprendendo a mudar: o ensino para além dos conteúdos e da padronização. Porto Alegre: Artmed, 2002.

KARILA, Kirsti. How does society work in early childhood and what in impacts do regulations have on leadership? In: NIVALA, Veijo; HUJALA, Eeva (Ed.). Leadership in early childhood education: cross-cultural perspectives. Oulu: University of Oulu, 2002. p. 65-74.

KISHIMOTO, Tizuko M. Política de formação profissional para a educação infantil: pedagogia e normal superior. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 20, n. 68, p. 61-79, dez. 1999.

KNOWLES, Malcolm. Andragogy: an emerging tecnology for adult learning. In: TIGHT, Malcolm (Ed.). Adult learning and education. Londres: Croom Helm, 1983. p. 53-70.

LANKSHEAR, Colin; KNOBEL, Michele. Pesquisa pedagógica: do projeto à implementação. Porto Alegre: Artmed, 2008.

LEWIN, Kurt. Problemas de dinâmica de grupo – resolving social conflicts. Tradução Miriam Moreira Leite. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 1973.

MEZIROW, Jack. A critical theory of adult learning and education. In: TIGHT, Malcolm (Ed.). Adult learning and education. Londres: Croom Helm, 1983. p. 124-138.

NICOLAU, Marieta L. M.; PINAZZA, Mônica A. Teacher preparation in Brazil. In: NEW, Rebecca S.; COCHRAN, Moncrieff (Ed.). International encyclopedia of early childhood education. Vol. 4. Westport: Greenwood Publishing Group, 2007. p. 943-947.

NIVALA, Veijo. Leadership in general, leadership in theory. In: NIVALA, Veijo; HUJALA, Eeva (Ed.). Leadership in early childhood education: cross-cultural perspectives. Oulu: University of Oulu, 2002. p. 13-23.

NIVALA, Veijo; HUJALA, Eeva (Ed.). Leadership in early childhood education: cross-cultural perspectives. Oulu: University of Oulu, 2002.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. Desenvolvimento profissional dos professores. In: FORMOSINHO, João (Coord.). Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Porto: Porto Editora, 2009. p. 221-284.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia; FORMOSINHO, João. A perspectiva pedagógica da Associação Criança: a pedagogia-em-participação. In: OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia; GAMBÔA, Rosário (Org.). O trabalho de projeto na pedagogia-em-participação. Porto: Porto Editora, 2011. p. 11-45.

PINAZZA, Mônica A. Desenvolvimento profissional em contexto: um estudo de condições de formação e mudança. In: KISHIMOTO, T. M.; OLIVEIRA-FORMOSINHO, J. Em busca da pedagogia da infância: pertencer e participar. Porto Alegre: Penso, 2013. p. 54-84.

______. Formação de profissionais da educação infantil: informes de uma investigação-ação. São Paulo. 2014. 409 f. Tese de Livre-docência apresentada à FEUSP. 2014.

PUROILA, Anna-Maija; SARVELA-PIKKARAINEN, Hannakaarina; MELNIK, Olga. Day care centre directors’ work in Finland and Russia: a comparative analysis. In: anunNIVALA, Veijo; HUJALA, Eeva (Ed.). Leadership in early childhood education: cross-cultural perspectives. Oulu: University of Oulu, 2002. p. 35-48.

RODD, Jillian. Leadership in early childhood. 3. ed. Londres: Open University Press, 2006.

ROSEMARY, Catherine A.; PUROILA, Anna-Maija. Leadership potential in day care settings: using dual analytical methods to explore directors’ work in Finland and the USA. In: NIVALA, Veijo; HUJALA, Eeva (Ed.). Leadership in early childhood education: cross-cultural perspectives. Oulu: University of Oulu, 2002. p. 49-64.

SÃO PAULO. Prefeitura de São Paulo. Decreto nº 54.453, de 10 de outubro de 2013. Fixa as atribuições dos Profissionais de Educação que integram as equipes escolares das unidades educacionais da Rede Municipal de Ensino. São Paulo, 2013. Disponível em: <http://www3.prefeitura.sp.gov.br/cadlem/secretarias/negocios_juridicos/cadlem/integra.asp?alt=11102013D%20544530000>. Acesso em: 05 fev. 2018.

SCRIVENS, Cushla. Constructions of leadership: does gender make a difference? – perspectives from an english speaking country. In: NIVALA, Veijo; HUJALA, Eeva (Ed.). Leadership in early childhood education: cross-cultural perspectives. Oulu: University of Oulu, 2002. p. 25-32.

STENHOUSE, Lawrence. La investigación como base de la enseñanza. 4. ed. Madri: Ediciones Morata, 1998.

WHALLEY, Margy. Leadership in integrated centres and services for children and families: a community development approach – engaging with the struggle. Childrenz Issues: Journal of the Children’s Issues Centre, Wellington, New Zealand, v. 10, n. 2, p. 8-13, jun. 2006.

WHALLEY, Margy. Et al. Developing and sustaining leadership learning communities: implications of NPQICL rollout for public policy local praxis. European Early Childhood Education Research Journal, Londres, v. 16, n. 1, p. 5-38, mar. 2008.

Publicado

2018-04-27

Como Citar

PINAZZA, M. A. LIDERANÇA DE UM CONTEXTO EDUCACIONAL EM MUDANÇA. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 27, n. 51, p. 85–103, 2018. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2018.v27.n51.p85-103. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/4968. Acesso em: 17 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)